Amor Intenso, Amor que dói

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O que achaste da minha 1ª Fic?

72% 72% 
[ 28 ]
18% 18% 
[ 7 ]
8% 8% 
[ 3 ]
2% 2% 
[ 1 ]
 
Total dos votos : 39

Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Dumpling* em Sex 27 Fev 2009, 16:11

Olááá

Bem eu estou parva hoje... nao liguem :: (se fosse so hj...)

Venho escrever aqui a minha 1ª fic... e bem... eu penso que nao esta muito boa...
Mas ja me disseram que estava...
Mas eu sou teimosa e continuo a achar que não...

Eu tenho pensado esta fic há imenso tempo e quando a comecei a escrever, andei com pele de galinha. Tudo porque achava que havia sempre "falta de algo mais".

Comecei a escrever e vieram bons comentários...

O meu aviso é para menores de 16 anos não lerem... Ou pessoas mais susceptiveis porque deixei me "levar pelas emoçoes" e usei alguma linguagem menos propria. Tudo porque a fic contem violencia e como tal numa cena dessas nao iria haver "fracas emoçoes"...

Nao sejam mauzinhos e mazinhas pois foi a primeira apesar de eu ja estar a escrever outras...

Apesar de tudo... o meu objectivo é demonstrar o amor de Mamoru por Usagi. E o sacrificio que ele tera de fazer ao longo de tudo.

Beijinhus e please... comentem

______



Índice:


capítulo 1 "Felicidade e Desaparecimento" - página 1
capítulo 2 "A culpa vive dentro dele" - página 1
capítulo 3 "Nossa Luz deixou de Brilhar" - página 1
capítulo 4 "Sinto a tua falta" - página 1
capítulo 5 "Um amigo ou uma ameaça para Usagi?" - página 2
capítulo 6 "Usagi volta mas... bem?" - página 2
capítulo 7 "Tristes memórias recentes" - página 3
capítulo 8 "União: Lua Negra e Lua Branca" - página 3
capítulo 9 "Anatomia da Lua - pt. 1" - página 4

capítulo 10 "Anatomia da Lua - pt. 2"- página 5

capítulo 11 "Anatomia da Lua - pt. 3" - página 9
capítulo 12 "O Desafio - Um final para a Lua Negra?" - página 10
capítulo 13 "Começar de Novo" - página 10

capítulo 14 "Surpresa!" - página 10
capítulo 15 "Depois do Pesadelo, o Sonho" - página 11
capítulo 16 Epílogo - página 11
______




Amor Intenso, Amor que dói

Capítulo 1Felicidade e Desaparecimento



- Sim, tenho a certeza amor.

- Então este é um dos dias mais felizes da minha vida – disse agarrando-a e apertando-a como se não houvesse amanhã. – Não estava nada à espera Odango.

Usagi anunciou ao seu marido Mamoru que estava grávida de 1 mês. A resposta dele não poderia ser melhor. Era um bebé desejado, muito desejado.

Usagi, de 21 anos, e Mamoru, de 25, estavam casados há 4 anos e desde aí tem tido dificuldades: Usagi queria ser mãe mas Mamoru queria terminar o curso, aos 23 terminou Medicina e começaram aí a tentar ter um bebé mas nada estava a dar certo, não estavam a conseguir. O médico falava de dificuldades de compatibilidade e lá lá lá… Já nada disso interessava agora, tinham conseguido, finalmente! Ele já andava a pensar “se tivéssemos tentado mais cedo não seria assim, sou mesmo idiota”.



Marcaram tudo: consultas, treino pré-parto, ecografias… Tudo para que dali a 9 meses saísse tudo bem.

- Acho que estás a exagerar, - dizia a “não mais menina mas sim mulher” loira de cabelo longo e solto e olhos azuis como a água límpida – não tenho de me meter na cama ao 5º mês de gravidez coisa nenhuma, primeiro ainda falta muito, segundo já estás a ser demasiado pessimista para dizer que vou ter gravidez de risco!

- Querida, sei bem que não estou a ser pessimista, estou a tomar precauções – dizia ao abrir a porta do carro para a sua mulher – eu sou médico e, como tal, tenho de cuidar de ti princesa, sabes bem que nós tivemos dificuldades e agora quero que tudo corra bem.

- Mesmo assim…

- Mesmo assim nada – interrompendo-a – eu tenho calma mas também quero saber o que é melhor para ti e para que tudo corra bem.

- Ok… às vezes não tens noção do quão chato és mas eu já sei como me hás-de compensar.

- Então?

- Quero um graaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaande hambúrguer, ou talvez dois, e um saco cheiiiinho de doces.

- Isso faz-te mal, e não me venhas com essa de “desejos de grávida” porque está provado que isso é mentira. Mas eu aceito essa compensação, desde que não fiques mal habituada.

- EHEH, Obrigada paixão. – sorriu, dando-lhe um beijo apaixonado

Assim foram e passaram uma grande tarde, depois do almoço, passearam pela praia até ao pôr-do-sol.





- Está quieto, agora não… tenho sono. – disse em tom alegre ao sentir as mãos do marido subirem as suas pernas.

- Estou em choque! É a primeira vez que me negas… então e os tempos de “Vamos brincar”, acabaram?! Normalmente és tu quem pede!

- Sim paixão mas agora não, estou cansada.

- E amanhã de manhã?

- Sim Mamo-chan, dorme bem.

- Tu também princesa, e tu também bebé, não me esqueço de ti.

Adormecendo agarrados e felizes, mal sabiam o que estava para vir…



*** Num lugar escuro ***



- Vão ver, ela vai ser minha… aqueles olhos… eu nunca esqueci aqueles olhos… Princesa da Lua Branca. – uma sombra movia-se na escuridão, desaparecendo imediatamente como um “Flash”.



*** No Quarto de Usako e Mamoru ***



- Aqui está ela… Finalmente vou tê-la nos meus braços.






- Bom dia Usa………. Usako, onde estás?

Mamo-chan procurou em toda a casa mas ela não estava, ligou para o telemóvel mas continuava na mesa-de-cabeceira, a mala continuava ali

- Não pode ser… Sinto que algo aconteceu, ela não sairia de casa assim e as portas estão todas fechadas e as chaves dela continuam aqui…



*** Num lugar estranho ***



- Finalmente minha princesa… estás nas minhas mãos, agora nunca mais irás escapar.


_________


Última edição por Dumpling* em Dom 05 Abr 2009, 17:28, editado 19 vez(es)

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Convidad em Sex 27 Fev 2009, 16:14

tá muito giro tens geito continua

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Dumpling* em Sex 27 Fev 2009, 16:18

Sandra Pereira escreveu:tá muito giro tens geito continua




Dumpliing olha...

Pensa "mesmo agora postei"

Dumpliing baba :g12:

Dumpliing quase chora :g9:


Apesar de peqenino ficou felizzzz

Obrigada Sandra. Continua a ler sim?



WeeeeWeeee

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Convidad em Sex 27 Fev 2009, 16:19

Vou continuar apesar de ser para maiores de 16!! XD

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Dumpling* em Sex 27 Fev 2009, 16:20

Sandra Pereira escreveu:Vou continuar apesar de ser para maiores de 16!! XD



Ah... desde q n sejas mto sensivel e o Sammu nao me mate (pelo aviso nao cumprido) tudo benhe :^^':

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Convidad em Sex 27 Fev 2009, 16:21

Eu não sou sensível!!! Ainda bem

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por hopeless em Sex 27 Fev 2009, 16:23

olá

Gostei de ler a tua fic , mas tem atenção á sua ortografia e nos sinais ortográficos.

hopeless
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 113
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Dumpling* em Sex 27 Fev 2009, 16:26

hopeless escreveu:olá

Gostei de ler a tua fic , mas tem atenção á sua ortografia e nos sinais ortográficos.


Obrigada =)

bem quanto a isso... eu tento, pelo menos não usar muita virgula para nao complicar leitura e assim . Sei que uso muitas reticencias... mas é mesmo habito.. Desculpa aí =) Estou habituada a escrever à mão e à mão é sempre diferente por haver uma "auto-correcçao" na minha cabeça.

Beijinho. Continua a ler, se quiseres claro. :^^':

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por atalantaV em Sex 27 Fev 2009, 18:57

Olá Dumpling* ^^

Gostei bastante do que li, parece-me interessante. Estou curiosa para saber o que sairá daqui...

Parabéns e continua!

Beijokas

atalantaV
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 222
Idade : 28
Localização : Barreiro

http://www.fanfiction.net/~atalantav

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por MoonAnime em Sab 28 Fev 2009, 17:15

Estou ansiosa por ele o próximo capítulo

continua a escrever tens muito jeito

beijokas

MoonAnime
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 220
Idade : 32
Localização : Vivo No Norte de Portugal

http://www.youtube.com/SeniAnimeWorld

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Dumpling* em Sab 28 Fev 2009, 18:09

Obrigada Atlanta Borboletinha eheh q querida Mongloide

Continua a ler e verás... Terá muito drama mas penso que acabará em bem vamos ver Razz
Beijinhos


MoonAnime. Que bom que gostaste. Essa tua frase fez me sorrir mesmo a sério Surprised.o: Que qerida. Continua a ler. Beijiinhuz

_____________

Amor Intenso, Amor que dói


Capítulo 2A culpa vive dentro dele



- Onde estou? – Acordando sobressaltada, Usagi grita, faz perguntas sem resposta -, Mamo-chan?! Que se passa? Onde estou eu? – Usa estava dentro de um quarto muito escuro, não tinha janelas, apenas uma enorme porta. Deitada sobre a cama, ela tenta mover-se mas apercebe-se que está amarrada à cama. Ao aperceber-se disto grita ainda mais alto e forte.

- Calma Princesa, querida Serenidade – um homem entra e ela nem sequer acredita no que os seus olhos vêem.

- Demand?! Não pode ser! Tu morreste mesmo na minha frente.

O homem ri alto – Sim Princesa, mas eu tive uma salvação, aquela que tu derrotaste, a poderosa Galáxia, antes de vir para a Terra fez me renascer preparando-me e fazendo-me mais forte, com mais poder, quando eu soube da sua destruição, fui buscar mais poder a outros planetas até ser como estou agora: Invencivel!

- Não… tu morreste… eu destrui a Galáxia e tu morreste bem antes. Não és real, és um pesadelo, só podes ser.

Aproximando-se dela ele olha-a nos olhos – Se fosse um pesadelo eu poderia fazer isto? – e beija-a. Usagi tenta soltar-se mas os seus olhos tornaram-se hipnotizadores de novo.

- Nada que tu faças irá mudar o que sinto, amo o Mamoru, estamos casados, e o que nos une jamais poderá ser destruído.

- Mas tu ainda dúvidas do mal que te posso fazer a ti e ao Endymion. És uma graça… e esses olhos encantam-me… dão-me vontade de te possuir até gritares que és minha.

- Eu não sou tua nem nunca irei ser, com nada do que me possas fazer.

Demand ri-se e começa a despi-la. Usagi sente nojo, chora e treme. Ele volta a beijá-la e logo se despe abrindo-lhe as pernas. – Por favor PÁRA! Por favor… faz-me tudo menos isto… PÁRA por favor Demand. Eu não quero!!! – Usagi chora, como nunca tinha chorado em toda a sua vida, grita e treme, mas ele não pára.

- Isso já te passa – e logo começa a penetrá-la. – Vês? Vais gostar e podes habituar-te a este luxo porque eu to vou dar todos os dias, quando eu quiser.

Usagi desmaia, a dor que sente dentro de si é intensa, mas ela não pensa nela, ela pensa no bebé.



*** Em casa de Mamoru ***



- Sim Rey, ouviste bem. Não vou explicar por telefone! Eu preciso de vocês aqui JÁ!

‘- Pronto… pronto… estamos a ir.’

Minutos depois…

Ding Dong.

- Entrem meninas.

Na sala senta-se Amy, Rey, Lita, Mina, Hotaru, Haruka e Michiru – Mas que se passa para nos chamares com tanta urgência assim – diz Mina.

- A Usako, desapareceu… Eu não entendo… Ela dormiu comigo, eu nem a senti levantar-se e de manhã ela não estava, mas não levou mala nem muito menos a chave logo é impossível ela ter saído só, e eu temo o pior… eu sinto dentro de mim, algo aconteceu.

- Mamoru… achas que ela – Amy hesita - … foi raptada por um inimigo?

- Não sei… não sei o que pensar, eu estou a desesperar sem ela… mas se algo aconteceu a culpa foi minha.

- Pelo amor de Deus Mamoru, - Haruka diz levantando-se – se algo aconteceu a culpa nunca irá ser tua, se for será sim dela, tu saberias dela se ela tivesse gritado mas se ela não gritou não a ouviste. Talvez tenha sido por vontade própria dela…

- Não sejas ridícula! Ela nunca sairia de casa sem me dizer nada, sem me dar uma justificação. Eu vou ligar à polícia.

- Para quê? Nunca fizeram nada, nós como Sailors sempre fizemos mais do que qualquer um deles – Mina encolhe os ombros – sinceramente não me parece que vás remediar, eles dizem-te “24 horas e depois iniciamos buscas por enquanto espere” e entretanto desesperas e vais tentar procurá-la.

- Nunca faz mal tentar, eu vou procurar sim, com ou sem ajuda, mas vale sempre mais ter quem ajude. Não posso arriscar perder as duas pessoas que mais amo na vida.

- Duas?! Oh Meu Deus… Mamo-san, vocês… vocês conseguiram?! – Lita arregala os olhos.

- Sim, soube ontem… Incrível… de um momento para o outro… estávamos tão felizes, depois de tanto tentar.

- Acho melhor começarmos as buscas sozinhos. – Michiru diz.

Todos concordam e saiem de casa.



*** Lugar desconhecido ***



- Podes acordar princesa.

Ele abanou-a mas ela não acordava, deu-lhe estalos na face… Nada! – Joan!!! Chega aqui imediatamente.

Uma mulher de longos cabelos vermelhos entra – diga Príncipe.

-O que fazias antes disto? Eras tu que trabalhavas médica, estou certo?

- Sim. Antes de trabalhar para si meu príncipe, era médica num hospital na Alemanha. – Demand raptara e transformava em almas negras várias pessoas na Terra antes de planear o rapto de Usagi afim de não ter de se arriscar a dar a cara e ter ajuda de servos para tudo.

- Ok, então preciso que vejas o que se passa com a Princesa. Quero-a bem e acordada para continuar o que quero.



Depois de algum tempo a analisar, Joan disse a Demand que precisava de ir à cidade pois tinha uma ideia do que seria mas não certeza. Demand aceitou que ela saísse. Aos poucos, Usagi foi acordando e entrou em pânico novamente, gritando que julgava ter sido apenas um pesadelo.

- Por favor Demand, pára… Que mal te fiz eu?! Pelo menos por favor deixa-me falar com o Mamoru.

- Achas que eu te vou deixar nos braços de quem odeio? NEM MORTO! És a princesa da Lua e a Lua ir-me-á pertencer tal como tu. O que eu quero pedir-te, ou melhor, exigir-te agora mesmo é que me entregues o Cristal Prateado. Assim não corro riscos e Cristal Tóquio terá todo o meu poder.

- Não o tenho comigo. E mesmo que tivesse, nunca to entregaria.

- Eu cá não pensava o mesmo, porque se não me dizes onde está vai ser pior para ti.

- Não te pertence.

Demand segura Usagi pelos cabelos até ao chão e começa a espancá-la. Usagi agarra-se apenas à sua barriga, é certo: ela não se preocupa com ela mesma mas sim com o bebé.



Joan chega e Demand pára levantando-a e obrigando-a a sentar-se.

- Então já me vais conseguir provar as tuas suspeitas?

- Sim meu príncipe, mas terá de a obrigar…



*** Pelas ruas de Tóquio ***



- Já é tarde… vamos comunicar com as outras e parar as buscas, já corremos tudo meninas – Mina diz para Lita e Rey.

- Tens razão. Onde estará a nossa Usako? Deus, espero que ninguém lhe faça mal. – Lita diz com um olhar triste.

- Não quero ser dura meninas, mas só poderá ter sido um inimigo e um inimigo irá fazer-lhe mal. Tal como o Mamoru temo o pior.



As meninas entretanto comunicam e chegam a casa de Mamoru. Este está de rastos.

- Vou ligar à polícia.

-Oh céus… e ela está grávida, como foi isto acontecer?! Logo agora… Temos de a encontrar. – Amy diz para todas, todas choram causando um ambiente pesado.

Mamoru acaba a conversa com a polícia – (palavra feia!) de gente. Vão iniciar buscas daqui a duas horas! DUAS! Dá tempo a qualquer filho da (palavra feia!) que a raptou a levar para longe, eu tenho certeza que alguém a tem, alguém lhe está a fazer mal, sinto-o, com todo o amor que tenho por ela… e a culpa foi minha… sinto sempre o calor dela junto a mim… como deixei? Como…?



*** No lugar desconhecido ***



- Deu positivo príncipe.

-Significa então que ela espera bebé do príncipe da Terra e eu posso evitar que nasça. Podes sair Joan.

- Pára Demand… não me ganhas com isto por favor não faças mal ao meu bebé, ele é muito desejado, a dor que nós sentimos quando pensávamos que não a conseguiríamos conceber… Demand faz-me todo o mal, deixa-me ter o meu bebé e depois podes matar-me.

- Achas mesmo? Eu desejo-te a ti, não a um filho do teu querido marido. Deixará de o ser amanhã. Mandei-lhe um vídeo nosso a fazer amor isso vai corroê-lo e matá-lo por dentro, não aguentará com um mulher que mal desaparece já está com outro.

- Não o fizeste. Mentes… Não serias capaz de tanta maldade, eu olho para os teus olhos e sei que há algo de bom em ti … De…

- Princesa, princesa… já és minha, e em breve, eu darei cabo desse que tens dentro de ti e irei conceber outro e aí terei um herdeiro ao Reino da Lua e seremos muito felizes.

- Pára… por favor, vais acabar por me matar a mim também se o fizeres.

- Claro que não, terei cuidado, não te mato a ti, só à criança. E…

Usagi interrompe-o – Mesmo que não me mates fisicamente, irás matar-me interiormente. – Usagi deita-se tentando dormir.



*** Casa de Mamoru ***



Cedo Mamoru abriu a porta recebendo um envelope, preparou-se para o que iria ver. O envelope, sem remetente, continha um cd no interior. Imediatamente Mamoru colocou-o no computador. Horrorizado com a cena, Mamoru chorou, sozinho: a sua mulher a ser violada por um homem sem escrúpulos, mesmo com ela desmaiada continuou. Falava para a câmara directamente a Mamoru dizendo-lhe que ele nunca mais a iria ver e que tudo seria seu.

Repetiu 3xs, eram facadas espetadas no seu corpo. A pior maneira de descobrir onde o seu amor se encontrava e COMO se encontrava. A sua princesa, que protegeu a Terra com tudo, arriscando a própria vida, encontrava-se agora indefesa.

Os olhos de Mamoru eram agora feitos de lágrimas, raiva, angústia… pensamentos. “Ele, Demand, estava morto… não era possível, só poderia estar a ter um pesadelo horrivel”

Foi acordado dos seus pensamentos com o toque da campainha.



-Vocês?! Que fazem aqui??


_________________

Desculpem se tiver erros. :g7: Beijinhus

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por MoonAnime em Dom 01 Mar 2009, 05:00

Isto esta a ficar mto emocionante mal posso esperar pelo próximo episódio

MoonAnime
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 220
Idade : 32
Localização : Vivo No Norte de Portugal

http://www.youtube.com/SeniAnimeWorld

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por atalantaV em Dom 01 Mar 2009, 05:41

Olá Dumpling* =)

Dumpling* escreveu:

Demand ri-se e começa a despi-la. Usagi sente nojo, chora e treme. Ele volta a beijá-la e logo se despe abrindo-lhe as pernas. – Por favor PÁRA! Por favor… faz-me tudo menos isto… PÁRA por favor Demand. Eu não quero!!! – Usagi chora, como nunca tinha chorado em toda a sua vida, grita e treme, mas ele não pára.

- Isso já te passa – e logo começa a penetrá-la. – Vês? Vais gostar e podes habituar-te a este luxo porque eu to vou dar todos os dias, quando eu quiser.

Usagi desmaia, a dor que sente dentro de si é intensa, mas ela não pensa nela, ela pensa no bebé.

Não posso! affraid Tadinha da Usagi, não estava nada à espera, conseguiste surpreender-me Surprised


Dumpling* escreveu:
- Pelo amor de Deus Mamoru, - Haruka diz levantando-se – se algo aconteceu a culpa nunca irá ser tua, se for será sim dela, tu saberias dela se ela tivesse gritado mas se ela não gritou não a ouviste. Talvez tenha sido por vontade própria dela…

Coitadinha a passar um mau bocado e a malvada da Haruka ainda diz que a culpa é dela :zangado: *Atalanta dá cascudos à Haruka* XD

Dumpling* escreveu:
Cedo Mamoru abriu a porta recebendo um envelope, preparou-se para o que iria ver. O envelope, sem remetente, continha um cd no interior. Imediatamente Mamoru colocou-o no computador. Horrorizado com a cena, Mamoru chorou, sozinho: a sua mulher a ser violada por um homem sem escrúpulos, mesmo com ela desmaiada continuou. Falava para a câmara directamente a Mamoru dizendo-lhe que ele nunca mais a iria ver e que tudo seria seu.


Pobre Gonçalo :='(: Quando ele apanhar aquele sacana, o Diamante nem sabe onde se há-de esconder XD

Dumpling* escreveu:
Foi acordado dos seus pensamentos com o toque da campainha.


-Vocês?! Que fazem aqui??


"Vocês"???... Quem será?? scratch Penso que serão as Starlights, até porque o Diamante disse que andou por outros planetas, logo, elas devem saber que se passa (ou irá passar) qualquer coisa...

Bem, escusado será dizer que estou a gostar, não, a adorar está a ficar bastante interessante, continua assim.

Beijinhos ^^

atalantaV
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 222
Idade : 28
Localização : Barreiro

http://www.fanfiction.net/~atalantav

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Monica em Dom 01 Mar 2009, 07:42

esta muito gira continua Surprised.o:
...ai aquele Demand se o apanhasse a minha frente não sei o que lhe fazia Mad

Monica
R: Pelo Poder Estelar de Marte!
R: Pelo Poder Estelar de Marte!

Feminino
Mensagens : 587
Idade : 25
Localização : Chaves/ ou /mais propriamente com a cabeça no mundo da lua

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Convidad em Dom 01 Mar 2009, 12:08

Tens imenso jeito Smile
continuaa pff *_*

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Convidad em Dom 01 Mar 2009, 12:42

Etás a ir muito bem!! Se eu pudesse gostaria de espetar um murro no Demand!!!!! Grrrrr
XD

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Dumpling* em Dom 01 Mar 2009, 17:53

Moonie eheh obrigada. lê o resto simmmm siiiiiim ? pu favooooorr! Num perca proximos episodios pq eu tb n

Atlanta borboleta! Consegui surpreender-te Shocked uahh q bom Mongloide Muito está para acontecer eheh. Vais ver qem é eheheh


Monica . podes bater lhe... eu permito Matreiro keep reading.

diamond94. hm seras tu fã do Demand :Incredulo: e eu estou a dizer mal dele pale OHHH Matreiro obrigada a serio . por achares q tho jeito... ms eu achar q n mas continuar a escrever :sorriso: < sorriso amarelo a dar pro verde azulado

Sandrita Pereira eheh podes dar lhe um murro tb. Juntem se todos Matreiro Salvem a Usagi voces . eu sou a mazinha q escreve a historia :^^':


Beijinhos a todos e mt mt mt obrigada eheh.algum erro no cap e desculpem... serio mas isto de pc's:Pensativo:


__________
Amor Intenso, Amor que dói


Capítulo 3 Nossa luz deixou de brilhar



__________

Foi acordado dos seus pensamentos com o toque da campainha.



-Vocês?! Que fazem aqui??

__________

*** Num lugar escuro, onde reina o medo ***

- Larga-me ! – Usagi grita, está a ser arrastada da cama para o chão pelos cabelos. – Que estás a fazer?

- Cala-te! Tentas-te fugir de mim durante a noite. Tu julgas-me parvo? – Demand grita, durante a noite Joan viu-a e disse-lhe para voltar senão gritaria por Demand, no dia seguinte ela avisou logo o seu príncipe.

- Não Demand, mas tu não me podes continuar a prender aqui contra minha vontade.

- Tens a certeza disso? Achas que te deixo fugir assim de mim agora que és minha?

- EU NÃO SOU TUA!

Demand esbofeteie-a e ela cospe-lhe na cara. Limpando a cara, começa a rir alto. – És muito insolente. Acho-te piada princesa, sabes que te posso matar e tenho força para isso e continuas a gritar e a não me ter respeito.

- Não respeito quem não me respeita.

- Eu digo-te o que não respeito – Demand aproxima-se mais dela – Não respeito o filho que trazes no ventre, por ser filho de quem é.

- É filho do melhor homem do mundo, do homem que amo e que nunca me faria mal.

Demand puxa-a para e mete-a no colo levando-a para uma outra sala.



*** Em casa de Mamoru ***



- Soubemos o que se passou, Plutão contou-nos. Nós desconfiávamos que algo se passava mas não sabíamos o que seria…

- Porque desconfiaram?

- Por isto. – Por detrás do casal, um homem igual a Mamoru e uma mulher igual a Usagi mas de expressão mais velha, sai uma pequenina de cabelo rosa parecendo uma espécie de “fantasma” pois quase que desaparecia. – Algo teria de estar a acontecer para a Small Lady estar a ficar assim, pensámos que te tinhas separado da Usagi mas isto é bem pior…

- ChibiUsa. – Mamoru chora pegando a pequena ao colo - Isto significa que o nosso futuro está em risco?! O que estamos ainda a fazer aqui na porta, entrem por favor.

- Papá, mamã, sinto algo estranho desde que chegámos à Terra.

-Tem calma meu amor – Serenity diz – deve ser da falta da presença de Usagi. Mamoru estamos aqui para te ajudar. A Small Lady é a nossa luz, a nossa esperança, não podemos deixar que algo de mal lhe aconteça. Se Usagi estava grávida e lhe fizerem mal, eu receio o pior.

- Calma querida. Vamos começar a estudar a situação. Mamoru, chama as meninas para recomeçarmos as nossas buscas.



Mamoru liga às meninas e elas respondem que iriam de imediato. Mamoru olha para a tv e apercebe-se da notícia – “Mulher de 21 anos desapareceu anteontem pela madrugada na cidade de Tóquio, ao que parece, dormia aquando o rapto. O seu marido, Mamoru de 25 médico no hospital principal, não se apercebei só dando pela sua falta pela manhã. Usagi Tsukino não levava chaves nem pertence nenhum, e tudo levou ao medo e certeza de ter sido um rapto. As autoridades iniciaram ontem as buscas mas toda a ajuda é importante. Por favor, se vir a mulher da foto comunique para a polícia de Tóquio. Mais informações serão dadas no Jornal da Uma”. – A culpa apoderou-se dele novamente “O seu marido… não se apercebeu só dando pela sua falta pela manhã”



- Mamoru, não estejas assim. Conheço o meu marido melhor que ninguém e sei que ele sempre me protegeu de tudo. – Serenity disse, Mamo-chan sorriu levemente, afinal quem estava na sua frente era Usagi mais velha, a mulher que amava, incutiu-lhe calma… parecia ler a sua mente, como se soubesse que ele se sentia culpado.

- Obrigado Serenity, mas nada me irá fazer mudar a ideia de que não me dei conta da falta dela… e oh… a falta que ela faz, dói tanto…

- Mamo, não fiques a pensar isso. Toda a vida a protegeste e ela é a tua família, e o bebé que aí virá. Sei que nada acalma a dor que sentes. – Serenity sorriu triste. – Lembro-me quando partiste para os Estados Unidos, senti um vazio dentro de mim por não ter respostas… quando soube que a Galáxia te atacou senti que não tinha feito o suficiente nunca para te proteger. Salvei o Mundo e não salvei o que amo. Acredita, porque o que ela sente é o que eu sinto.

- Eu sei… só quero que ela venha para os meus braços sã e salva.

- Virá… ela virá.



Uma menina começa a chorar. – Mamã!!! Mamã!!!

- Small Lady! – Ao ver que a sua filha tinha desaparecido, Serenity chora. Endymion e Mamoru aproximam-se e Endy agarra a sua mulher abraçando-a, tristemente.

As meninas aparecem. – Que se passou?

- Aquele cabrão… ele matou o nosso bebé.

- Oh meu Deus… Serenity, Endymion… Mamoru, Nós vamos encontrá-la! – As meninas dizem decididas.

- E eu vou com vocês, talvez eles estejam perto e não noutra dimensão… e eu vou matá-lo.



*** Numa sala escura ***



- Vês princesa? Matei o teu filho, mas tu continuas aqui…

Usagi sangra imenso, chora como nunca e grita de dor até que acaba por desmaiar.

-Meu príncipe, penso que seria melhor levá-la ao hospital... Ela está a sangrar imenso. – Filipe, outro servo seu, diz-lhe sério.

-Eu sei mas para isso eu preciso que me arranjes disfarces imediatamente, ninguém nos pode reconhecer.



Filipe arranja-lhes disfarces e conduz Demand e Usagi para o Hospital de Tóquio. Lá chegando, Demand usa nomes falsos e Usagi é internada.

Porém não se apercebeu, Amy estava ali perto, era médica tal como Mamoru naquele hospital, e não tinha ido fazer buscas com as outras. Amy reconheceu a aliança invulgar nas mãos de Usagi e ligou de imediato para Mamoru.



*** Num parque ***



- Já estou a ir então. – Desligando o telemóvel comunica às meninas o sucedido. Todas correm imediatamente para o Hospital mas um homem de cabelo azul curto ataca-os.



Pensam todos estar sem salvação, uma corrente de energia enorme apodera-se de todos eles.



- Pára! – Um misterioso homem ataca o homem de cabelo azul livrando os todos da poderosa corrente de enegia.

- Quem és…. Vocês?!?!

---- Continua ----




Hum… quem será? Apostas aceitam-se Wink



Sei que a história está dramática… Mas ainda não terminará aqui.



Beijinhuz a todos.

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Convidad em Seg 02 Mar 2009, 09:28

tá muito giro! eu acho que quem apareceu foram os 4 generais que protegem o príncipe endymion

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por MoonAnime em Ter 03 Mar 2009, 11:40

O fic está a ficar emocionante mal
consigo espera pelo próximo capítulo

MoonAnime
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 220
Idade : 32
Localização : Vivo No Norte de Portugal

http://www.youtube.com/SeniAnimeWorld

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Dumpling* em Qua 04 Mar 2009, 17:14

Fico feliz por gostarem =)

Mais um capitulo...

Beijinho.

:^^':
Amor Intenso, Amor que dói


Capítulo 4 – Sinto a tua falta



- Vocês aqui? – Os “Starlights” acabando de derrotar o maldito aliado de Demand.

- Viemos assim que soubemos o que se passou, enquanto a nossa Princesa vagueava pela Terra soube… - Seiya disse calmamente – eu nem acredito no que aconteceu com a Usagi.



*** No Hospital ***



- Hum minha princesa parece-me que chega de estares aqui, vamos embora antes que apareçam os teus amiguinhos.

- Eu ainda não estou bem, ouviste o médico..

- Quero lá saber. Nem que venhas por arrasto. Achas que não fico feliz de teres abortado do filho do Endymion?

- Tu não podes ser tão mau assim… és demasiado cruel.

- Cala-te e vem comigo. Sou cruel porque te amo.



- Amy… onde está ela?

- No quarto 492, os médicos acabaram de retirar o bebé dentro do corpo dela… Mamoru, lamento muito.



Mamoru não se move. Só consegue chorar. Lembra-se das palavras de Usagi, quando ambos sofriam, partilhavam a dor. Usagi dizia-lhe “Afunda teus olhos nos meus, para não me perder” , principalmente nos últimos tempos, quando desesperavam por não conseguirem conceber. Ele dizia-lhe “Vamos conseguir, porque a tua pureza é maior, e a Chibiusa vai nascer e surgir nas nossas vidas para nos fazer sorrir.”

Já nada disso era possível.

Acabou tudo.

Só começou uma nova era: a de sofrerem ambos.

Mamoru pensava que talvez era uma partida do destino. A vida já tinha desafiado muito Usagi: ela sempre lutou por ele.. quando descobriram que era príncipes, que o seu destino era para ser passado junto, quando Mamoru perdeu a memória… e até a atacou… quando renasceram e lutou pelo seu amor em frente a All e Ann, quando os sonhos surgiram na sua mente, sonhos aterradores, magoou-a… magoou-a tanto. E finalmente quando estavam bem, ele ia partir para os Estados Unidos porém fora atacado pela Galáxia e a morte foi certa para ele… mas ela lutou, deu a vida e salvou-o…

Sim… talvez fosse um desafio da vida. Só não entendia porque é que esse desafio tinha de envolver a morte da sua querida filha, a que ambos amavam mesmo sem a ver.

Ele pensava que não, que cada dia a amava mais e que era impossível amar mais… mas… a dor que sentia no coração: era a verdadeira força do amor.

Mais do que nunca, naqueles dias, sentia a sua falta. Falta dos seus olhos… falta do seu sorriso… falta das suas mãos sobre as suas… falta do seu cheiro… falta do seu corpo… do seu abraço.

Sim, aquela dor era o amor. O que sentia todos os dias era amor mas aquela dor fazia-o pensar “O amor que sentia por ela não era suficiente… pois sempre pensei que a amaria mais a cada dia mas não poderia sabe-lo sem sentir esta dor. Sem sentir o que ela sempre sentiu: dor para lutar por quem ama.”



- Pronto Mamoru? – Amy acordou-o dos seus pensamentos, já estavam na porta do quarto.

-Sempre.

Entraram e a cama encontrava-se vazia, a janela aberta… e o cheiro de Usagi na almofada.

Mamoru arrepiou-se e ajoelhou-se no chão, com a almofada nas mãos – Sabem, nunca acreditei em Deus. Quando ela desapareceu comecei a pedir por ela, a rezar mesmo sem acreditar… Agora vejam: que razão há para acreditar?

Uma mão surge no ombro de Mamoru, ajoelhando-se ao seu lado – sabes, eu sabia que a ias proteger e foi o que fizeste, digo-te apenas: pode não haver Deus, mas estamos aqui nós ao teu lado, e vamos encontrá-la. - Seiya diz-lhe tentando acalmá-lo.

- Obrigado pelo apoio. Eu sei o que sentiste por ela e mesmo assim vieste.

- Senti, e sinto. Mas eu sei que ela está ao lado do homem que ama e esse homem protege-a e eu por muito tempo que passa-se ao seu lado, nunca iria amá-la da maneira que amas. Esse amor é intenso.

- E dói… Descobri que o amor dói muito no coração.

- Engraçado… A Usagi disse-me, um dia, que sentia dor no coração quando pensava em ti. Estavas longe.

- Ela sempre lutou. E nunca desistiu. E é isso mesmo que vou fazer. Não desisto.



*** Num lugar escuro ***



- Meu príncipe,chegou – Joan estava surpresa, a sua futura princesa estava a sangrar muito, - interviram?! Ela está bem? – apesar de não conhecer bem a princesa da lua, Joan sentia sofrimento nos olhos de Usagi, da maneira que nunca tinha visto em ninguém, nem mesmo aquando tinha a sua vida normal.

- Interviram, e está tudo bem. Não era preciso ela ficar lá a repousar, aqui ela está bem. Aqueles idiotas tentaram atacar.

- Bem, o que precisar de mim, estarei ao seu dispor.



Usagi sentia-se fraca mas mais do que isso: sentia falta de parte dela. Da parte que há um mês a completava.

- Eu pensava que isto iria parar… já foi demasiado… porquê isto? Que desafios são estes que a vida nos dá? Não chegava já? Não merecia paz e felicidade junto ao meu Mamo-chan? – lágrimas corriam na sua face, limpando a sua alma. O mundo não voltaria a ser o mesmo.

- Os teus amiguinhos mataram o Saphire! E agora minha querida princesa… terei de dar cabo deles! Derrotaram o meu melhor aliado e meu irmão.

Usagi murmura – também mataste alguém.

- Matei Serenidade. Mas o que matei não merecia nascer.

- QUE DIREITO TENS EM DIZER ISSO? NÃO TE BASTA O MAL QUE ME FAZES?! MATAS-TE A MINHA FILHA MAS TAMBÉM ME MATASTE INTERIORMENTE. EU SINTO QUE MORRI PARA O MUNDO!

- É bom que te acalmes princesa. Eu já te avisei para não me levantares a voz.

- FAZES O QUE?! QUE MAIS ME PODES FAZER?! JÁ ME FIZESTE TUDO O QUE ME PODIA MAGOAR!

- Aí é que te enganas!

- Como?!



***

Passado 1 mês, ninguém parou buscas – para além da polícia que começou a desistir e a querer arquivar o caso, mas Mamoru não permitiu – o brilho do olhar dele desapareceu, não dormia, não comia… a ideia do que poderia acontecer a Usagi matava-o por dentro, esfaqueava-o dia após dia. Mamoru decidiu várias vezes procurar, até sonhando acordado, sim porque ele já não dormia… como encontrá-la? Ele não sabia… mas não tinha desistido… nem nunca iria desistir, porque ela nunca desistiu dele.

***



*** Em casa de Mamoru, à noite ***



- Mamoru, devias dormir… vais acabar com um esgotamento nervoso – Rey disse. Naquela noite ficou com ele e com Lita. – não vais ter forças assim para continuar procurando.

- Tenho sempre forças Rey. Vou buscá-las ao amor que sinto.

- Não achas que poderias sentir isso por outra? Há anos que namoras a Usagi… 7 anos certo?… nunca sentiste falta de nada, de experimentar mais nada? Sempre foste fiel a ela?

- Eu sempre a amei, e agora ainda mais…esses anos só me fazem querer mais 7000 anos e sim Rey, sempre fui fiel.

- E agora… continuas a querer ser?


________

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por LuaSerena em Qui 05 Mar 2009, 04:56

Shocked
WTF?!

Esta historia esta brutal! A serio, ta fantastica! Ja n vinha aki ha algum tempo e so agr e k vi... wow! Dumpling* os meus parabens!

Akele Diamante! Mad Ai s eu o apanhasse a frente! CM e k ele pode fazer uma coisa destas a Usagi!!!!!! Ainda por cima matou a ChibiUsa! E msm ******!!!!

Coitado d Mamoru! E da Usagi! Sad Com tanta coisa a acontecer-lhes e a Rey ainda s atira ao Mamo-chan! Com amigas axim, kem e k precisa d inimigos!!! A Rey devia era fazer par com o Diamante. Estao bem um pro outro...

Dumpling* tou a espera d proximo cap... n demores mt sim? o.o Very Happy

LuaSerena
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 24
Idade : 26
Localização : Leiria e Covilhã

http://Iolanda-iol.hi5.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Convidad em Qui 05 Mar 2009, 08:39

Tá muito giro este capitulo!! Aquela Rey....ela não deve ser um amiga verdadeira, senao nao fazia isto à Usagi!!!! XD

Fico à espera de mais

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por MoonAnime em Qui 05 Mar 2009, 23:49

Isto está ficar interessante estou ansiosa por ele o próximo capítulo

MoonAnime
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 220
Idade : 32
Localização : Vivo No Norte de Portugal

http://www.youtube.com/SeniAnimeWorld

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por picky em Sex 06 Mar 2009, 14:29

Olá....

Estou adorar esta Fic .....está especatcular.....

Sou capaz de matar o Diamante e a Rey.......com é que eles conseguem fazer isto à Usagi..........e ainda por cima aquele Diamante matou a Chibi-Usa..........

Esta história está um máximo......já ando acompanha-la desde que meteste no Fanfiction.........mas só agora é que tive tempo de vir comentá-la......

Continua......

Fico à espera dos proximos capitulos.....

Bjs


picky
Classic: Pelo Poder de Vénus!
Classic: Pelo Poder de Vénus!

Feminino
Mensagens : 263
Idade : 24
Localização : vila nova de famalicao

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Dumpling* em Seg 09 Mar 2009, 08:47

Fico mesmo feliz de receber estes comentarios Mongloide
Obrigada.
LuaSerena... fico feliz q gostes. Podes matar o Diamante, eu deixo Matreiro
Aceitam-se candidaturas a quem quiser ajudar a LuaSerena

Sandrita mandei te agora um mail, sim? Bjinho.

Moonanime que bom q continuas a acompanhar Mongloide bem muito ira acontecer.. espero q continues lendo.

picky.. hm q booooom q leu Mongloide revisa no fanfiction tb se qiseres eheh tambem la meti uma outra nova com mais emoçao.

Beijinhos **


Amor Intenso, Amor que dói


Capítulo 5 – Um amigo ou uma ameaça para Usagi?



- Tens medo do que possa acontecer?

- Água… – a linda mulher loira e de olhos azuis encontrava-se agora na varanda daquele quarto de onde não saia há um mês… Ofegante… ele só lhe dava água quando ela estava a sentir-se mal – por favor…

- Queres o quê?! Água? Portasses-te bem! Se parasses um pouco para pensar que não adianta responderes-me mal terias tudo… se me dissesses “Amo-te” terias o Mundo. Mas ao invés disso preferes olhar-me com esses olhos… tristes e com ódio.

- DEMAND POR FAVOR!

O homem começou a arrastá-la pelos cabelos para dentro do quarto deitando-a na cama – DIZ ME POR FAVOR AQUI E AGORA! – Começando a abusar dela novamente. Há um mês que o fazia com um único objectivo: ter um herdeiro do que não lhe pertencia. – DIZ!

Usagi nada responde… só chora como sempre faz, mas estas lágrimas não sentem só dor exterior. Ela pensava em tudo o que se passava: ficar longe do marido, perder a sua filha tão desejada, ser espancada e abusada todos os dias… corroía-a por dentro. Os seus olhos não tinham emoção, apenas um grande vazio.

- Diz que és minha… que vais ter o nosso bebé, meu herdeiro – beijando-a mordendo-lhe os lábios, ele não compreende o seu olhar – ou será que já o tens e não mo dizes?

Usagi sente-se fraca – água Demand… só to peço… uma simples coisa…

Ele nada diz… apenas sente o prazer de a abusar ela… sente repugnância… nojo. Ele acaba… e ela mais nojo sente em sentir aquilo dentro dela.

- Vai lá E NÃO TE ATREVAS A TENTAR FUGIR!!!

- Sabes que mesmo que me atrevesse… nunca conseguiria.



Usagi respira aliviada por finalmente chegar à cozinha e beber água. Ouvindo passos Usagi assusta-se deixando o copo cair no chão.

- Calma princesa… sou só eu, Rubeus…

- Ah… ah… S-sim… vi-vi-vim só a-aqui beber água… já estou de saída.

- Já? Não vás já… - Rubeus aproxima-se de Usagi apertando o corpo contra o dela. – Há homens que têm muita sorte. – Cheirando-lhe o cabelo e colocando a mão na sua cintura.

Usagi afasta-se – O.. O... Demand… ele ordenou que eu me despacha-se… por .. por favor.. deixa-me sair.

Ela tenta sair mas ele impede-a sussurrando-lhe ao ouvido – Sabes que se me fizeres uns favores eu posso-te ajudar a sair daqui e a voltar para o teu Endymion… tudo desde que os cumprisses.

- Deixei de acreditar em toda a gente. Morri. Já não sou mais a Usagi que era alegre e sempre a sorrir. Podes parar de dizer coisas que nunca irás cumprir. Sabes que o Demand tem mais poder que tu.

- De certeza?! Bem… tu tens um belo corpo, seria um desperdício só Demand usufrui-lo… e visto que já deves sentir nojo ao estar com alguém senão o teu marido, podes aproveitar esse facto.

- DEIXA-ME! – tentando livrar-se dele, mas ele agarra-lhe logo no pulso.

- Eu posso ajudar-te… pensa bem nisto, enquanto o Demand vai à Torre de Controlo naquelas duas horas, tu ficas sozinha. Nesses dias fazes-me os favores e após eu estar satisfeito, ajudo-te a escapar.

- QUE SE PASSA AQUI?! – Demand grita furioso pelo que vê.

- Demand, a princesinha estava a tentar escapar e eu agarrei-a a tempo.

Demand aproxima-se de Usagi e esbofeteia-a – Que não conseguias?! Cabra! És uma cabra. NÃO SAIS DAQUI NUNCA! ÉS MINHA!

Agarrando-a ao colo, leva-a novamente para o quarto. Usagi vive um inferno.



*** Na casa de Mamoru ***

- Que estás a fazer Rey?! – Mamoru grita nervoso depois de Rey se aproximar dele repentinamente e lhe roubar um beijo.

- Estou a ver aquilo que poderia e poderá ser meu.

Mina chega perto deles ainda não acreditando no que vê – Enlouqueceste Mamoru?! A Usagi está a sofrer e tu estás aqui com ela?! Eu desisto de compactuar convosco. Traidores! Vou dizer às meninas e iremos procurar SÓ NÓS. Como se atrevem a trai-la? A tua mulher Mamoru… a tua amiga Rey! Ela sempre foi como uma irmã para mim.

- Mina espera… percebeste mal – Mamoru tenta explicar mas Mina fecha a porta com força impedindo Mamoru de a seguir, entra imediatamente no carro. Mamoru sabia que Mina tratou sempre Usagi como uma irmã. Voltando a entrar em casa furioso, vê Rey com um sorriso enorme – SAI DA MINHA CASA JÁ! E EXPLICA ÀS TUAS AMIGAS O QUE FIZESTE! EU NÃO TE ADMITO NEM NUNCA ADMITI UM ABUSO DESTES, NUM MOMENTO DESTES! SAI!

- Mamo, calma… estamos aqui sozinhos agora… podemos aproveitar – aproximando-se de Mamoru.

- Sabes que não bato em mulheres, é bom que saias antes que eu perca o controlo.

- Estou a ir, mas amanhã volto… vais ser meu. A Usagi morreu, e se não morreu ainda irá morrer, não entendes isso? Ela está com o inimigo. Apercebe-te que tens de voltar a viver e se o queres, eu estou de braços abertos só para ti…

Mamoru está vermelho de raiva, fechando os olhos para se acalmar – SAI!

Rey sai e Mamoru liga imediatamente para Amy a explicar a situação…



Amanhece… mais uma noite sem dormir, e agora pior com raiva no peito, mais uma manhã negra… parece que desde que Usagi foi raptada os dias eram negros e não havia nem um raio de sol na sua vida… o sol para ele eram os cabelos da mulher que amava…

Começou a recordar a primeira vez que a encontrou em que ela lhe dera com um papel na cabeça, no dia a seguir com um sapato… Implicavam todos os dias… No primeiro beijo que ele lhe dera, e ela nunca soube que esse tinha sido o seu primeiro beijo – ela estava bêbeda… - no aparecimento de Chibiusa… A Chibiusa… até dela ela enciumou… e agora? A pequenina deles, era como lhe chamavam quando ela de quando em quando ia a casa deles após o casamento. Dói… e dói mais saber que poderia ter feito mais e mais… poderia-lhe ter dado mais…

Afinal… foi ela que lhe ensinou o que era o amor – os seus pais morreram quando ele era jovem – e apenas um olhar dela e um sorriso significavam amor…



Amor… Hoje mais do que nunca senti tua falta… Falta dos teus OLHOS… Falta dos meus nos teus… Falta do teu OLHAR…Falta da alegria no meu OLHAR. Alegria… Era o que não faltava a Usagi, e ela tinha tanto que o dava a cada um.



*** Lugar escuro ***



Usagi caminha até à cozinha juntamente com Demand para almoçar – ele só a deixava ali almoçar quando ela lhe tinha feito a vontade sem choro.

Mas Usagi à muito que não chorava, não havia mais nada senão vazio… lembrou as palavras do homem que amava… “Há momentos infelizes em que a solidão e o silêncio se tornam meios de liberdade.” Ainda não tinham tornado… mas mantinha essa esperança.

Enquanto o almoço era servido, Rubeus aproximou-se dela enquanto Demand olhava o jornal – ele gostava de ver as constantes notícias sobre a mulher que se encontrava na sua frente “ataque de força superior”, “morta viva”, “suicídio” – ria alto, podia não ter piada nenhuma mas tentou saber como seria se Endymion lesse aquilo todos os dias, a raiva que sentia dos média…

- Já pensaste na minha proposta? – Rubeus sussurrou no ouvido de Usagi.

- Já. – respondeu decidida.

---- Continua ----

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Convidad em Seg 09 Mar 2009, 09:44

Tá muito gira esta parte

O Demand é mesmo um porco!!!!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por LuaSerena em Seg 09 Mar 2009, 10:11

UAU! Shocked

*mim olha po cap sem palavras*

AKELE DIAMANTE!!! GRRRR!!!!!!!!!! VOU MATA-LO!!!!! VOU MESMO!!!! ******!!!!!!!!!!!!! Mad

Coitada da Usagi! Sad As coisas vao d mal a pior... o k sera k ela vai responder a proposta do Rubeus? Eu tenho as minhas suspeitas mas sao demasiado horriveis *mim estremece*

E a Rei!!! K C****!!!!!!! So apetece espanca-la!!! K raio d amiga!!! Mad

Dumpling* n demores mt a postar ta? Tou a morrer d curiosidade...

*mim sai a procura d Diamante com um machado e um sorriso malevolo* Twisted Evil


Última edição por LuaSerena em Seg 09 Mar 2009, 16:54, editado 1 vez(es)

LuaSerena
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 24
Idade : 26
Localização : Leiria e Covilhã

http://Iolanda-iol.hi5.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por MoonAnime em Seg 09 Mar 2009, 12:41

este fanfic esta á ficar cada vez melhor estou ansiosa por ler o próximo capítulo

MoonAnime
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 220
Idade : 32
Localização : Vivo No Norte de Portugal

http://www.youtube.com/SeniAnimeWorld

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Lena_Dias em Seg 09 Mar 2009, 13:34

vou espancar o demond grrrr e o outro tbm!!!! :@@@@@

P.S : nao é a Lena_Dias qe tá aqui é uma amiga dela qe ja tem idade pa ver isto !!!!

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Dumpling* em Seg 09 Mar 2009, 13:38

Plo simples e grande motivo de eu ter recebido tanto comentario eheh vou postar novo cap Mongloide

Sandrita..é realmente um porco e ainda mto esta pra vir 0.0

LuaSerena ahah gostei da parte do machado e do sorriso malefico Matreiro eheh

MoonAnime.. aqi tens novo cap eheh Mongloide

Leninha ou amiga da Leninha bem mesmo q n fosse n tinha mal. dsd q ngm entre em choque tudo bem eheh.


Obrigada meninas. Beijinhuz a todas.
Amor Intenso, Amor que dói


Capítulo 6 – Usagi volta mas… Bem?



- Rey, o Mamoru falou comigo e pediu-me por favor para eu ter uma conversa séria contigo.

- Foi para isso que aqui vieste Amy? Para me encomendar sermão? Não preciso.

- Precisas. A nossa Usagi está desaparecida há um mês… Nossa amiga, conselheira, protectora, que nos tem dado tanto. Como és capaz de tentar algo com o Mamoru? Abre os olhos. Estamos todos a sofrer. E se tu não estás minimamente interessada então sai disto, pára de fingir o que não és… Pára de…

- De tentar?! UM HOMEM QUE DEVERIA SER MEU E ELA ROUBOU-MO!

- Não sejas idiota, eles estiveram sempre destinados. Não te aproveites desta ocasião. Já basta a dor que ele sente em perder a filha.

- E a mulher…

- CALA-TE REY! A Usagi está viva! Não te insinues o contrário.

- Um mês Amy… sem rasto, ela sai do hospital sem recuperar… que queres que pense? Vocês são tão cegas que não vêem?!

- Eu desisto Rey. Mas ao menos não interfiras nisto. Se um dia decidires ganhar consciência, então nesse dia volta para nos ajudar. Ela sempre fez tudo por nós. DEU ATÉ A VIDA!



*** Casa de Mamoru ***



Perdido em pensamentos… Mamoru afunda a cabeça nas mãos. A falta que ela faz… só a alegria que ela trazia era suficiente para encher um coração.

- Luna, achas que se eu chamasse Serenity para nos ajudar a procurar seria uma boa ideia? Desde que a Chibiusa desapareceu eles voltaram logo e também não devem andar bem… Eu acho que eles poderiam tentar…

- Mamoru, não sei, mas vale a pena tentar pelo sim pelo não…



*** Lugar escuro ***



- Então princesa, já tomou a sua decisão?

- Sim Rubeus… mas… tenho receio mesmo assim. Quem me diz que não irás faltar?

- Digo eu. Nunca falto às minhas promessas. Em menos de 2 semanas já estarás em casa.





18h, Demand tinha saído como fazia todas as tardes e Rubeus logo encontrou Usagi.



O que há dentro de uma mulher que só sente nojo? Vazio… um coração a doer… olhos sem brilho…

Uma rosa de esperança que morreu dentro de si. Imagens no seu pensamento… de sorrisos que agora já não habitam no seu coração.

O que iria ser quando ela voltasse?

Que seria de si…

Como estaria Mamo-chan… As meninas… Os seus pais e o seu irmão…





*** 2 semanas depois ***



- Estás pronta Usagi? Eu disse que cumpriria.

- Sim, mas… e Demand? Se ele descobre e me volta a perseguir?

- Nada comigo princesa… só depende de ti e dos teus.

- Obrigada por cumprires. Não pela promessa que foi pois não foi de ânimo leve… mas de cumprires.

- Vamos. Não temos tempo a perder.



*** Casa de Mamoru ***



- Serenity, fica aqui em casa para descansares. – Na noite anterior Serenity tinha caído numa escada depois de tentar encontrar onde Usagi estaria.

- Endymion, já passou. Eu vou com vocês.

- Torceste o pé. Como podes dizer que já passou?

- Oh meu Deus… também tu Mamoru? Já não me bastava um!?

- Vá. Nós vamos. Tu ficas. Toma cuidado e se precisares de alguma coisa liga.



Mais um dia de buscas… Mais desespero…





A campainha de casa de Mamoru começa a tocar…

- *E agora?!* * Bem, talvez seja melhor lá ir*

Abrindo a porta, Serenity abre a boca e solta um grito – USAGI! VOLTAS-TE!

- Serenity… que fazes aqui? O Mamoru? Preciso de o ver!

- Entra… Oh meu deus… O que te fizeram?! Como voltaste?! Estás cheia de hematomas, o teu olho… o teu lábio está rebentado. Usagi senta-te aqui e descansa… Eu vou-lhes ligar para terminarem as buscas.

- Agora está tudo bem, julgo eu… fui muito maltratada pelo Demand mas um amigo dele propôs-me algo e, bem… eu não quis mas foi isso que me ajudou a voltar…

- Ai querida Usagi… Vou-lhes ligar. - - Sim… voltem. Não perguntes porquê Endy. Voltem já! Até já então. --

- Serenity… o que fazes aqui?

- O Mamoru pediu-me ajuda nas buscas e claro que concordei… A minha filha… - Lágrimas começam a correr no rosto de Serenity.

- Presumi isso… Se eu a perdesse ela desapareceria.






- Serenity, o que foi?

- Vê…

Por detrás de Serenity, perto do sofá aparece Usagi…

Mamoru grita USAGI e corre para ela, ofegante, pegando-a no colo e chorando… Usagi aperta-o com força mesmo sentindo dor. Mamoru afastasse e olha para o rosto de Usagi e começa a chorar e a beijá-la intensamente.

Atrás deles, todas as meninas, até Rey, encontravam-se especadas emocionadas com a cena.

Mamoru toca no rosto de Usagi.

Depois de um pouco, todas correm e abraçam Usagi.



- Amor… Nunca mais te vou largar. NUNCA. Senti tanto a tua falta… nem acredito que aqui estás…

- Nem eu Mamo-chan… Mas tinha medo… a nossa bebé. Desculpa…

- A culpa não foi tua Usako. O que precisas agora? Talvez seja melhor descansares sim?

- Não recuso. Desculpem meninas mas estou muito cansada… Amanhã digo tudo o que se passou.

- Claro Usagi. É tão bom estares de volta que o resto não interessa. Descansa bem. Até amanhã.





Usagi foi tomar banho e logo a seguir deitou-se junto a Mamoru que logo a abraçou.



Usagi acorda ofegante, olha o relógio e são ainda 3 da manhã. Sentindo-se estranha, vai até à casa de banho e lava o rosto mas quando olha o espelho tem o maior susto: na sua testa, uma lua em quarto crescente negra. Logo a seguir começa a sentir dores de barriga e a vomitar até vomitar apenas sangue.


--- continua ----
*

lua4

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Lena_Dias em Seg 09 Mar 2009, 14:02

bem ja tou a imaginar o que vai acontecer!!!!!!! aquilo que o outro lhe fez Desiludido omg ele transformou-a em ma *vontade de matar o diamante e os outros Caralhin*** todos* ai eu quero maiiiiiis esta historia é mesmo uau fantastica!!!!!


P.S: agora ja sou mesmo eu Mongloide e podes-me chamar leninha a vontade ^^ :sernidade:

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Convidad em Seg 09 Mar 2009, 14:54

Tá muito giro!!!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por MoonAnime em Seg 09 Mar 2009, 15:48

Isto está a ficar complicado estou ansiosa por saber o que vai acontecer a seguir.

MoonAnime
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 220
Idade : 32
Localização : Vivo No Norte de Portugal

http://www.youtube.com/SeniAnimeWorld

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Monica em Seg 09 Mar 2009, 16:47

estes capítulos estão muito giros continua assim

Monica
R: Pelo Poder Estelar de Marte!
R: Pelo Poder Estelar de Marte!

Feminino
Mensagens : 587
Idade : 25
Localização : Chaves/ ou /mais propriamente com a cabeça no mundo da lua

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por LuaSerena em Seg 09 Mar 2009, 16:48

Boa! 2 cap n msm dia! Nada mal... Razz

A Usagi voltou... ao menos isso! Mas akela ultima parte... ate tou a imaginar o k poxa ter acontecido*mim arrepia-se*

E é um alivio ve-la fora d alcance do Diamante... A coitada da rapariga fartou-se de sofrer... E akele Rubeus... TARADOS! Mad *mim afia o machado enquanto espera pos apanhar* Twisted Evil

Dumpling* a escrita ta bastante boa e n detetei erros... Parabens! Smile

Fico a espera d proximo... study

LuaSerena
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 24
Idade : 26
Localização : Leiria e Covilhã

http://Iolanda-iol.hi5.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por atalantaV em Seg 09 Mar 2009, 17:20

Olá Dumpling* ^^

Como não podia deixar de ser, a história está fantástica, consegues manter o suspense até ao último momento, parabéns estou a adorar.

Beijinhos =)

atalantaV
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 222
Idade : 28
Localização : Barreiro

http://www.fanfiction.net/~atalantav

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por miriam88 em Ter 10 Mar 2009, 09:29

Fiquei super curiosa por saber o que se segue.... Nao me digas que a Rey se vai fazer a ele??!! E tou com tanta pena da Usagi... tadita :='(: . e a chibiosa???desapareceu??
e onde sera que o mau a tem escondida???

ca para mim quem ainda a vai encontrar é o cavaleiro do luar :sorriso: .

tenta por o proximo capitulo cedo, pois tou quero saber!!!

Tu tens muito jeito a sério, ta altamente.Adorei**
:g1:

miriam88
S: Pelo Poder Cósmico da Lua!
S: Pelo Poder Cósmico da Lua!

Feminino
Mensagens : 870
Idade : 28
Localização : Serra da Estrela

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por miriam88 em Ter 10 Mar 2009, 09:30

Fiquei super curiosa por saber o que se segue.... Nao me digas que a Rey se vai fazer a ele??!! E tou com tanta pena da Usagi... tadita :='(: . e a chibiosa???desapareceu??
e onde sera que o mau a tem escondida???

ca para mim quem ainda a vai encontrar é o cavaleiro do luar :sorriso: .

tenta por o proximo capitulo cedo, pois tou quero saber!!!

Tu tens muito jeito a sério, ta altamente.Adorei**
:g1:

miriam88
S: Pelo Poder Cósmico da Lua!
S: Pelo Poder Cósmico da Lua!

Feminino
Mensagens : 870
Idade : 28
Localização : Serra da Estrela

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Lena_Dias em Ter 10 Mar 2009, 14:37

querida miriam, fizeste double post :Lagrimas: desculpa avisar-te mas é proibido, a mim tbm ja me avisaram, da direito a expulsao do forum :Lagrimas:


beijinho ^^

lua4

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por miriam88 em Qua 11 Mar 2009, 03:28

Eu sei foi sem querer... :g7:
Desculpem*****
mas obrigada pelo aviso leninha. lua2

miriam88
S: Pelo Poder Cósmico da Lua!
S: Pelo Poder Cósmico da Lua!

Feminino
Mensagens : 870
Idade : 28
Localização : Serra da Estrela

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Dumpling* em Qua 11 Mar 2009, 16:39

Aroô
Ai tou amando os vossos comentarios eheh e só isso me faz postar aqi Mongloide
Bem, vai aqui novo capitulo mas mais comentariozinhos sim ?
Oia Miriam, acontece nao te preocupes, so nao voltes a por double post, edita qdo o qiseres fzr mas acontece por isso don't worry, be happy and... read this Mongloide E le msm, pois so assim responderei às tuas perguntas eheh nova leitora smp bom eheh
Ai a Lenita é msm fofita eheh continua seguindo Very Happy
oIa um comment da borboletinha Mongloide fico msm feliz de gostares Atlanta Surprised.o:
Matem todas o Demand q ate me ajudam Matreiro
E lua serena uau continuas a seguir Mongloide happy me...
e a moonie anime eheh e a sandrita q é uma fofi ^^
bem nova: Monica q é uma escritora q adora comentou ehh =DDDDD
Uah a lUa serena qer matar o demand qem a ajuda? bem... obrigada por n detectares erros mas q existem tem de existir Matreiro

Bjinhos a todas e uma coisinha q qero dizer:
- vou postar uma fic aqui, n da mha autoria mas de uma amiga mha q anda a desanimar um cadinho.. por isso TOCA A COMENTAR!!!



novoooo cap
Amor Intenso, Amor que dói


Capítulo 7Tristes memórias recentes



Mamoru acordou, há noites que não dormia e só conseguira dormir naquela noite. Mas ao deixar de sentir a presença de Usagi o seu coração acelerou.

- Amor… onde estás?!

Usagi ainda não estava bem. Vomitou muito sangue mas depois só continuaram as dores. Mesmo estando mal, tinha de tentar responder. – Estou aqui… na casa de banho.

- Coelhinha que se passa? O que é isto? Vamos para o hospital. – Quase lhe faltou o ar ao ver Usagi encostada à parede agarrada à barriga.

- Não… isto já passa.

- Usako, a sério… estás a deixar-me preocupado… o que se passa para só estares agarrada à barriga?!

- Nada amor… Só preciso de descanso… depois de tudo, só preciso de descansar e estar ao teu lado.

Mamoru pega-lhe ao colo e leva-a novamente para a cama. – Não te vou largar mais… nunca mais deixo que te levem de mim. É como se me faltasse algo dentro de mim…

- Não faltará mais amor… já passou tudo.

- Nem tudo… sabes isso Usako.

- Estás a falar da ChibiUsa?

- Sim. Tenho medo que não consigamos outra vez.

- Queres tentar?

- Usako, claro que não! Logo agora. Estás frágil e nervosa com isto tudo, não vamos conseguir. Descansa amor.

- Tu também. Dorme bem minha vida.



*** Lugar escuro ***



- MALDIÇÃO! RUBEUS, CHAMA TODOS AQUI JÁ!



- Meu príncipe, tal como pediu… chamei todos.

Demand encontrava-se numa sala com tudo à sua volta partido e os seus olhos emanavam raiva.

- Quem a deixou escapar? QUEM? – Ao ver que ninguém respondia – Eu volto a repetir: A MINHA PRINCESA SERENITY. ONDE ESTÁ? RESPONDAM-ME!

Rubeus fala quando vê que ninguém lhe responde – Meu príncipe, já procurou bem por toda a casa?

- Claro que sim! Até ligar a televisão e me deparar com a notícia de que ELA TINHA VOLTADO ONTEM PARA PERTO DO IDIOTA E DESDE ONTEM QUE A PROCURO, mas alguém me explica COMO? Com uma casa cheia de pessoas alguém me vai dizer que não a viu?

Anne, uma das suas “servas” levantou a cabeça com medo – meu príncipe, eu estive ontem sempre perto dos portões e não vi a princesa passar. Caso tivesse acontecido, eu ter-lhe ia dito.

- Então alguém a ajudou. Se nenhum de vós se acusa forço-vos UM POR UM para saber quem fez isto.

Nenhum se acusou novamente.

- Muito bem… ninguém diz nada. Vou a Tóquio, Rubeus peço-te que venhas comigo, e NINGUÉM sai. Vou procurar o que me pertence e, quando eu voltar, é bom que algum se acuse, ou sofrem todos as consequências.



*** Casa de Usagi e Mamoru ***



- Tal como vos digo meninas, eu não vi nada… Não me lembro senão de ter acordado numa cama num quarto escuro.

- E, Usagi, se nos permites perguntar… Como perdes-te o bebé?

- O Demand tem um grande ódio pelo Endymion… apesar de eu não entender, ele disse que mataria o nosso bebé. – Mamoru agarra logo a mão de Usagi.

Mina espanta-se – Demand? Ma…ma…mas… ele não estava… morto?

-Assim eu pensava… A Galáxia, muito tempo antes da batalha, fê-lo renascer com muito poder. Eu própria não sinto que tenha forças para o enfrentar.

- Maldita Galáxia… mas… e o bebé, como foi?

- Ele espancou-me. Disse que não me mataria a mim, só ao bebé e conseguiu. Só que sangrei imenso e vim parar ao hospital mas mal acordei, ele já me estava a preparar para ir embora como se tivesse medo de alguém, apesar de nos ter posto disfarces e nomes falsos.

Mamoru olhou triste para Usagi… tão nova e já a passar por tanto de mal, sem merecer… e eles queriam tanto aquele bebé.

- Usagi, posso-te perguntar uma coisa? – Rey diz hesitante.

- Claro.

- Ele magoou-te imenso como se vê… Verbalmente e fisicamente, certo?

- Certo… onde queres chegar?

- Usagi… ele violou-te?

Logo se fez silêncio e Usagi olhou para o chão começando a chorar. Mamoru surpreendeu-se… Como seria alguém capaz disso depois de uma mulher perder um bebé? Demasiado cruel…

- Desculpa Usagi. – Rey logo a abraçou chorando também junto a ela.

- Já passou… agora estou com o homem que amo, com as minhas amigas e nada mais importa.

- Usako… sabes que importa.

- O quê amor?

- E se ele só te fez isto para criar uma união, algo que tenham em comum…

Mina e as outras olharam-no estranhas – como assim Mamoru?

- E se ele só fez isto para herdar o nosso reinado, a Lua, para que pudesse acusar que aquele é seu filho, pois afinal eu não tive nenhum com a Usako, este gajo é nojento e faz de tudo pelos vistos para ter o que quer. Se tiver um elo de ligação entre vocês, ele julga que o reino poderá ser seu.

- Não… não pode ser…

- Amor, calma, eu estou contigo. Talvez o que aconteceu ontem tenha sido sinal disso, não achas? Mas o que vamos fazer?

Makoto levanta-se - Matá-lo! Só assim se acaba com isto.

- Mako-chan, não o viste… ele tem um grande poder.

- Usagi mas não podes pensar que és mais fraca… O que interessa agora é nenhum de vocês dois entrar em pânico por causa do “suposto bebé” e da violação. Vocês têm isso na cabeça e vão falar quando formos embora, mas não hajam de cabeça quente.

- Nós sabemos… Nada nos vai separar. Usako, e se nós chamássemos a Serenity e o Endymion? Talvez eles nos pudessem ajudar.

- Sim, penso que é o melhor que temos a fazer…





_________



- Estou a ver-te Princesa… sim, eu, Demand… eu tenho poder sobre ti. Estou a ver a lua negra irradiar sobre ti. Vem a mim…



__________

Usagi começa a sentir-se mal e a desmaiar. Era como se dois poderes distintos se tentassem apoderar dela mas o seu coração balança-se… Logo todos se preocuparam e, lá fora, alguém ri maleficamente.

---- Continua ----

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Monica em Qua 11 Mar 2009, 17:11

a tua amiga tb tem muito jeito para escrever fics, este capitulo esta muito fofo continuai-de que eu estou a adorar Surprised.o: Surprised.o:

Monica
R: Pelo Poder Estelar de Marte!
R: Pelo Poder Estelar de Marte!

Feminino
Mensagens : 587
Idade : 25
Localização : Chaves/ ou /mais propriamente com a cabeça no mundo da lua

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por LuaSerena em Qua 11 Mar 2009, 19:36

Cap novo! Yupi!:dança:

Akele Demand... que duh!!! Ker dizer... o Rubeus msm ali ao lado e ele n suspeita d nada... Eu bem sabia k ele era idiota...:Sem paciencia:

E as minhas piores suspeitas kuase s confirmaram. A Usagi ta gravida do Demand (ou pelo menos parece scratch ). Coitada!:='(:

E a cara d pau da Rey!!! A serio!!! Depois d s atirar ao Mamoru com a força toda, vai abraçar-se a Usagi, mt amiga... K LATA!!! Evil or Very Mad

Mas ha alguma coisa k n aconteça akela rapariga???

Dumpling* mais uma vez n detetei erros. Mas ta um kadito tarde e pode ter-m escapado. Mas talvez n existam msm...Very Happy

A espera d proximo cap! Tou tao curiosa pa ver cm e k a historia s vai desenvolver k ate guardo o machado. Mas so por um cadinho...:anjo:

LuaSerena
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 24
Idade : 26
Localização : Leiria e Covilhã

http://Iolanda-iol.hi5.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por atalantaV em Qui 12 Mar 2009, 05:03

Olá Olá ^^

Bem, aproveitando um tempinho de intervalo das aulas, dei uma escapadela à sala dos pcs da faculdade e pude ler o novo capítulo fresquinho fresquinho lol!


A Rey saiu cá uma amiga da onça! Tadinha da minha Usagizinha. :='(: Além de ter de aturar o Demand e o Rubeus, ainda tem a Rey a dar-lhe conta do juízo :zangado:


Curioso, e eu a pensar que ela tinha engravidado do Rubeus scratch

Beijinhos e continua, vais no bom caminho Wink

atalantaV
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 222
Idade : 28
Localização : Barreiro

http://www.fanfiction.net/~atalantav

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por miriam88 em Qui 12 Mar 2009, 12:34

ola!!!
Finalmente saiu o novo capitulo... :Mongloide=D:

Mas fico sempre com vontade de ver a continuaçao...
consegues manter o suspanxe ate ao fim.

Mas a Rey ta a ser mesmo muito falsa.
Tadinha da Usagi, que agora esta gravida daquele ser horrivel( que mercia que lhe cortasem as fatias o que tem escondido nas calças...voces sabem o que eu quero dizer).

Espero que o amor entre a Usagi e Mamuro aguente tudo isso! :g7:

Mas nao demores muito pois tou super curiosa para saber o que se vai passar. Tens muito jeito mesmo!

Beijinhos*

miriam88
S: Pelo Poder Cósmico da Lua!
S: Pelo Poder Cósmico da Lua!

Feminino
Mensagens : 870
Idade : 28
Localização : Serra da Estrela

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Convidad em Qui 12 Mar 2009, 12:54

ahhh! eu vou matar o Demand!!! Filho da p***

Tá muito giro!! XD

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por miriam88 em Qui 12 Mar 2009, 16:00

Hummm.,....
nao demores muito tou mesmo ansiosa... affraid
JinhOOO

miriam88
S: Pelo Poder Cósmico da Lua!
S: Pelo Poder Cósmico da Lua!

Feminino
Mensagens : 870
Idade : 28
Localização : Serra da Estrela

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Lena_Dias em Sex 13 Mar 2009, 04:38

miriam88 escreveu:Eu sei foi sem querer... :g7:
Desculpem*****
mas obrigada pelo aviso leninha. lua2


deixa tar, ninguem viu Razz


:anjo3:

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Dumpling* em Sex 13 Mar 2009, 04:58

AI estou feeeeliz.
Bendita hora q as continuas da escola fizeram greve YUPI Mongloide

Mas agr tenho o meu gato a arranhar me as calças =diana=

OLHA SO. vou postar o cap so por voces q comentam. gosto mt de voces Mongloide

Monica eheh bem eu tambem acho q ela escreve lindamente mas sbes, ela é bem casmurra Mal disposto obrigada qida e keep reading.

Eh - agarra o machado LuaSerena - bem verdade q Rey é bem falsa e parva depois de tudo. So qis agarrar Mamoru e agora .. grrr é ma ne Matreiro vai guardando pra uma eventualidade com Demand.

Oh Q qelida a ler nos computadores da faculdade Borboletinha Atlanta Mongloide eheh bem.. ha mto pra acontecer ainda nessa historia continua a ler . bjiiiiinhuuu

Miriam bem a intençao é msm manter suspense eheh mas as vezes n consigo Mal disposto es um amor. uma amora ate eheh bjinhu

Sandrita. Junta te à LuaSerena e mata o Demand Matreiro depois escusam os personagens de ter esse trabalho eheheh

É verdd Lena.. ngm viu Matreiro xiuuu

Bjinhus a todas e continuem lendo . OBRIGADA

:g13:

___
Amor Intenso, Amor que dói


Capítulo 8 – União: Lua Negra e Lua Branca



- Já estás a despertar… que susto meu amor.

- Mamo-chan… que aconteceu? – Usagi tenta levantar-se, vendo o olhar triste de Mamoru, mas começa a sentir uma dor de cabeça enorme.

- Deita-te. Precisas de descansar… Foi o que o Dr. Brandon disse.

- Brandon?! Mas… ele… ele é obstetra, porque o chamaste?!

- Primeiro porque perdemos a nossa bebé recentemente, segundo porque estava desconfiado.

- De quê?!

- De que estás grávida.

- Mas… acabaste por saber que não estou, é impossível! Perdi a nossa bebé recentemente e… Oh meu Deus…

- Não te preocupes Usako. Estou aqui, sempre. Para o melhor e para o pior, sabes bem… foi essa a minha promessa. Ele semanas depois voltou a tentar certo? Bastou isso. Amor calma… vai correr tudo bem.

- Não, não vai Mamoru! – a face de Usagi enchia-se de lágrimas que corriam dos seus olhos – o único bebé que eu queria ter seria o nosso… ele só fez isto para se apoderar do nosso Reino e eu não posso permitir…e se este bebé nasce amor eu não vou conseguir…vou estar sempre a viver na culpa…

- Usako, que culpa? Aquele abusador é o culpado! Eu irei matá-lo com as minhas próprias mãos! Tu e esse bebé não têm culpa nenhuma e eu não te deixo NUNCA ter essa ideia. Nós somos felizes, e iremos continuar a ser à nossa maneira. Havemos de ter os nossos próprios filhos e continuar sempre bem. Desde que haja amor.

- Tu podes dizer isso e não pensar o mesmo…

- Em que momento da minha vida eu não te fui sincero?

- Amor, não é isso… Eu só me sinto enojada em ter um bebé que não é teu, nosso, mas sim daquele vagabundo. Não vou ter este filho.

- Já estás num estado em que não iremos arriscar, nem pudemos. Já perdes-te o nosso bebé, se acontecer o mesmo agora pudemos perder a possibilidade de ter filhos. Vou tratá-lo e amá-lo como se meu filho fosse, ele está no teu ventre, da mulher que amo, e só isso basta. Agora descansa. Vou ficar aqui contigo até o bebé nascer, é uma gravidez de alto risco.

- Tens noção que eu vou sofrer… tu vais sofrer. E eu não quero isso.

- Pára de pensar assim. Somos felizes, eu tenho-te a ti, temos a nossa casa, a nossa vida.

- Vou precisar de ti Mamo-chan…

- E eu vou estar sempre onde precisares.



Mas ali perto alguém os observava. De repente o quarto do casal tornou-se escuro e o homem que os observava anteriormente estava ali, em frente a eles.

- Estou a estragar um momento romântico? Oh… que pena.

- Demand… que fazes aqui?

- Que faço aqui minha princesa? Ora… venho buscar-te. Tu pertences-me. E ainda vou gostar de saber como fugiste.

- SAI DAQUI IMEDIATAMENTE!

- E que irás tu fazer Endymion – Demand está agora frente-a-frente com Mamoru – NADA! Porque tu não sabes fazer NADA! Nem proteges-te a tua mulher, nem um filho soubeste fazer… Oh esquece… Não tão rapidamente como eu.

- COMO TE ATREVES!

Mamoru começa a espancar Demand, este tenta mover-se mas Mamoru está a descarregar toda a sua energia nele, toda a fúria que sentia. Usagi assistia a tudo sem quase se conseguir mexer começou a tremer com medo do que podia acontecer a Mamoru. Quando Demand se move, apenas consegue dar um murro em Mamoru mas ele continua a espancá-lo. Até que Mamoru bate fortemente na face de Demand, ele começa a sangrar e pára de se defender.

Mamoru levanta-se – NUNCA MAIS TOCAS NEM SEQUER NUM FIO DE CABELO DA USAGI.

Ileso, Demand olha para a sua mão com sangue.

- Endymion podes defende-la quantas vezes quiseres. Eu irei sempre voltar... Ela irá ter o meu filho e não teu. Eu volto Serenity. – Demand desaparece.

- Mamo-chan…

- Calma amor, está tudo bem…

- A tua boca, estás a sangrar.

- Já passa. Ele é demasiado cobarde, é fraco. Ao contrário do que ele disse, não tem poder superior nenhum.

- Mamoru, não digas isso… ele deve ter. Não pudemos pensar que não só porque não usou o seu poder agora.

- Podes ter razão. Mas… Não penses mais nisso agora.

- Deitas-te aqui ao meu lado? Tenho frio.

- Claro amor… Agora dorme. Precisas de descansar, sim?

- Então dorme comigo também.





*** Casa de Demand ***



- Meu príncipe, voltou. – Rubeus ajoelhou-se perante ele.

Demand estava furioso, emanava raiva. Agarrou num copo de wisky e começou a beber – não sei como ousaram… Desafiaram-me, mas não irei desistir. Serenity está grávida de um filho meu logo irá considerar que o Reino da Lua me pertence. Ela vai arrepender-se. O Endymion vai morrer!

- Príncipe, irá ter um filho? Parabéns.

- Obrigado. Irá ser um bom herdeiro estou certo. E ela… ela assim terá a força, a força da lua negra.

- Quem sabe ela própria destruirá Endymion.

- Não sei Rubeus, apesar de tudo Serenity é demasiado pura. Só quando o bebé nascer. Vamos ver… Vamos ver.





*** Casa de Usagi e Mamoru ***



O casal tinha acabado de acordar com os raios de sol no seu quarto.

- Usagi… Amo-te.

- E eu a ti minha vida, meu coração. Quem me dera ficar aqui agarrada a ti o dia todo.

- E porque não?

- As meninas vêm cá daqui a nada para falar de alguma estratégia… Afinal ele irá voltar. A qualquer momento temos de nos preparar.

- E porque vais tu falar nisso? Vou-lhes ligar, não te podes estar a preocupar com essas coisas.

- Ei… não vais nada fazer isso…

-Xiu. És minha esposa e estás grávida. Eu sou médico e tenho um dever grande: cuidar de ti. Por isso vou encher-te de mimos hoje e todos os dias. E hoje iremos ficar aqui. Todo o dia. Amanhã temos de ir ao hospital por causa do bebé.

- Sim amor mas…

- Mas nada… … Sim Mina, discutam isso entre vocês depois comuniquem-me a mim, a Usako não se pode cansar … Certo… Ok, Xau então.

- És mesmo parvo.

- Por ti…





*** Templo de Rey ***



- Um bebé pode trazer a ruína neste Mundo e no Reino.

- Porque dizes isso Rey?

- Se ele nasce pertence à Lua Branca e à Lua Negra…

- E Usagi, ficará bem?

- Não… Nunca poderá abdicar do trono. Não será nada igual… A Lua e a Terra estão ligados pelo amor da Usagi e do Mamoru.



Nunca seria igual…

Mesmo que Mamoru aceite o bebé.

Respostas ficavam sem pergunta… teriam de esperar 7 meses para as ter.






---- Continua ----

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Lena_Dias em Sex 13 Mar 2009, 05:04

ai aquele demand eu vou mata-lo!!! ele engravidou a usagi... que estupido...*me afia o machado com um sorriso malefico buahahah* eu vou estiguir a existencia do demand *me vai ao futuro e pede o cristal prateado a rainha serenity para matar demand com o poder do cristal e o rubeus vai asseguir*

Vamos fazer um grupo de navegantes pa matarmos o demand e o rubeus e salvarmos a usagi! eu ja tenho tudo planeado! pedimos as canetas as navengantes (as passadas e tudo), o cristal prateado a rainha do futuro, os alfinetes todos da bunny (vamos ao passado e pedimos as outras bunny's) e depois fazemos copias e depois ja dah pa todas as que me apoiarem Matreiro

QUEM ESTÁ COMIGO?

ai dumpling tu escreves tao bem Esperancoso a historia ta mesmo fixe *me babada...de anciedade por matar o demand e o rubeus com o cristal prateado buahahah* posta mais depressa eu morro de anciedade !!! eu quero ver o que é que vai acontecer asseguir e tbm quero saber se a usagi e o mamoru e o resto das navegantes matam o damand ou se é perciso ir la eu e rebentar com o demand xDDDD


mas eu sou uma santinha, nao faço mal a uma mosca (a nao ser que ela me pique xDD) :anjo3:

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Amor Intenso, Amor que dói

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 13:11


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum