Tu podes ser feliz

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Qua 17 Jun 2009, 12:29

Quero aqui deixar a fic que mais me marcou, inspirou e tudo...

Não que tenha lido más, mas esta li quando tinha 12 anos e as emoções que eu sentia são ainda superiores agora, diferentes... vibram mais mas ainda assim... Posso ler esta fic 10 vezes, irá sempre fazer-me chorar.

Embora a fic não tenha muita descrição inicialmente, os acontecimentos falam por si... ela ainda era nova quando escreveu... e é uma fic que prova bem que é preciso descrição sempre, mas se em muito já se disse... então uma descrição breve é certa, servindo para mostrar que pode ser bom, desde que não se abuse.

A autora não sou eu. Apenas quero partilhar com fãs de Sailor Moon uma fic especial para mim, uma inspiração como poderão ver em "Silêncio do Olhar".

Peço-vos que leiam com atenção e pensem que esta fic foi, na minha opinião e mesmo da autora, a mais bem escrita por ela.
Pedi-lhe para a partilhar e aqui estou... Sem mais...

Um beijo.



Autora: Vivi e Camila (br)
Alvo: Maiores de 16 anos (por conter cenas tristes e algo pesadas)
Língua: Português ( traduzido de PT(br) para PT(pt) )
Fase Classic
Sobre Serena e Darien
Título: "Tu podes ser feliz" (do original: "Você pode ser feliz")
Capítulos: Prólogo 8 Capítulos Epílogo breve


Índice:

Prólogo - Página 1
Capítulo 1 - Página 1
Capítulo 2 - Página 1
Capítulo 3 - Página 2
Capítulo 4 - Página 2
Capítulo 5 - Página 3
Capítulo 6 - Página 3
Capítulo 7 - Página 3
Capítulo 8 - Página 4
Epílogo - Página 4
_____________________________________________________________

Prólogo (foi feito por mim e a história não, daí ser curto):
Quando a vida muda, o que fazer?

Entre a vida e a morte, as opções podem ser diversas...
Mas e se o amor nos bate à porta bem antes da solidão? Será que viveremos na tristeza e na loucura de sermos felizes sem conseguir? Mesmo sem tentar?

Esta fic é mais do que um acontecimento, são vários... que podem mudar uma vida, a qualquer momento.



Nunca devemos magoar quem tanto faz por um coração.

Por preenche-lo, por acarinha-lo e não o deixar ferir, Darien fez tudo... pelo de Serena.

Darien ao vê-la diferente, sem responder às suas provocações de sempre... então protegeu-a... como não conseguira proteger Sailor Moon na noite anterior...

Quem diz que um sorriso não ilumina um Mundo?

Ele sentiu falta do sorriso que já não existia... do calor que já não o rodeava.

Então surge uma grande amizade... com um fim parecendo próximo.


Última edição por Dumpling* em Dom 05 Jul 2009, 16:20, editado 25 vez(es)

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por J@n!nh@ em Qua 17 Jun 2009, 12:33

Que bom postares essa fic aqui!!! Fico contentinha XD

Claro que a vou ler e deixar um comentário sempre que possa...

Beijokitas minha linda

J@n!nh@
R: Pelo Poder Estelar de Marte!
R: Pelo Poder Estelar de Marte!

Feminino
Mensagens : 558
Idade : 29
Localização : Beja e Santiago

http://paintingstarswithme.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Lena_Dias em Qua 17 Jun 2009, 13:12

parece interessante. só o titulo ^^

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por DiiLuna em Qua 17 Jun 2009, 13:24

Sabes o efeito que as tuas palavras tiveram em mim Menina Dumpling?

Estou a tremelicar! Muito bem conseguido.
Parabéns querida.

DiiLuna
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 245
Idade : 28
Localização : Cidade Invicta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Qua 17 Jun 2009, 13:47

Que bom já ver isto lindas Very Happy

Aqui vai:


___

Capítulo 1 (1ª parte) - Medo

Serena entra em casa, já é tarde e as luzes estão apagadas, ela entra no seu quarto, as suas roupas estão sujas e rasgadas e seu rosto está machucado. Ela dirige-se ao quarto de banho e entra no chuveiro ainda em roupa e começa a lavar-se desesperadamente, senta-se encolhida debaixo do chuveiro e começa a chorar. A água se misturando com as lágrimas.
_____________________________________________________

Darien entra no seu apartamento perturbado, ele atira as suas chaves na mesinha da entrada e entra no quarto de banho para trocar de roupa.
_____________________________________________________


Serena está deitada já de pijama, abraçada às suas pernas, olhando a lua enquanto lágrimas rolam silenciosamente pelo seu rosto.
_____________________________________________________

FLASHBACK
Um rapaz começa a beijá-la e ela o afasta. Ele a agarra pelo cabelo e a beija novamente desta vez descendo pelo corpo, ela tenta afastá-lo com as mãos, mas não consegue.
FINAL DO FLASHBACK
_____________________________________________________

Serena encolhe-se. Mais e mais soluços suaves escapam de sua boca. Logo suas pálpebras começam a ficar pesadas demais e ela, não conseguindo mais lutar contra o sono e o cansaço, adormece.
_____________________________________________________


Darien está na varanda pensativo * O que será que aconteceu? Eu senti que ela estava em perigo, por que não me transformei? *
_____________________________________________________

Serena corre desesperadamente, tudo à sua volta está escuro e ela não consegue ver nada. Ela grita por socorro, tentando fugir de alguém, está sozinha, assustada e com medo. Alguém a alcança e ela pode ver o rosto do seu agressor.
Ela acorda assustada, as suas mãos estão trémulas e o seu rosto molhado, olha para janela e percebe que ainda não amanheceu. Serena tenta voltar dormir, mas não consegue com medo de voltar a ter pesadelos. Ela se senta na cama e espera pelo nascer do sol.
Já de manhã, a mãe de Serena vai até seu quarto para acordá-la e se assusta ao vê-la já de olhos abertos.
- Querida, já acordada? Estás-te a sentir bem?
- Na verdade não… Eu não estou me sentindo muito bem.
- O que tens? - Ikuko se aproxima de Serena e só então vê
seu rosto.
- O que aconteceu ao teu rosto? Alguém te bateu?
Serena fica parada em choque * Será que minha mãe sabe de alguma coisa? Tenho que pensar em algo antes que ela descubra que eu...*
- Não mãe, claro que não! Tu sabes como eu sou desastrada, e acabei por cair… passei a maior vergonha.
- Eu sinto muito. Bom, eu vou buscar um pouco de gelo para o magoado, enquanto tu te arranjas para o colégio.
- Mãe, importas-te se eu não for hoje à escola? Eu realmente não me sinto muito bem… Por favor?
- Está bem, mas só hoje. Eu já volto.
Ikuko sai do quarto. Serena vai até ao quarto de banho e aí encara o seu reflexo no espelho, p seu rosto está um pouco machucado, o seu lábio está cortado e um pouco inchado, tem uma leve marca roxa no olho, ela toca sua boca enquanto lembranças vêm a sua mente.
_____________________________________________________

FLASHBACK

Serena consegue-se livrar do rapaz e dá-lhe um estalo na cara, ele, com raiva, a agarra e lhe dá outra com as costas da mão lhe cortando o lábio. Depois desfere-lhe outro golpe desta vez no rosto perto do olho a deixando um pouco tonta.
FIM DO FLASHBACK
_____________________________________________________

Lágrimas começam a descer pelo rosto de Serena.
- Filha? Já trouxe o gelo.
- Obrigada mãe eu já vou. - Serena seca o rosto e sai.
Ela passa o dia inteiro em casa e recusa-s a comer dizendo que não se sente bem. Não vai à reunião das Sailors no templo de Rei. Serena está novamente olhando pela janela quando o telefone toca, mas ela nem se mexe. Pouco depois sua mãe a chama das escadas
- Serena! Telefone!
Ela fica encarando o telefone até que respira fundo e atende.
- Alô?
- Serena é a Ami. Tudo bem contigo? Por que não foste à escola hoje?
- Oi Ami, eu não me senti muito bem e faltei à aula, mas já estou melhor.
- Que bom.
- Olha, Ami, desculpa por ter faltado à reunião hoje, eu realmente não estava me sentindo bem.
- Está tudo bem, é por isso que eu te liguei, já que amanhã é sábado nós vamos nos reunir na minha casa depois do almoço.
- Eu vou lá estar, tchau!
- Tchau! - Serena desliga o telefone e desce as escadas para sala.

Serena está sentada na mesa olhando para comida sem prestar atenção.
- Querida, tu nem tocaste na comida, o que se passa? - a sua mãe pergunta em tom preocupado
- Eu não estou com fome.
- Mas tu não comeste nada o dia inteiro.
- Oh não! O fim do mundo está próximo! - Sammy diz em tom debochado.
- Sammy deixe a tua irmã em paz!
- Está tudo bem pai. Só estou cansada, eu vou-me deitar. Boa noite.

Serena vai para o quarto, deita-se na cama e adormece. Acorda assustada e chorando, com o seu corpo coberto de suor. "Outro pesadelo". Ela olha para janela e vê que o sol já nasceu. Olhando uma vez mais o relógio."7:30 ainda!". Ela tenta voltar a dormir, mas não consegue, resolve então tomar um banho para tirar o suor do corpo.
Após o banho, um pouco mais relaxada, desce para tomar o pequeno-almoço. Depois, levanta-se da mesa e caminha até à porta.
- Tchau mãe!
- Serena, não comeste quase nada!
- Eu vou acabar por me atrasar! - ela fecha a porta com um estrondo e vai caminhando para casa de Ami.
____________________________________________________


Chegando à casa de Ami.
- Serena, que bom que vieste! Entra. - Ami a recebe com um sorriso
- Olá Serena. Não está com calor não? Está calor lá fora. - Mina disse reparando nas roupas que Serena estava a usar: calça jeans e casaco de algodão rosa.
- Não, Mina, eu estou bem. Vamos começar então a reunião? - Serena disse num tom meio impaciente
- Agora resolveste interessar-te pelos assuntos das sailors? Porque é que anteontem então nem foste ajudar quando te chamámos, o que é isso agora…culpa? Onde estava quando precisámos de ti?- Rei disse levantando-se da cadeira com o semblante de raiva
_____________________________________________________

FLASHBACK

Serena escuta o bip do seu comunicador. * As guerreiras devem estar a precisar de ajuda * Ela queria ajudá-las, mas não conseguia livrar-se do seu agressor. Tentou de tudo, mas ele era mais forte do que ela...
FIM DO FLASHBACK
_____________________________________________________

- E...Eu não pude, sinto muito. – E os seus olhos encheram-se de lágrimas
- Tu… sentes muito?!
- Rei pára!
- Porquê? Ela precisa saber que nós podíamos ter morrido, que por causa da irresponsabilidade dela, a Lita está ferida. Ela provavelmente deve ter ficado em casa a dormir porque é a única coisa que ela sabe fazer!
- Tu não sabes do que estás a falar| Quem pensas que és para julgar as pessoas dessa maneira?
- Eu sou uma das responsáveis pela segurança do mundo!
- Por favor, vamos parar com isto! Não é por causa disso que fizemos essa reunião. - Mina tentava abrandar a situação, mas Rei não queria acalmar-se.
- Tu não mereces ser nossa líder!
- Rei pára já!
- Vocês também concordaram comigo ontem, porquê isto agora?
Serena cerrou os olhos, não acreditando naquela afirmação.
- É verdade? Vocês concordaram com isso?
- Serena é que... - Lita tentou explicar
- Apenas digam se é verdade! - Serena levantou o tom de voz
- Bem, sim, mas é que nós estávamos com raiva, tu não tinhas aparecido na luta e faltaste à reunião ontem, nós fomos precipitadas por isso queríamos que nos dissesses por que não pudeste ir - Ami falou em tom de desabafo
Serena as encara com os olhos cheios d’água:
- Vocês concordaram? Eu pensei que confiavam em mim como líder, eu já disse que não atendi ao chamado porque não pude, eu só pedi para acreditarem em mim. Pensei que soubessem que eu não poria a vossa vida em risco à toa!
- Serena...
- Cala-te! Vocês querem outra líder? Óptimo, pensei que os amigos sempre se ajudavam uns aos outros e compreendiam os seus problemas, mas… quem quero eu enganar? Vocês nunca foram minhas amigas! São umas traidoras, sempre quiseram o meu lugar como líder! Pois então escolham quem vocês quiserem, eu estou fora! - Serena atira o seu medalhão de transformação e o seu comunicador no chão.
- Não era isso que queríamos Serena, espera...- Lita tenta aproximar-se, mas Serena afasta-se.
- Fiquem longe de mim! Todas vocês! – E sai, batendo a porta.
- Eu não sabia que ela ia reagir desta forma... - Rei amaldiçoou-se a si mesma.
- Tu foste muito dura com ela, Rei. - Lita abaixou a cabeça
- Não foi só culpa da Rei. Algo aconteceu à Serena e ela não quer nos contar, ela está assustada, mas não consigo saber o que é. - Ami se sentou no chão sentindo-se inútil.


Última edição por Dumpling* em Qui 18 Jun 2009, 17:44, editado 3 vez(es)

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por kelinha em Qua 17 Jun 2009, 13:59

Adorei este capitulo, mas tenho pena da Serena, estar assim a sofrer sozinha deve ser muito duro...
Estou á espera do próximo capitulo

kelinha
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 349
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Gaby-Br=^.^= em Qua 17 Jun 2009, 14:26

Sad snif,coitadinha da Serena...
Twisted Evil A Rei foi muito dura com ela ...
pale Ela tem medo de contar o que aconteceu...

Legal esta fic affraid

Gaby-Br=^.^=
Classic: Pelo Poder de Marte!
Classic: Pelo Poder de Marte!

Feminino
Mensagens : 165
Idade : 21
Localização : Em Casa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por DiiLuna em Qua 17 Jun 2009, 14:27

Eu estou comovida. Esta história toca-me pessoalmente. Como estudante de Psicologia, tive que lidar com uma paciente de um psicólogo que tinha sido violada. Foi horrivel.

DiiLuna
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 245
Idade : 28
Localização : Cidade Invicta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Qua 17 Jun 2009, 14:41

Fiquei mesmo muito feliz que estejam a gostar.
É verdade Dii, há quem sofra em silêncio e num sofrimento profundo o que é dificil mesmo de entender...
Também estudo comportamentos e daí ver que a fic está além da escrita, descreve o que qualquer um poderia passar...

Só por todos estes comentários, aqui vai a 2ª parte:

Capítulo 1 (2ª parte) - Medo


Serena sai correndo sem rumo, sente-se sozinha, perdida. De repente ela se vê em frente à loja de vídeo games e entra.
Andrew estava conversando com Darien no balcão quando o sino da porta lhe chama a atenção, ele se vira para ver quem é e vê Serena cabisbaixa.
- Oi Serena
- Oi cabecinha de vento!
Serena não responde, passa por eles e vai se sentar perto da janela.
- Ela nem olhou para gente...
- E nem respondeu quando a chamei de cabecinha de vento...
- Alguma coisa está errada, tu viste a cara dela? Parece que alguém tinha morrido. Eu vou lá falar com ela. - Andrew vai até Serena que está virada para a janela distraída
- Oi Serena! Queres alguma coisa?
- Só um refrigerante, por favor.
Andrew vai até o balcão buscar o refrigerante.
- Ela nem olhou para mim...
Darien vai falar com ela. Cumprimenta-a, mas não obtém resposta, toca no seu ombro para lhe chamar a atenção, ela se afasta e olha para ele assustada.
- Desculpa, eu não te quis assustar.
- Desculpa, mas hoje eu não estou a fim de ouvir as tuas provocações e nem de discutir contigo.
- Eu só vim ver se está tudo bem. - Darien percebe os machucados no rosto dela e senta-se ao seu lado tocando no seu rosto. - Quem te fez isto? Alguém te bateu?
Serena afasta a mão dele.
- Ninguém me bateu, eu me magoei quando bati na porta.
Nessa hora, Andrew chega com a bebida. Darien volta para o balcão. De repente, o rapaz que agredira Serena entra, a vê e resolve falar com ela:
- Que surpresa, não te esperava ver tão cedo.
Serena reconhece a voz e o olha assustada, ela tenta sair, mas ele não deixa.
- Fica mais um pouco, vamos conversar.
- Não tenho nada para conversar contigo, deixa-me em paz, por favor. - ela está com os olhos cheios d’água, apavorada.
- Sabes, eu gostei muito da noite que passámos juntos, eu diverti-me bastante. - Ele passa a mão no cabelo dela e ela o afasta. - Não tenhas medo, não acredito que depois de tudo o que passámos juntos tu ainda tenhas medo de mim. - Ele começa a rir e então segura o rosto dela o analisando. - Não sabia que tinha batido tão forte. Espero que não tenhas contado nada a ninguém porque, se isso acontecer, tu vais-te arrepender. - ele lhe dá um beijo rápido na boca segurando o cabelo dela, lágrimas começam a rolar pelo rosto dela.
Darien percebe que Serena está chorando e vai a seu socorro.
- Este rapaz está a incomodar-te, Serena?
- Quem és tu?
- Sou amigo dela e aviso-te que se tu não a deixares em paz, eu tiro-te daqui a pontapés.
- Tudo bem. - Ele se abaixa e diz no ouvido dela.- Eu te procuro, aguarda-me. E nenhuma palavra disto para ninguém - ele lhe dá um beijo na bochecha e vai até um grupo de rapazes e começa a conversar.
Darien fica a olhar para ele. Serena deixa dinheiro em cima da mesa e sai correndo, Darien vai atrás dela.
- Serena espera! - Ele a alcança e a segura pelo pulso.
- Deixa-me em paz!
- Eu só quero falar contigo.
- Eu quero ir para casa! Por favor, deixa-me em paz. -Serena tenta se soltar, está nervosa e chorando.
- Está bem, está bem! Podes ir.
- Eu...Eu só quero ficar sozinha. - Ela começa a soluçar e Darien a abraça acariciando seus cabelos.
- Está tudo bem, acalma-te. Se depender de mim, aquele idiota nunca mais te vai incomodar.
Ela permanece ali abraçada a ele por um bom tempo até que vai se acalmando. Ela afasta-se e o olha envergonhada:
- Eu sinto muito, eu não devia... Eu...
- Serena está tudo bem, fica tranquila. - Darien dá um beijo na testa dela o que a faz ficar vermelha, ela ri. - O que é tão engraçado?
- Nós, antes nem podíamos ficar perto um do outro e mesmo agora me defendeste e estás a ser espectacular comigo.
- É verdade. Vamos? - Ele diz rindo
- Para onde?
- Tu não querias ir para casa? Então, vamos! Eu vou-te acompanhar.
- Não precisas, eu estou bem.
- Eu insisto.
Os dois caminham em silêncio até que chegam a casa dela.
- Chegamos. Obrigada por tudo, Darien.
- Serena, eu sei que não é da minha conta, mas o que aconteceu contigo? Eu sei que aquele rapaz te fez alguma coisa, mas o quê?
- Ele não me fez nada.
- Não mintas para mim, eu vi que tu ficaste com medo dele quando ele se aproximou. Se não quiseres contar-me tudo bem, mas quero que saibas que podes confiar em mim. - Ela apenas sorriu em agradecimento. Ele lhe deu um beijo na testa e continuou – Nos vemos depois.

Continua.


Última edição por Dumpling* em Qui 18 Jun 2009, 17:48, editado 1 vez(es)

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por DiiLuna em Qua 17 Jun 2009, 14:54

Que romântico! O carinho do Darrien é palpável. Está fantástica. Eu tenho a certeza de que já li esta história em algum lado. Onde?

DiiLuna
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 245
Idade : 28
Localização : Cidade Invicta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Lena_Dias em Qua 17 Jun 2009, 14:56

marcante, unico.

nem sei que dizer.

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Qua 17 Jun 2009, 14:57

DiiLuna escreveu:Que romântico! O carinho do Darrien é palpável. Está fantástica. Eu tenho a certeza de que já li esta história em algum lado. Onde?

eu antes lia num site brasileiro que penso que fechou porque nunca mais o vi... talvez ja tenhas lido, eu so consegui contactar recentemente a Vivi, depois de 6 anos, que está de partida para Paris.

Eu traduzi no melhor que pude, espero que continues lendo =)

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por kelinha em Qua 17 Jun 2009, 15:10

Deve ser dificil para a Serena lidar com esta situação, acho que o Darien está a ser muito carinhoso com ela e está a ser muito simpático em confortá-la e tentar fazê-la sentir segura...

kelinha
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 349
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Gaby-Br=^.^= em Qua 17 Jun 2009, 15:37

Posta mais!!!
plz???

Esta muito bao a tradução e a vivi deve ser uma ótima escritora...é fatanstica esta fic!!

Gaby-Br=^.^=
Classic: Pelo Poder de Marte!
Classic: Pelo Poder de Marte!

Feminino
Mensagens : 165
Idade : 21
Localização : Em Casa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Gaby-Br=^.^= em Qua 17 Jun 2009, 15:43

olha dupling...eu achei a fic da vivi^^

Gaby-Br=^.^=
Classic: Pelo Poder de Marte!
Classic: Pelo Poder de Marte!

Feminino
Mensagens : 165
Idade : 21
Localização : Em Casa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Qua 17 Jun 2009, 15:45

Ok obrigada Gaby..

Vocês podem encontrar e ler, tudo ok, mas eu pedi.

E não ia à toa postar... ainda tou a traduzir e tudo e mais... a vivi quer opiniões... não isso.

Podes encontrar mas não postes o link... é triste para mim que quero pelo menos em 4 dias vos mostrar a fic toa, com opiniões decentes.
Eu tou aqui como todas vós, respeito-vos. Daí, peço o mesmo.

Volto a repetir que pedi e esperei dias pela resposta da Vivi que vai de viagem para Paris.

Beijo.


Última edição por Dumpling* em Qua 17 Jun 2009, 16:01, editado 1 vez(es)

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por RitaMarte em Qua 17 Jun 2009, 15:54

Bem a fic está muito bem escrita! Simplesmente adoro. Não tenho palavras. A fic está bastante interesante, mal posso esperar pelo proximo capitulo.

RitaMarte
R: Pelo Poder Estelar de Mercúrio!
R: Pelo Poder Estelar de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 419
Idade : 20
Localização : Lisboa

http://inuyashaportugal.forumeiros.com/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Gaby-Br=^.^= em Qua 17 Jun 2009, 16:26

É claro que postarei minhas opiniões^^

Gaby-Br=^.^=
Classic: Pelo Poder de Marte!
Classic: Pelo Poder de Marte!

Feminino
Mensagens : 165
Idade : 21
Localização : Em Casa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Convidad em Qui 18 Jun 2009, 08:15

estou a adorar a fic!!! está muito gira e a maneira de escrever tb é gira

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Qui 18 Jun 2009, 12:13


fico feliz que estejam a gostar tal como gostei...
beijinhos e continuem a comentar

Capítulo 2 - Um amigo inesperado

Semanas se passam, Serena ainda tem pesadelos, mas graças a Darien ela tem saído mais de casa, embora isso só tenha acontecido por insistência dele. Eles começam a sair juntos e se tornam grandes amigos, para surpresa de Andrew que até agora não acredita. Serena continua sem falar com as guerreiras e desde o incidente na casa de Ami, não tem mais lutado. Durante essas semanas, Serena tem tido alguns mal-estares, mas recusa-se a ir ao médico mesmo com a insistência de Darien e de seus pais. Não anda comendo bem e sua mãe se preocupa.
_____________________________________________________

Serena entra na loja de vídeo games e caminha até Andrew que estava no balcão conversando com um cliente:
- Andrew, podes-me trazer uma cola?
- Claro!
Nesse momento, Darien se aproxima sorridente.
- Olá Andrew, olá cabecinha de vento.
- Olá Darien, queres alguma coisa?
- Um café. Sabes, isto está a ficar sem graça, Serena, eu chamo-te de cabecinha de vento e não recebo nenhuma reacção? Assim acabas com a minha diversão, e minha razão de viver se foi.
- Eu também estou feliz em ver-te, Darien. - ela sorri.
- E como estás?
- Anda-se...
Andrew chega com as bebidas e vai atender outro cliente. Darien toma um golo de seu café e mira Serena
- Estou com saudades da antiga Serena.
- Hã?
- Estou com saudade da Serena que respondia às minhas provocações, que vivia sorrindo e tropeçando em tudo.
Serena sorri triste e toma um gole do seu refrigerante. Ela responde amargamente:
- Mas esta é a única que existe agora.
- Se eu encontrar aquele gajo, eu acabo com ele.
- Porquê?
- Porque eu não aguento ver-te tão triste, não combina contigo, e eu tenho a certeza que ele tem algo a ver com isto.
Ela olha para ele e sorri, um sorriso triste, mas não menos bonito. Ele olha para ela por um tempo e sorri, e depois termina o seu café.
- Anda! Vamos dar um passeio, o que achas de irmos ao shopping?
- Não, Darien, eu tenho que ir para casa.
- Para quê? Para ficares trancada no quarto outra vez? Vive, Serena! Vive! Que mal te vai fazer?
- Eu não posso…
- Todas as vezes que te convido para sair é a mesma coisa. Eu sou assim tão chato? A minha presença é assim tão desagradável?
- Não, não é nada isso.
- Então? Por favor. - Ele faz cara de gato das botas no filme “Shrek”.
- Está bem.
Ele deixa algumas moedas no balcão e a puxa saindo da loja.

_____________________________________________________


Eles estão andando no shopping e Serena pára numa loja de jóias. Ele percebe e vai ver o porquê de tanta admiração. Ela está parada em frente à vitrina olhando para um par de brincos de coelhinhos muito bonitinhos. *Combina com ela * ele pensa.
- Gostaste dos brincos?
- Eles são lindos, mas eu não tenho dinheiro para comprá-los, a minha mãe deixou-me sem mesada por eu ter tirado notas baixas e ter faltado às aulas.
- Eu ofereço-tos.
- O quê? Não, Darien, são muito caros e além disso, eu não os mereço.
- Porque dizes isso?
- A única coisa que eu fiz desde que te conheci foi brigar contigo.
- Eu também não fui fácil de aguentar, eu sempre te provoquei e tu só respondeste como devias. Considera isto um pedido de desculpas.
- Mas são muito caros...
- Tu mereces. Não te preocupes, eu tenho dinheiro para comprar milhares destes. - Ele ri e entra na loja, pouco depois ele volta com uma caixa nas mãos.
- Eu não sabia que os brincos eram assim tão grandes…
- E não são, mas eles faziam conjunto com um colar e eu não resisti, eu não te podia dar algo incompleto.
Ela abre a caixa e não pôde impedir as lágrimas que escorrem por seu rosto.
- É lindo. Muito obrigada
Ele seca as lágrimas do rosto dela e diz sorrindo.
- Hei, eu comprei isto para te ver feliz e não para que chores. Porque estás a chorar? Se não gostaste, eu posso devolver.
- NÃO! Não é isso é que...
Ele pega a caixa aberta da mão dela e tira o colar.
- Vira-te, eu quero ver como te fica. - Ele põe o colar e a vira para olhá-la.
- Ficou óptimo. Ele combina contigo, seria um crime não comprá-lo.
Ela ri, o rosto ainda molhado. Ela fica na ponta do pé e beija a bochecha de Darien que fica vermelho. Ela abaixa a cabeça, seu rosto num leve tom de rosa.
- Obrigada.
Eles saem do shopping e caminham em silêncio. Ela olha para ele e sorri:
- Darien? Não penses que eu estou a reclamar, mas eu queria saber porque é que estás a ser tão querido comigo?
- Acreditarias se dissesse que eu simpatizei contigo? Não sei, de repente eu quis ser querido para ti… Além do mais, tu não respondes mais às minhas provocações e esta foi a única maneira que eu encontrei para continuar a falar contigo.
- Que bom…
- Por que dizes isso?
- Por que gosto de ser tua amiga.
Ele sorri.
- Anda, eu pago-te um gelado.
- Não precisas.
- Eu insisto, não é sempre que estamos na companhia de uma menina tão bonita e eu quero deixar todos com inveja.
Ela ri e o segue.

_____________________________________________________


Eles estão andando no parque comendo gelado, Serena olha para Darien e ri.
- O que foi? - Ele pergunta curioso
- Tens um pouco de gelado no rosto, deixa que eu tiro. - Ela passa o dedo para tirar o gelado e os dois se olham. Eles ficam assim durante algum tempo até que Darien segura a mão dela e lambe o seu dedo.
- Pensavas que ias roubar o meu gelado? - Ele faz uma careta para ela mostrando a língua parecendo uma criança e lambe o dedo dela. Sai correndo.
Ela corre atrás dele tentando alcançá-lo, mas como ele é bem maior que ela fica difícil. Os dois param e começam a rir.
- Estamos parecendo duas crianças.
Serena se sente tonta e quase cai, mas é segurada por Darien.
- Serena, estás bem?
- Sim, não foi nada…
- Ainda estás com esses mal-estares?
- Já disse que não foi nada. - Ela responde impaciente
- Serena não me tentes enganar, estás muito magra, sei que não andas a comer bem... Assim vais acabar doente.
- Quem se importa?
- Eu me importo.
- Bom, já está tarde eu tenho que ir, a minha mãe deve estar preocupada. - Serena vai embora sem dar chance de Darien falar nada.

Continua.


Última edição por Dumpling* em Qui 18 Jun 2009, 17:45, editado 2 vez(es)

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por RitaMarte em Qui 18 Jun 2009, 12:28

Surprised.o: Cada vez está melhor, e o capitulo está fantastico. Acho que vou seguir esta fic até ao fim.
Estou ansiosa pelo próximo capitulo!

RitaMarte
R: Pelo Poder Estelar de Mercúrio!
R: Pelo Poder Estelar de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 419
Idade : 20
Localização : Lisboa

http://inuyashaportugal.forumeiros.com/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por zirateb em Qui 18 Jun 2009, 13:40

LINDO! adorei a história, parabéns

zirateb
SS: Pelo Poder do Cristal de Marte!
SS: Pelo Poder do Cristal de Marte!

Feminino
Mensagens : 3657
Idade : 31
Localização : porto alto (ribatejo)

http://yunime.ativoforum.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Convidad em Qui 18 Jun 2009, 14:20

cada vez esta a ficar mais interessante. estou a adorar!!!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por deba em Qui 18 Jun 2009, 14:25

esta linda e estou cheia de curiosidade!
tens de escrever mais e bem de pressa!
continua assim e boa sorte para o restode fic!

deba
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 133
Idade : 20
Localização : Coimbra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por DiiLuna em Qui 18 Jun 2009, 14:35

LINDO! Ai Dumplingzinha esta história deixa-me tão comovida *snif*

Está maravilhosa. Não preciso de dizer mais.

DiiLuna
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 245
Idade : 28
Localização : Cidade Invicta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por kelinha em Qui 18 Jun 2009, 14:52

Está linda... O Darien está a ser muito carinhoso com a Serena, não gosta de a ver sofrer... é o poder do amor...
EStou a gostar muito, continua a postar...

kelinha
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 349
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Lena_Dias em Qui 18 Jun 2009, 15:11

esta hístória é super comovente. Sério. Eu gostei bastante e apesar de a descrição nao ser muito trabalhada, o pouco que está descrito é o necessário para comover uma pessoa.

Continua com o excelente trabalho de traduzir esta excelente fic. Wink

até.

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Qui 18 Jun 2009, 15:24

Só por tudo isto... fico muito feliz. Traduzi o 3º capitulo entao...
Eu direi à Vivi o que acham... e ainda hoje verei se posto o 4º.
Obrigada Mongloide espero que ... se virem alguma palavra mal me perdoem...
Beijinhos*


Capítulo 3 - Notícia

Três meses se passam desde o incidente com Serena, ela não via o seu agressor desde aquele dia na loja de vídeo game onde Darien a tinha defendido. Ainda estava zangada com as guerreiras e o relacionamento entre ela e Darien estava cada vez melhor, ela não queria admitir, mas tinha-se apaixonado por ele. Darien não se cansava de cercá-la de cuidados e atenção, estava sempre perto dela. Eles viam-se quase todos os dias sem os pais dela saberem, tinham medo da reacção do pai dela ao saber que ela saia com um rapaz mais velho, mesmo não sendo namorados. As notas dela na escola tinham melhorado muito desde que tinha começado a estudar com Darien, e tinha até conseguido um 18 a história. Quando Darien soube, levou-a para jantar em comemoração e nessa mesma noite eles tinham se beijado. O beijo tinha sido muito rápido, mas foi o bastante para deixar as pernas de Serena bambas. Depois disso, nenhum dos dois disse mais nada sobre o facto, ela ficou decepcionada, mas nada disse, pois tinha medo que isso pudesse estragar a amizade deles. Darien era o seu melhor amigo e não queria perdê-lo.

_____________________________________________________


Serena estava no seu quarto deitada na cama, o seu pai estava no trabalho, o irmão estava em casa de um amigo e a mãe teve que sair para ir ao mercado. Ela estava sozinha e não podia sair porque tinha que esperar o médico ligar para dar o resultado do exame que tinha feito por insistência da sua mãe que estava preocupada com a sua saúde. Ela estava a ver tv distraída quando o telefone tocou.
- Alô?
- Aqui é o doutor Himura, eu queria falar com a senhora Tsukino.
- Ela teve que sair. Aqui é a Serena, será que o senhor me podia dar os resultados?
- Claro, assim é melhor porque eu não acho que a menina ia querer que eu falasse isto para a sua mãe.
- É alguma coisa grave?
- Serena, acho que não tenho boas notícias, eu mesmo não acreditaria se não fossem os exames... Bem, você está grávida.
Serena ficou pálida e deixou cair o telefone, com o barulho, acordou de seu susto e o pegou novamente.
- O Dr. tem a certeza?
- Os testes não erram, está com aproximadamente três meses.
- Por favor… não diga nada para a minha mãe...
- Não se preocupe, tudo o que falamos será confidencial.
- Obrigada. - Serena desliga o telefone. Ela não sabe o que fazer, fica desesperada. Olha para o quarto e começa a chorar "Eu tenho que sair daqui, tenho que sair." Ela veste o casaco, desce as escadas correndo e sai.

_____________________________________________________


Serena caminha pela rua sem rumo atropelando algumas pessoas na calçada, mas parece não notar, a sua cabeça está confusa. Só percebe onde está quando escuta uma buzina e vê um carro correndo em sua direcção. Mesmo o condutor tendo travdo, ele não ia conseguir parar a tempo. Serena ficou parada não conseguindo se mexer. Ela fechou os olhos e esperou pelo impacto, mas esse não veio, ou melhor… veio, mas não foi o esperado.

_____________________________________________________

Darien estava voltando do trabalho quando viu Serena, ela parecia distraída, vai até ela e a vê atravessando a rua, se apavora ao ver que o sinal ainda está verde e mais ainda quando percebe um carro vindo em alta velocidade para cima de Serena. O condutor trava, mas Darien percebe que ele não ia parar a tempo. Sem pensar, corre até ela, não podia perdê-la, não agora. Ele vai até ela sem se preocupar com sua própria vida. Foram poucos segundos, mas para ele pareceram horas e todo o tempo ele pensava "Eu não vou conseguir, não vou conseguir." Ela continuava parada, muito assustada para se mover, ele viu os olhos dela se fecharem em pânico e só podia pensar que ele tinha que conseguir. Logo os seus braços estavam em volta da cintura dela tirando-a da mira do carro. Ele se virou para que pousasse com suas costas no asfalto e ela não se machucasse, ignorou o barulho de roupa se rasgando ou até carne. Ele a segurou forte, com medo que ela fosse embora se a soltasse. O condutor foi embora depois de dizer alguns desaforos. Darien a ajudou a se sentar e passa a examiná-la procurando por qualquer machucado, as suas mãos estavam tremendo assim como as dela. Serena o encara com os olhos cheios d'água surpresa, seus lábios tremendo suavemente.
- Porquê? Porque fizeste isto? - Darien respira fundo e olha para ela, os seus próprios olhos cheios d'água.- Ele quase te matou. - A voz dele não era mais que um sussurro. Uma única lágrima escorre pelo seu rosto, mas Serena não percebe, pois está de cabeça baixa com medo de olhar nos olhos dele. - Tu podias...eu tive que...Meu deus, Serena! - Darien a abraça sabendo que ele também estava tremendo, mas não ligando, tinha sido por muito pouco. Nessa hora, Serena sentiu algo molhado no ombro dela * Darien está chorando! *. Ela o abraça não conseguindo segurar as próprias lágrimas.
- Darien! Estás a chorar por mim?- Ela estava surpresa, nunca o tinha visto chorar. - Darien, por favor,eu não mereço.
- Eu não ia aguentar se algo te acontecesse, não podia perder-te...eu amo-te.
Serena fica sem palavras, seu rosto já coberto de lágrimas. Ele se aproxima e a beija, quando eles se separam ela o abraça e chora.
- Eu também te amo.
Os dois ficam por lá durante um tempo, abraçados e alheios às pessoas à sua volta, até que Serena pára de chorar. Darien a ajuda a se levantar, mas ela desmaia, ele a carrega e a leva para casa.

_____________________________________________________


O pai de Serena corre para atender a porta e se assusta ao ver a sua filha desmaiada sendo carregada por um rapaz.
- O que aconteceu? Quem é você?
- Olá, o senhor deve ser o pai de Serena, eu chamo-me Darien e sou um amigo dela. Ela sofreu um acidente e eu trouxe-a para cá.
- Um acidente?!
- Querido, é a Serena? - a mãe dela aparece e se assusta ao ver a filha. - O que aconteceu?
- Fiquem calmos, ela está bem só um pouco assustada.
- Leve-a para o quarto, por favor, eu quero conversar com você depois, rapaz.
- S...sim senhor
A mãe de Serena indica o caminho. Eles entram no quarto e Darien coloca Serena na cama. Quando ele a deita, Ikuko vê a ferida nas costas dele.
- O que aconteceu com as suas costas rapaz?
Serena acorda e se assusta ao perceber que está em sua casa.
- O que aconteceu? Darien?
- Estou aqui Serena. - Ele vai até a cama dela e ela o abraça. Ele geme de dor.
- Magoaste-te por minha causa.
- Não foi nada, Serena, eu estou bem.
- Alguém me pode explicar o que está a acontecer? Como se magoou dessa maneira rapaz? - O Sr. Tsukino chega no quarto confuso.
- O nome dele é Darien, pai. Eu ia atravessando a rua sem olhar e um carro veio para cima de mim, ele pegou-me e tirou-me de lá. Se não fosse por ele, eu teria morrido.
- Isso é verdade, Darien?
- É sim senhor.
O pai dela vai até ele e aperta a mão dele agradecendo. A mãe dela o abraça e ele geme de dor novamente.
- Desculpe-me, eu tinha me esquecido. Temos que cuidar dessa ferida!
- Eu levo-o ao hospital, lá eles cuidam dele.
- Pai!
- Eu estou bem, não se preocupem.
- Deixe-me ajudá-lo, é o mínimo que posso fazer - Ikuko olha preocupada para o rapaz, em seguida vira-se para seu marido. - Querido, vai buscar o estojo de primeiros socorros ao armário, por favor. - Kenji sai.
- Acho que o teu pai não gostou muito de mim.
- Não lhe ligue, ele é assim com todos os rapazes que cheguem perto de mim.
- Eu não quero incomodar, Serena. - ele sorri
- Darien, não é? - a mãe de Serena diz - Por favor, tire a sua camisa para que eu possa fazer um curativo. - Darien permanece parado, o rosto vermelho. A senhora Tsukino ri. - Pode ficar tranquilo, tudo o que o menino vai mostrar eu já vi. - Isso só ajuda Darien a ficar mais vermelho. Ele obedece, o senhor Tsukino chega, Darien abaixa a cabeça envergonhado.
Serena não consegue tirar os olhos do corpo de Darien.* Deus,ele tem um corpo lindo! * Ela fica vermelha ao perceber o que estava fazendo e se lembra de quando ele disse que a amava * Será que ele vai continuar a amar-me depois de descobrir tudo? *Serena olha para ele triste e percebe que ele está tentando esconder a dor, ela sorri e pega na mão dele apertando-a, ele olha para ela e sorri. Algum tempo depois a senhora Tsukino termina os curativos:
- Pronto, acabou, foi um bom menino. - Os dois riem e ela sai para guardar as coisas.
- Porque fizeste aquilo, Serena?
- E-eu... - ela gagueja, e é salva de uma explicação quando a sua mãe entra no quarto.
- Darien, aqui está! Aua camisa está muito rasgada e suja de sangue, então eu fui buscar uma do meu marido para lhe emprestar.
- Obrigado, mas não precisa de se preocupar
- Darien, não pode sair na rua com aquela camisa, vai acabar assustando as pessoas. - Eles riem. – O meu marido pediu que o convidasse para jantar na nossa casa amanhã, o que acha?
- Eu não sei, acho que o seu marido não gostou muito de mim.
- Ele é assim com todos. Ele gostou de si, caso contrário teria-o ameaçado com uma arma.
- Então eu acho melhor aceitar o convite!
- Que bom, eu vou avisar o meu marido e deixá-los a sós. - Ela vai embora
- É melhor eu ir, depois a gente conversa. - Ele diz, se levantando
- Darien...
- Sim?
Serena se levanta e vai até ele. Eles se olham durante um longo momento, por fim, ela pegou o rosto dele em suas mãos e juntou seus lábios. Ela agradece serenamente e ele acaricia sua bochecha fazendo-a sorrir.
- Até amanhã. Cuida de ti. - Ele sai, Serena o acompanha.
Já lá em baixo ele se despede dos pais dela e vai até a porta. Ikuko o chama.
-Darien, qual o seu prato preferido?
- Ele adora chocolate, mãe - Serena responde sem tirar os olhos de Darien.
- Então eu vou fazer um bolo de chocolate para si.
- Obrigado, eu devo trazer alguma coisa?
- Não, deixe tudo por nossa conta.
Darien sorri e vai embora, Serena volta para o quarto e fica deitada na cama até dormir.
Continua.


Última edição por Dumpling* em Qui 18 Jun 2009, 17:46, editado 1 vez(es)

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por RitaMarte em Qui 18 Jun 2009, 15:38

Adorei o capitulo! Por favor posta outro...por favor.
Como reagirá o Darien quando a Serena lhe contar que está gravida?

RitaMarte
R: Pelo Poder Estelar de Mercúrio!
R: Pelo Poder Estelar de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 419
Idade : 20
Localização : Lisboa

http://inuyashaportugal.forumeiros.com/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por DiiLuna em Qui 18 Jun 2009, 15:42

Aii Dumplingzinha, amoreee! Está a dar-me uma cousinha má. Esta história mexe tanto comigo... Não consigo explicar... $:

Anyway, AMEI!

DiiLuna
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 245
Idade : 28
Localização : Cidade Invicta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por MA_soul em Qui 18 Jun 2009, 15:49

Oh querida odango, so tu para fazeres um trabalho de tradução tão bom ^^
A Vivi realmente e como tu disseste...excelente! Se falares com ela transmite-lhe as nossas opinioes! Fantastico, tocante, emocionante, comovente....sem palavras! Estou a gostar bastante!

P.S.: Concordo DiiLuna ^^....é uma parafernalia de emoçoes ^^

MA_soul
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 135
Idade : 24
Localização : Mafra

http://letsshare.blogs.sapo.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por celia em Qui 18 Jun 2009, 16:07

Vim ler a tua fanfic ... e palavras para quê?

Acho que aqui ja foi tudo dito!

Parabéns pela fanfic! ( tanto a verdadeira autora como à tradutora )

celia
Classic: Pelo Poder de Vénus!
Classic: Pelo Poder de Vénus!

Feminino
Mensagens : 298
Idade : 30
Localização : Algures em Lisboa!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Qui 18 Jun 2009, 17:39

Deixo-vos aqui este capítulo... chamar-lhe ia mais uma confissão.
Mais... Estou a gostar das opinioes, penso que a vivi vai ficar muito feliz mesmo.
Desculpem de novo a tradução se houver erros.

E aqui deixo pois amanhã é festinha dos meus caninos e nem tempo dará pra respirar.

Bjos *


Capítulo 4 (parte 1) - A Confissão

Serena volta da escola triste e decide passar na loja de vídeo games para ver se encontra Darien. Ela procura pela loja, mas não o encontra e então vai falar com Andrew.
- Olá Serena. Continuas triste, o que aconteceu? Algum problema na escola?
- Olá Andrew. Não aconteceu nada, está tudo bem. Podes me dar um refrigerante?
- Claro, só um minuto.
Serena olha distraída pela loja ainda procurando por ele quando sente duas mão a taparem-lhe os olhos. Ela sorri e decide brincar com ele.
- Kenshi?
Darien ri e tira as mãos dos olhos dela.
- Que coisa feia, Rina, eu deixo-te sozinha por algumas horas e tu já tens um substituto?
- Darien! - ela ri.
- Como estás?
- Eu estou bem e tu? Como está a tua ferida?
- Está bem, não foi nada.
- Eu nem te agradeci por ontem. Eu...eu sinto muito, magoaste-te por minha causa.
- Serena está tudo bem, e já me agradeceste, de uma maneira incrível.
- Não, não está tudo bem! T...tu não devias ter feito isto, não por mim.
- Acalma-te, Serena, eu não te quero ver triste. Senão vou pensar que tudo isto é para eu não ir jantar à tua casa hoje.
- O jantar! Eu tinha me esquecido .Tenho que ir, tchau! - Serena sai correndo e Darien ri quando ela quase atropela um menino.
Andrew vai até Darien preocupado:
- O que aconteceu com ela? Vocês zangaram-se de novo? O que lhe disseste desta vez?
- Acalme-se Andrew, nós não nos zangamos, não tem acontecido já faz um tempo. Rina esqueceu-se de um compromisso por isso saiu correndo.
Andrew o olha surpreso
- Desde quando cabecinha de vento se tornou, Rina?
- É uma longa história...


Faltavam quase duas horas para o jantar quando Darien chegou ao seu apartamento. Ele tira os sapatos, deixa as chaves em cima da mesa e vai tomar banho.


Serena ainda está a ajudar a sua mãe, ela olha para o relógio e decide ir-se vestir.


Darien está parado em frente ao armário enrolado numa toalha tentando decidir o que vestir. Ele opta por umas calças preta e uma blusa de botões azul escura preferindo usá-la com a manga dobrada até um pouco abaixo do cotovelo. Ele termina de se vestir e vai para a garagem buscar o carro.
ParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoiceParvoice
Ele bate à porta e vê o relógio * Bem na hora. Ok, Darien aqui vamos nós * A porta se abre e ele vê a mãe de Serena.
- Olá, Darien, entre por favor.
- Obrigado, Sra. Tsukino. - Ele entra.
- Como estão os machucados nas suas costas?
- Estão bem melhor.
- Vá em frente, fique à vontade enquanto termino o jantar.
Ele se senta no sofá e vê uma foto de Serena. Pega a foto da mesinha de centro e a encara distraidamente.
- Gosta dessa foto?
Darien se assusta e vê o pai de Serena sorrindo para ele. Ele se levanta e aperta a mão dele.
- Olá, Sr.Tsukino!
- Boa Noite Darien, como vai?
- Bem
- Algo para beber? Uma cerveja?
- Eu não bebo nada alcoólico, mas aceitaria um copo d'água.
- Óptimo. Eu vou buscar a água. - Ele sai da sala por um tempo e quando volta entrega o copo para Darien. - Aqui está.
A mãe de Serena sai da cozinha.
- O jantar está quase pronto Darien, quer algo para comer enquanto espera?
- Não, não se preocupe.
- A Serena ainda não desceu? - Ikuko põe as mãos na cintura e levanta o tom de sua voz - Serena! Darien já está aqui, anda.
- Já estou indo. - Serena desce e Darien fica sem reacção ao vê-la, ela estava linda, não que já não fosse. Usava um vestido de alças rosa claro e seus cabelos estavam presos com uma fita da cor do vestido no estilo de sempre. Serena ficou vermelha ao ver Darien olhando para ela.
- Agora só falta o Sammy, ele deve chegar a qualquer momento.
Sammy entra correndo pela casa com cara de quem viu um fantasma:
- De quem é aquele carro desportivo super fixe parado na frente de casa?
- Carro desportivo? - O pai de Serena vai até a janela e fica surpreso
- É um vermelho? Oh...é...é meu.
* Como é que esse rapaz pode pagar por um BMW? * Sr Tsukino pensa.
- Sério? Nós podemos dar uma volta? - Sammy fala com um brilho nos olhos.
- Sammy o jantar já está pronto, vai-te lavar e vem para a mesa. Darien se quiser pode se sentar perto de Serena.
Eles se sentam e Ikuko vai pegar o jantar, Sammy volta e se senta. Ele olha desconfiado para Darien:
- És o namorado da Serena?
- Sammy!
- Não, nós somos apenas bons amigos. - Darien sorri e olha para Serena, ela o olha triste, quase que decepcionada. Ele pega a mão dela e a aperta. Serena olha para suas mãos e sorri.
- Então, Darien, como é que você conhece a minha filha?
- Nós vemo-nos frequentemente na loja de vídeo games e tornamo-nos amigos.
A mãe de Serena chega com o jantar.
- Abram espaço para o jantar.
Darien levanta-se.
- Deixe-me ajudá-la.
Serena assiste a tudo sorrindo * Ele sabe mesmo como agradar. Acho que até o pai está a começar a gostar dele.*
- Você estuda Darien?
- Sim, eu estudo medicina na Azabu Tech.
- Deve ser bastante estudioso, essa é uma das melhores faculdades do Japão.
- Pode-se dizer que sim. - ele sorri embaraçado.
- Onde mora?
- Azabu towers.
- Aquele enorme condomínio em Grotto Park?
- Sim, esse.
- Você trabalha?
- Sim, eu era modelo, mas agora eu trabalho para uma firma de computação. Por causa da faculdade eu só trabalho três vezes por semana.
O irmão de Serena entra no assunto entre o Sr. Tsukino e Darien.
- E como tens dinheiro para comprar uma BMW e morar num lugar tão chique?
- Sammy! Não perguntes coisas tão pessoais.
- Está tudo bem, Sra.Tsukino. E...eu tenho algum dinheiro da minha família.
- E onde estão seus pais? Quando poderei conhecê-los?
- Desculpe, mas creio que isso será impossível.
- Porquê? Eles estão fora da cidade?
- Eles morreram num acidente anos atrás
- Me desculpe, eu não sabia. Não queria ter trazido essas lembranças à tona.
- Está tudo bem, eu realmente nem me lembro deles. Era muito pequeno quando tudo aconteceu, tinha 6 anos e perdi a memória no acidente.
- Quem te criou?
- Sammy!
- E...eu morei em um orfanato.
Serena o olha triste, como ele conseguiu ficar todo esse tempo sozinho? Não é a toa que ele era tão fechado e solitário. Cada vez mais ela se apaixonava por ele, mas não o merecia, ela pensava * Não posso, não mais. *


Última edição por Dumpling* em Qui 18 Jun 2009, 17:47, editado 1 vez(es)

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Qui 18 Jun 2009, 17:40

Capítulo 4 (parte 2) - A Confissão


- A comida está boa, Darien? - A mãe de Serena muda o assunto vendo que Darien está se mostrando desconfortável.
- Está óptima! Se não for muito trabalho gostaria que me desse a receita.
- O Darien cozinha?
- Sim, tive que aprender. Moro sozinho desde meus 15 anos. - Darien olha para Serena e a vê triste olhando para a comida intocada de seu prato. A mãe dela percebe e fica preocupada.
- Filha, ainda não comeste nada.
- Desculpa, estou sem fome. Vou para meu quarto.
Serena se levanta apressada e sente-se tonta. Ela pisa em falso, mas Darien a segura. Ele a ajuda a se sentar e sussurra no seu ouvido:
- Vamos dar uma volta? - Serena olha para ele e consente com a cabeça - Acho que ela precisa de ar, importam-se que a leve para darmos uma volta?
- Claro que não, Darien
- Obrigado, Sra. Tsukino.
- E a volta que eu pedi? - Sammy olha triste para ele
- Outro dia, se os teus pais deixarem, eu vout-te buscar ao colégio com meu carro.
- Boa!
Darien ri e vai embora com Serena apoiada nele. Eles caminham um tempo em silêncio, Serena está pensativa.
- Uma moeda por seus pensamentos
- Hã? Não é nada.
- Serena, alguma coisa está a incomodar-te. Por que não me dizes o que é?
- Acho que os meus pais gostaram de ti. - ela desconversa.
Darien pára e obriga Serena a parar também.
- Serena, por favor...
- Por que nunca me contaste sobre os teus pais?
- Nunca contei a ninguém, o único que sabe é o Andrew. Não gosto de falar sobre isso, não quero que as pessoas sintam pena.
- Que bom que contaste para mim.
- Por que diz isso?
- Por que isso mostra que confias em mim.
- É claro que confio, mas tu também tens de confiar em mim.
- Mas eu confio.
- Então conta-me o que te está a incomodar. Eu não aguento ver-te triste assim…
- Eu não posso Darien, desculpa.
- Porquê? O que pode ser tão horrível assim que não me possas contar? Deixa-me tentar ajudar-te.
- Não podes...ninguém pode.
- Porque não me contas, porquê o medo?
- Se eu te contar, não vais falar mais comigo. - ela abaixa a cabeça.
Ele sorri e levanta o queixo dela obrigando-a a olhar para ele.
- Rina, eu nunca faria isso, o que eu te disse no dia do acidente é verdade. Amo-te... amo muito e não posso mais viver sem ti.
- Darien. - Lágrimas rolam no rosto dela.
- Confia em mim.
Serena olha para o chão tentando achar algo de interessante ali, ela respira fundo tentando achar coragem.
- E.... eu... eu fui v…vi…violada…
Darien se afasta surpreso.
- Meu Deus, Serena, como, quem foi?
- N...não foi minha culpa, e...eu não....não queria. - Serena começa a soluçar e Darien a abraça apertado.
- Está tudo bem... T...tu contas-te isto a alguém? À polícia? Teus pais? - Serena balança a cabeça negativamente. - Tu guardaste tudo isto para ti todo esse tempo?
Ela começa a chorar de novo afundando a cabeça no peito dele enquanto ele acaricia os cabelos dela e murmura palavras sem sentido tentando acalmá-la. Eles ficam assim durante algum tempo até que ela parar de soluçar. Ela se afasta dele se sentindo desconfortável, não conseguia olhar nos seus olhos, tinha medo, medo do que ele iria achar dela agora. Ela olha para os lados tentando se distrair e encontra seu agressor indo em direcção a ela. Serena sente as pernas tremerem e agarra a mão de Darien buscando protecção. Ele sente Serena apertar sua mão e a vê pálida e paralisada. Ele olha na direcção em que ela está olhando e vê o rapaz que a estava incomodando na loja de vídeo games indo na direcção deles.
- Como estão os pombinhos? - o agressor de Serena diz com um sorriso cínico
- O que queres daqui? - A raiva toma conta do corpo de Darien
- Eu só estava dando um passeio e os vi aqui. Como estás tu boneca? O que foi, estás com medo de mim?
- Deixa-a em paz!
- Vejo que conseguiste um guarda-costas.
- É melhor irmos embora, já está tarde. - Serena fala baixo, o medo é aparente na sua face.
- Já vais? Que pena, pensei que ia poder divertir-me um pouco.
- Desgraçado! - Darien dá um soco nele que cai no chão.
- Não te metas, o assunto é entre mim e ela. O que estás tu a fazer com ela? Obra de Caridade?
- O quê? - Darien cerra os olhos
- Vamos embora, Darien. - Serena o chama, sua única vontade é ir embora.
- Tu achas que ele está contigo porque te ama? Pensa bem, um homem só pode querer duas coisas com alguém como tu boneca.
- Deixe-a em paz!
- Primeira: levar-te para a cama, mas acho que já é meio tarde. - Ele ri - Segundo: Pena.
Darien o levanta pela camisa
- Se dizes mais alguma coisa eu...
- Porquê tanta raiva? Algo do que eu disse é verdade?
Darien o soca novamente até ele cair no chão, Serena assiste a tudo confusa, triste. O agressor fica no chão rindo, o nariz sangrando. Darien se vira e caminha até Serena.
- Desculpa-me… eu... - Darien tenta se explicar
- Vamos embora. - Serena respira fundo
Eles caminham em silêncio até a casa dela. Ele vai se despedir e a beija, mas ela não corresponde.
- Algo errado? - ele pergunta confuso
- Tu não serias capaz de ficar comigo só por pena não é?
- Claro que não, já disse que te amo - Ela sorri, lhe dá um beijo e entra em casa.

Continua.


Garanto-vos: muito está para acontecer...
No capítulo 5 muito mesmo! e espero conseguir postar amanha. Ate la. Um beijo


Última edição por Dumpling* em Sex 19 Jun 2009, 17:40, editado 1 vez(es)

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por kelinha em Sex 19 Jun 2009, 02:57

O Darien foi muito querido em compreender a Serena, só não sei como é que ele vai reagir quando souber que ela está grávida, mas parece-m que ao inicio deve ficar um pouco chateado e confuso, mas acho que depois a vai compreender, afimal ele ama-a...

kelinha
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 349
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por DiiLuna em Sex 19 Jun 2009, 03:45

Bem, ainda bem que não li isto numa aula ou estava em sarilhos. *GRITO HISTÉRICO*

ESTÁ FENOMENAL!
Palavras para quê? Os sentimentos são palpáveis. Eu consigo sentir aquilo que a Vivi descreve. É tudo tão real... Parabéns!

DiiLuna
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 245
Idade : 28
Localização : Cidade Invicta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por RitaMarte em Sex 19 Jun 2009, 04:02

Esta fic está espetacular!
Não à palvras que cheguem para descrevela!
Espero que postes bem depressa!

RitaMarte
R: Pelo Poder Estelar de Mercúrio!
R: Pelo Poder Estelar de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 419
Idade : 20
Localização : Lisboa

http://inuyashaportugal.forumeiros.com/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Serena em Sex 19 Jun 2009, 06:49

Olá, bem não sei porque mas tenho a sensação que já li uma fanfic parecidissima a esta.. Smile Existe ali uma repetição de uma parte do texto, verifiquem isso! ^^

De resto tá tudo muito bem, gosto desta fanfic!

Serena
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 44
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Lena_Dias em Sex 19 Jun 2009, 07:09

olhem...ham...isto nao é nada comigo...ms acho que os comentários do tipo: adorei! posta mais depressa

nao sao do tipo de comentarios que a vivi e a dumpling querem, nem mesmo os que os outros escritores gostam, isso desanima :/ e esta historia merece muito mais que isso, eu já a li em br e sei do que falo, porque ela comove mesmo, e isso ~´e apenas um reles comentario de quem ta a ler so por diversao e nao se preocupa em sentir a fic. Espero nao estar a ofender ninguem.

Tu sabes a minha opiniao.

Esta fic é realmente maravilhosa e mesmo muito marcante. Quando pensas que sabes qual vai ser a reacçao do personagem, espantas.te porque é completamente diferente do que esperavas.

Quando estás a ler, a pouca descrição que tem é tão marcante que tu pensas que és mesmo a Serena e consegues sentir o que o Darien sente. Simplesmente é uma fic mágica, eu estou a gostar imenso de acompanhar.

Parabéns à vivi pela fic e a ti pela excelente tradução ^^

beijinho

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por deba em Sex 19 Jun 2009, 08:55

a fic esta fantastica!
tens de escrever mais e bem depressa senao em nome da lua vou castigar-te! Very Happy

deba
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 133
Idade : 20
Localização : Coimbra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Lena_Dias em Sex 19 Jun 2009, 12:08

ok, eu digo uma coisa e simplesmente sou ignorada. É disto que se fala. Vocês têm de ler as coisas. onde este forum vai parar Evil or Very Mad

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por DiiLuna em Sex 19 Jun 2009, 13:43

Lena, tenho de admitir que tens razão. Não estámos a fazer um bom trabalho nas criticas.
So, vou reescrever a minha.

Dumplingzinha. Se eu tivesse que avaliar esta história daria-lhe uma nota altissima. Porquê?
Antes de mais pela sensibilidade demonstrada em cada palavra. Para se ser escritor tem de se ter a paixão pela escrita a correr nas veias e essa paixão é bem palpável.
Segundo tens um talento inagualável.
Terceiro, poucas histórias são capazes de despertar as emoções das personagens em mim, mas tu conseguiste-o. Excelente trabalho.

DiiLuna
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 245
Idade : 28
Localização : Cidade Invicta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por J@n!nh@ em Sex 19 Jun 2009, 14:08

Querida Dumpling, não resisti e já estou a ler a fic (outa vez XD)

Estou com a Dii, poucas historias são capazes de despertar as emoções das personagens (citando a Dii) e esta historia faz-me mesmo sentir o que elas sentem, é magnifico ler algo que nos deixa o coração a bater mais forte...

Beijokitas do tamanho do mundo e continua a postar xim ( lá vem a lamechisse outra vez)

J@n!nh@
R: Pelo Poder Estelar de Marte!
R: Pelo Poder Estelar de Marte!

Feminino
Mensagens : 558
Idade : 29
Localização : Beja e Santiago

http://paintingstarswithme.blogspot.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Sex 19 Jun 2009, 17:53

Obrigada pelo aviso Serena, nao tinha reparado ^^,
Meninas tou muito feliz com os comentarios, ja disse alguns a vivi e ela ficou igualmente contente, pensa ate vir fazer uma visitinha a Portugal Mongloide

Beijinhos e espero que gostem deste capitulo... estou morta depois de 13 horas a preparar uma festa e a ouvir meninos caninos mas ainda tive a fazer modificaçoes para ser agradavel de ler aos ouvidos portugueses. Na parte do "Droga" eu nao sabia o que por... nao ia por algo muito mau ... e aceito sugestoes para quando esta palavra aparecer ^^


__

Capítulo 5 - Descobertas

(Dois meses depois) Serena e Darien estão namorando, mas ela ainda não tinha contado nada sobre a gravidez. Por várias vezes tinha tentado, mas nunca tinha coragem. Não conseguia acreditar que Darien ainda não tinha descoberto, os sinais da gravidez estavam cada vez mais evidentes o que a deixava apreensiva.

_____________________________________________________


Serena vai visitar Darien ao hospital, ele estava no seu primeiro estágio, ela o encontra conversando com outro médico e se aproxima:
- Olá.
- Rina, o que fazes aqui? - Ele a olha surpreso.
- Estava com saudades. Estou a atrapalhar?
- Claro que não. O que achas de irmos ao café tomar alguma coisa?
- Claro!
Eles vão para o café e ficam conversando por um tempo. Darien olha para o relógio e diz que tem que ir. Ele e Serena saem, mas ao chegar à porta do hospital ela se sente tonta e desmaia. Darien fica preocupado e leva-a até um dos quartos onde um colega seu faz alguns exames e acompanha tudo de perto. Pouco depois o colega volta e vai falar com Darien.
- Como está a Serena? - Ele pergunta preocupado.
- Ela está bem, eu suspeitava de anemia e pude confirmar com o exame de sangue. Mas também vi outra coisa…
- O quê?! Alguma coisa grave?
- Darien, ela está grávida.
- O quê? - Darien se senta no chão surpreso.
- Pensei que soubesses...
- Ela não me disse nada.
- Ela já está de cinco meses e tu nem desconfiaste?
- Sim, desconfiei, mas...
- Não sei se fico feliz ou triste por ti.
- Hã? Porquê?
- Você vai ser pai.
Darien abaixa a cabeça triste e murmura mais para si mesmo do que para seu colega.
- Não é meu...
- O que disseste?
- Nada. Eu já posso vê-la?
- Claro, ela já deve estar a acordar.
Darien entra no quarto e senta-se na cama onde Serena está, e ela acorda assustada.
- Onde estou? O que aconteceu?
Ele acaricia os cabelos dela e tenta sorrir, mas não consegue.
- Por que não me contaste?
- Do que está a falar?
Darien levanta-se e vai até à janela, passando a mão pelos cabelos nervoso.
- Porque não me disseste que estás grávida?
- C...como é que...? - Ela o olha assustada.
- Tu desmaiaste quando ias a sair, fiquei preocupado e pedi para fazerem uns exames. O meu colega contou-me faz pouco tempo.
- Eu...desculpa.
- Pensei que confiasses em mim. Droga Serena eu sou o teu namorado!
- Eu confio só que...
- De quem é?
- O quê?
- Eu sei que não é meu, nós nunca...
- Darien, por favor…
Ele vira-se para ela.
- Foi aquele desgraçado não foi? - Serena abaixa a cabeça. - Devia tê-lo matado quando tive hipótese. - Serena aperta os lençóis tentando controlar o medo e as lágrimas que queriam cair. - Como pudeste esconder isto de mim durante tanto tempo? Porquê?
- E...eu tive medo.
- Medo de quê? O que achavas que eu iria fazer? Diz-me!
- Não te queria perder.
Ele senta-se na cama, ela vira o rosto para a janela não querendo olhar para ele. Darien segura o queixo de Serena obrigando-a a olhar para ele.
- Rina, por favor, olha para mim. Por que não me contaste?
- Tive medo que me rejeitasses.
- Eu nunca faria isso... - ele a abraça – Os teus pais sabem?
- Não, não tive coragem...eles vão ficar desapontados.
- O que pensas fazer?
- Eu não sei.
_____________________________________________________

Alguns dias passam, Serena está no seu quarto a vestir-se para sair com Darien quando sua mãe entra.
- Filha, tens umas amigas tuas lá em baixo que querem falar contigo.
- Amigas?
- Disseram que era importante.
- Podes mandar subir.
A mãe dela fecha a porta e chama as meninas. Elas batem à porta e Serena convida-as para entrar.
- Nós precisamos de falar contigo. - Lita diz em tom sério
- Não temos mais nada para conversar, há muito tempo que não temos mais nenhuma relação. - Serena responde indiferente
- Serena, por favor, nós precisamos de ti. - Ami tenta convence-la
- Pois eu não preciso, se me dão licença eu preciso de terminar de me vestir.
-Por favor, perdoa-nos. Não queríamos ter dito tudo aquilo, estávamos cansadas e... - Mina tenta explicar, mas é interrompida
- Mas vocês disseram e nada pode mudar isso.
- Queres saber, eu cansei-me. Cansei-me das tuas criancices, nós viemos pedir desculpas se não quiseres aceitá-las tudo bem, eu sempre soube que tu eras uma cobarde, aproveitas-te a primeira oportunidade para te livrares das responsabilidades...Se já és assim com essa idade, imagino mais tarde quando fores mãe.
- Rei! - as guerreiras a chamam à atenção.
Serena a olha magoada, os olhos cheios d'água.
- Já chega! Saiam daqui já!
_____________________________________________________

Darien bate à porta e a Sra. Tsukino vai atender.
- Olá Darien, como estás?
- Bem e a Sra.?
- Também. A Serena está no quarto a conversar com umas amigas, se quiseres pode subir para apressá-la.
- Obrigado, com licença. - Darien vai até o quarto de Serena e pára ao ouvir uma discussão. Parecia que Serena estava a discutir, ele se aproxima da porta para ouvir melhor.
_____________________________________________________

- Serena nós precisamos de ti, sem a Sailor Moon o grupo não está completo. - Lita tenta abrandar o efeito da fala de Rei
- É verdade, tu como Sailor Moon, nossa líder precisamos da tua ajuda, dos teus poderes.
- Já disse que não... - Serena responde impaciente
_____________________________________________________

Darien afasta-se surpreso da porta duvidando por um momento dos seus próprios ouvidos. * Serena Sailor Moon? Impossível! Serena é desajeitada, chorona, preguiçosa.....mas tem um grande coração e está sempre pronta a ajudar, e Sailor Moon é...é....igual a ela! * De repente tudo fazia sentido. * Serena é mesmo Sailor Moon! A voz, até o estilo do cabelo é igual. * Ele fica perdido em seus próprios pensamentos até que ouve uma voz, Serena estava exaltada e ele resolve ir em seu socorro. Bate à porta.
_____________________________________________________

As meninas ficam pálidas ao ouvirem batidas na porta, elas olham umas para as outras sem saber o que fazer. Serena respira fundo e vai até à porta:
- Quem é?
- É o Darien, esqueceste-te do nosso encontro?
Elas ficam ainda mais pálidas e sussurram umas para as outras:
- Será que ele ouviu alguma coisa?
Serena abre a porta e Darien entra, lhe entregando uma rosa vermelha antes de beijá-la, as meninas os olham surpresas e sem entender nada. Serena afasta-se de Darien sorrindo, mas o sorriso desaparece quando ela olha para as guerreiras.
- Eu tenho que sair, a nossa conversa já terminou. Podem sair. - Elas saiem uma a uma passando por Darien que as olha atentamente. * Todas são sailors, sailor marte, júpiter,vénus e mercúrio *
Serena espera que elas saiam e então desaba na cama a chorar, Darien vai até ela preocupado
- O que aconteceu, Rina? Porque é que vocês estavam a discutir?
- Tu ouviste?
- Só os gritos.
- Nós discutimos.
- Isso eu sei, mas porquê?
- No dia em que tudo aconteceu.....tu sabe.....elas chamaram-me porque precisavam de ajuda mas eu... eu não pude.
- Mas tu não lhes explicaste depois?
- Elas não me deixaram explicar, eu disse que não pude, mas elas não acreditaram e começaram a criticar-me. Eu não podia explicar o que aconteceu mas...
- Está tudo bem, um dia elas vão entender.
- Desculpa, acabei por me atrasar. - Serena enxuga as lágrimas e vai até a porta. - Vamos? - eles vão embora.
_____________________________________________________

As guerreiras estão andando em silêncio pela rua, Ami e Rei estão mais atrás pensativas.
- Eu não entendo, insististe para falarmos com a Serena para voltar e estragaste tudo. Porquê Rei?
- Eu desculpem, eu...vocês não tiveram sonhos estranhos ultimamente? Como se fossem lembranças do reino lunar? - ela se vira para as outras sailors, que balançam a cabeça negativamente.
- Porque perguntas? - Ami a olhou desconfiada
- Eu não sei o que é..... há uns meses eu comecei a ter estes sonhos.
- E como são? - Mina pára para ouvir a explicação e obriga todas a pararem
- Eu não consigo me lembrar mas eles envolvem a Serena...algo neles me diz que ela está em perigo. - Elas se olham sem entender nada e continuam caminhando.

Continua.

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por MA_soul em Sab 20 Jun 2009, 07:33

Não ficou cá o meu outro comentário :Pensativo:
Pronto eu tinha postado mais ou menos o seguinte:
Estou a gostar bastante da fic e é como a lena diz...pude sentir o que o Darien está a sentir, ficar nessa "realidade", saber o que a Serena sentia e porque e que agia assim...e bem...foi uma confusão de sentimentos que não dá mesmo para escrever. Acho que a autora conseguiu tocar-nos de uma maneira muito profunda.
Continuação de bom trabalho para as duas, excelente trabalho de tradução querida odango ^^

P.S. concordo totalmente lena ^^

MA_soul
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 135
Idade : 24
Localização : Mafra

http://letsshare.blogs.sapo.pt/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por DiiLuna em Sab 20 Jun 2009, 07:41

Dumpling!!!!! Esperancoso

Que posso eu mais dizer para além de tudo o que já disse?? Sabes muito bem a minha opinião minha querida. Manda os meus cumprimentos à Vivi!

DiiLuna
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 245
Idade : 28
Localização : Cidade Invicta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por deba em Dom 21 Jun 2009, 04:37

como pudeste parar ai!eu quero continuar a ler a fic para saber se o que a rei diz e verdade, se a serena esta mesmo em perigo.
por favor tens de postar mais um capitulo hoje!please!

deba
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 133
Idade : 20
Localização : Coimbra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Dom 21 Jun 2009, 10:07

Claro que postarei hoje queridas, mas quero comentários Mongloide

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Seg 22 Jun 2009, 18:07

Aqui vai o 6º capitulo... o mais triste.
Agarrem nos lenços. E espero que gostem.
Beijos
_
Capítulo 6 (parte 1) - Facadas no coraçao

Serena sai da escola apressada, tinha um encontro com Darien e ia chegar atrasada. Ela atravessa a rua e é parada por alguém que segura seu braço.
- Aonde vais com tanta pressa?
Serena fica paralisada ao reconhecer a voz do seu agressor. Ela tenta soltar-se mas é inútil.
- Deixa-me em paz! O que queres de mim?
- Só queria conversar. E como vai o teu namorado? Ele é bem forte, conseguiu partir-me o nariz naquele dia.
- Tu mereceste.
- Vocês os dois ainda estão juntos?
- Claro que sim!
- Não pensei que fosse durar tanto. Talvez ele não sinta só pena, talvez te queira levar para cama também. - Ele ri, Serena consegue soltar-se.
- É mentira! Darien ama-me sim!
- Ama mesmo? Eu acho meio difícil, o que ele pode ele amar em ti? Uma criança preguiçosa, desajeitada, chorona...nem para tirar uma nota boa num teste serves!
- E...ele me ama...ele disse...ele... - Serena começa a chorar
- Viste, nem tu tens certeza disso. Só está contigo por pena! Não achas estranho ele só se apaixonar por ti depois de tudo o que aconteceu? Por que não lhe vais perguntar a ele?
Serena vai embora correndo deixando-o para trás com um sorriso maléfico no rosto.
_____________________________________________________


Serena entra correndo no elevador, ela não queria acreditar mas estava confusa, tudo o que ele tinha dito... ela pára na frente do apartamento de Darien e respira fundo procurando infundamente coragem. Ela vai bater à porta mas pára ao ouvir a voz de Darien e uma outra que reconheceu sendo de Andrew.
- Nós estamos juntos há uns dois meses.
- Tu e a Serena… namorando?
- Pois é.
- Desculpa, Darien, mas eu acho difícil de acreditar, vocês os dois não se aguentavam e agora...Eu acho meio estranho isto depois do que me contaste, depois do que aconteceu com ela...
- O que queres dizer com isso?
- Eu tenho quase a certeza que só estás fazendo isto por pena.- Darien o olha chocado mas não diz nada. - É verdade não é, tu só fazes isto porque tens pena dela. Darien se ela descobrir vai ficar arrasada.
- Chega Andrew!
Serena leva a mão à boca tentando abafar os soluços e sai correndo sem rumo. * Era verdade. Não me ama. * Serena entra o elevador e não chega a ouvir a resposta de Darien. "Eu amo-a, Andrew. Faço isto porque eu amo-a."
_____________________________________________________

Serena entra em casa a correr e vai para seu quarto, ela se atira para a cama e chora, as mãos agarradas nos lençóis tentando diminuir a dor no seu coração. "Não me ama...nunca...só tinha pena,ele..."Ela fica ali por algum tempo até que pára de chorar sentindo-se emocionalmente cansada.
_____________________________________________________

Andrew tinha acabado de ir embora quando Darien percebe a hora, tinha combinado de sair com Serena depois da escola, mas já estava escurecendo e ela nem tinha aparecido. Ele fica preocupado e resolve ligar para casa dela. Ele espera algum tempo até que uma mulher que ele reconhece como sendo a mãe de Serena atende o telefone.
- Sra. Tsukino, daqui é o Darien. A Serena está?
- Olá Darien. Está sim, desde que chegou do colégio trancou-se no quarto e não quis sair nem para comer.
- Eu tinha combinado sair com ela, mas ela não apareceu. Será que eu posso falar com ela?
- Claro! Só um minuto. Serena! Telefone! - Ouve-se um silêncio do outro lado e Darien espera pacientemente. Pouco depois a mãe dela volta, a voz meio preocupada. - Desculpa, Darien, mas ela disse que não quer falar com ninguém.
- Nem comigo?
- Pois...
- De qualquer forma, obrigado. - Darien desliga o telefone preocupado, não entende a reacção dela. * Alguma coisa aconteceu. * Darien vai até a varanda e fica olhando para a lua. * Hoje a lua não está brilhando muito, é como se estivesse triste. *
_____________________________________________________

Durante toda a semana Darien tenta falar com Serena, mas ela o evita. Não atende aos seus telefonemas e recusa-se a vê-lo, ele até tinha tentado falar com ela depois da escola mas não conseguiu. Ele estava a ficar desesperado, não entendia o porquê disto, nem discutir… eles nem tinham discutido. Ele tinha que saber o que estava a acontecer e resolveu mais uma vez falar com ela.
_____________________________________________________

Alguém bate na porta e a Sra. Tsukino vai atender, ela encontra Darien apoiado na parede abatido, ele tentou forçar um sorriso mas não conseguiu.
- Boa tarde, Sra.Tsukino, eu realmente preciso de falar com a Serena.
- Desculpa, Darien, mas ela ainda não chegou da escola.
- Eu sei, por isso vim cá. Ela tem-me evitado a semana inteira e eu não sei o porquê. Será que eu poderia esperar por ela aqui?
- Claro! Fica à vontade.
Pouco tempo depois Serena chega, ela entra na cozinha para falar com a sua mãe e encontra Darien.
- O que estás a fazer aqui? - Ela o olha nervosa
- Precisamos de falar...
- Não temos mais nada para falar, deixa-me em paz.
Serena vai correndo para seu quarto, Darien vai atrás.
- Já te disse para me deixares em paz!
- Não sem antes me dizeres porque me estás a tratar assim?O que é que eu te fiz? Fiquei preocupado contigo quando não foste ao nosso encontro.
- Eu não preciso da tua pena.
- Pena? Do que estás a falar?
- Tu estás livre, não precisas de ficar comigo.
- Do que estás a falar!?
- Eu estou a libertar-te deste fardo. Não precisas de ficar mais comigo.
- Serena eu não acho que tu sejas um fardo para mim, pelo contrário, eu gosto de ti.
- Mas eu não gosto e não acho justo sacrificares a tua vida por alguém que não gosta de ti.
- O quê? - Ele a olha confuso
- Tu ainda não percebeste? Eu usei-te. Achas que eu estava contigo porque gostava de ti? Que ingénuo, eu queria um pai para o meu filho e tu foste o primeiro que apareceu.
- Não é verdade, tu não serias capaz de fazer isso… Por que estás a dizer essas coisas?
- Porque é verdade.
- T...tu usaste-me? E...eu pensei que...
- Pensaste errado eu... - Serena está muito confusa, ela resolve magoá-lo antes que ele possa magoá-la ainda mais. – Nunca ninguém poderia amar alguém como tu, estarás sempre sozinho! Sempre…
Darien recua como se as palavras dela tivessem infringido alguma espécie de dor física, os seus olhos estão cheios d'água e ele vira-se de costas para que ela não visse as lágrimas que começam a correr pelo seu rosto.
- Tens razão, ninguém poderia amar-me, estás feliz? Finalmente se vingaste-te de todo o tempo que eu te provoquei mas eu nunca fui cruel contigo, não da maneira que tu estás a ser agora. Eu nunca mais cruzarei no teu caminho assim como eu espero que tu não cruzes o meu. - Ele bate a porta com força e desce as escadas, está com raiva, dele por ter acreditado no amor e dela por tê-lo enganado.
Serena cai no chão chorando, não acreditando em tudo o que disse.* Como pude eu magoá-lo dessa maneira? *


Última edição por Dumpling* em Seg 22 Jun 2009, 18:12, editado 1 vez(es)

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Dumpling* em Seg 22 Jun 2009, 18:09

Capítulo 6 (parte 2)


Darien enxuga as lágrimas quando vê o pai de Serena, ele o cumprimenta e ele o convida para almoçar.
- Desculpe, mas vou ter que recusar o convite.
Só então ele percebe os olhos de Darien vermelhos e um pouco inchados
- Aconteceu alguma coisa rapaz?
- Não, está tudo bem.
- Você e minha filha discutiram não foi?
- Ela terminou comigo, só isso. Eu tenho que ir.
- Lamento.
Darien vai até seu carro, ele apoia a cabeça no volante e deixa que algumas lágrimas escapem, ele lembra-se das palavras de Serena, tão frias e cruéis, como se fossem facas a despedaçar sua pele. Mas eram verdadeiras, e isso era o que mais doía ,sempre estivera sozinho e sempre assim ficaria. Com isso ele liga o carro e sai. Sentado numa árvore, lá perto, uma pessoa observa tudo com um sorriso no rosto. Darien conduz por horas sem saber para onde ir até que pára em frente a um pequeno bar longe do centro, ele pensa um pouco e entra.
_____________________________________________________

Serena fica no seu quarto o dia todo, a imagem de Darien, os olhos dele quando eles discutiram não saiam de sua cabeça. Ela adormece e não percebe a pessoa que a observa em cima da árvore.
_____________________________________________________

Serena acorda assustada com o barulho do telefone, ela houve batidas na porta e pouco depois a sua mãe aparece.
- O que foi mãe?
- Telefone para ti, diz ser um amigo.
- Não disse o nome?
- Não, vais atender?
- Sim. - A mãe dela sai do quarto e ela pega o telefone. - Alô? Quem é? - Ninguém responde - Darien? És tu?
- Sinto decepcioná-la, mas não é ele.
- O que queres? - Ela fala em tom de raiva ao reconhecer a voz do seu agressor
- Soube que terminaste com aquele rapaz.
- Como soubeste?
- Eu ouvi e o vi a sair da tua casa, mas ele não parecia nem um pouco triste. Até parecia feliz, aliviado, como se tivesse se livrado de um peso, sabes.
- Estás a mentir!
- Estou? Nem mesmo tu consegues acreditar nisso. Acho que depois de tudo o que tu disseste, nem por pena ele volta.
- Não sabes o que estás a dizer!
- Tu perdeste-o... para sempre!
- Não... estás a mentir! A mentir! - Ela deixa o telefone cair e o encara como se fosse um bicho asqueroso,ela sai correndo para o quarto-de-banho
_____________________________________________________

Darien chega a casa bêbado, caminha até ao seu quarto mas tropeça no meio do caminho e cai no chão. Ele tenta levantar-se mas não consegue e fica deitado lá, rindo.
_____________________________________________________

Serena fica encarando seu reflexo no espelho, as palavras do seu agressor ecoando na sua cabeça. Ela com raiva atira um objecto contra o espelho partindo-o e se afasta soluçando, não sabe mais o que fazer, está muito confusa. Serena vê uma lâmina caída em cima da pia e a agarra, ela encara o objecto nas suas mãos por um tempo como se segurasse um troféu. "E...eu não aguento mais magoar as pessoas que amo. Primeiro foram as guerreiras, depois Darien e se os meus pais descobrirem sobre tudo… também vão se magoar." Ela olha para os pulsos e depois para a lâmina nas suas mãos."Se eu...se acabasse com tudo agora eles não teriam que sofrer ,ninguém mais teria...nem mesmo eu." Ela passa a lâmina na pele e observa o sangue que sai de seus pulsos até que perde a consciência.
_____________________________________________________

A lua é encoberta por uma nuvem deixando o céu escuro. Darien abre os olhos assustado. "Ela está em perigo." Ele tenta levantar-se mas não consegue. Darien permanece no chão enquanto lágrimas começam a rolar por seu rosto. "Ela precisa de mim..."
_____________________________________________________

Rei estava em frente ao fogo meditando. Ela abre os olhos assustada como se tivesse sentido algo."Serena... Não!" Lágrimas correm dos seus olhos.
_____________________________________________________

Ami corre para o templo de Rei com Luna logo atrás, os seus olhos estão vermelhos e seu rosto coberto de lágrimas.
_____________________________________________________

Mina acorda assustada e vai atender a porta ao ouvir alguém batendo. Lita entra ofegante, os olhos vermelhos. Ao ver a amiga, lágrimas começam a cair por seu rosto e ela leva a mão a boca tentando abafar um soluço.
- T...Tu também sentiste não foi, Mina?
- Meu Deus, a Serena, ela...
- A Ami ligou-me e pediu para irmos até o templo de Raye. - Mina se veste e sai atrás de Lita.
_____________________________________________________

Ikuko resolve levar um lanche para a filha e vai até ao seu quarto. Ela entra no quarto procurando Serena, ao chegar à porta do quarto de banho, deixa a bandeja que levava nas mãos cair, assustada...
_____________________________________________________

Sammy está jogando vídeo game e escuta os gritos da mãe, preocupado ele vai até o quarto de Serena. Ele encontra a sua mãe encarando a entrada do banheiro, seu rosto sem cor e manchado de lágrimas, ele olha na mesma direcção e a cor de seu próprio rosto desaparece. A sua irmã está deitada no chão desacordada no meio de uma enorme poça de sangue. Sammy vai correndo até ao telefone para chamar uma ambulância.
_____________________________________________________

O pai de Serena chega em casa e encontra Sammy pálido falando ao telefone. Ele desliga e vai falar com o pai.
- Pai! Que bom que chegaste, a Serena ela... tens que ajudá-la...está a sangrar muito.
Ele corre até ao quarto da filha e encontra a sua esposa ao lado dela tentando desesperadamente parar o sangramento. Ele abaixa-se ao lado dela chamando sua atenção e ela o abraça chorando.
- A ambulância já está a vir. O que aconteceu?
- E...eu já a encontrei assim, n...não pára de sangrar. - Eles ficam abraçados até que a ambulância chega e leva Serena até o hospital.
_____________________________________________________

Eles ficam na sala de espera enquanto ela é levada para emergência, a Sra. Tsukino se senta desanimada na cadeira. O pai de Serena vai até ela e põe a mão no seu ombro.
- Ela vai ficar bem, são óptimos médicos.
- Eu sei…
- Por que não vais para casa, tomas um banho e descansas um pouco. As tuas roupas estão sujas.
Ela olha para sua saia e a vê suja de sangue
- Nem tinha percebido eu...- ela respira fundo
- Eu fico aqui e aviso-te se algo acontecer.
- Está bem. - ela abre um sorriso triste - Vamos, Sammy!

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tu podes ser feliz

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 16:14


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum