Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Convidad em Dom 19 Abr 2009, 16:11

Linda de noooovo. *____*'''

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por babyv004 em Sab 02 Maio 2009, 13:11

CAPITULO VI (parte 1)


“Procure analisar o homem e compreendê-lo. Ele não vai mudar. A mulher que tem a ilusão de que pode mudar um homem está destinada ao fracasso. — Diário de Selene, Primavera 1923”

Gonçalo estudou o rosto sorridente de Bunny. Finalmente relaxou, decidindo a aproveitar aquele momento de descontracção. Admirava a ousadia dela, embora não devesse ficar tão surpreso. Fazia parte da personalidade dela. Ela sempre fora uma garota atrevida. Anos atrás chegara ao ponto de oferecer-se a ele para um beijo, embora seu rosto parecesse prestes a explodir, de tão vermelho.

Agora, pensando em Rita, no sofrimento que ela lhe causara, reflectia que não fora muito gentil com a menina adolescente que se apaixonara por ele.

Mas aquela não era hora para arrependimentos e remorsos. Bunny tivera uma ideia original e fora corajosa.

— Quantas pessoas nos viram sair do edifício? — Ele indagou, curioso.

— Centenas, acho. — Bunny riu, enquanto o servia de salmão e salada. — Será que sua reputação está arruinada para sempre?

Gonçalo balançou a cabeça, rindo também.

— Espero que a venda tenha me tornado irreconhecível.

— No teu andar, muitas pessoas viram e sabiam, que eras tu. E a recepcionista disse que se desse certo ela tentaria a mesma táctica com o namorado.

Bunny teve vontade de morder a língua. Estava se traindo, pouco a pouco. Por que usara a palavra "namorado"? Acabaria estragando tudo!

— Quer um croissant? — ela ofereceu, com a esperança de que o detalhe tivesse passado despercebido a Gonçalo. — São deliciosos, comprei na confeitaria da Sra. Garton.

Ele tirou um croissant da cestinha.

— Quando foi a última vez que você fez um piquenique? — Ela perguntou, quando ele permaneceu em silêncio.

— Já faz muito tempo. — Ele enrugou a testa, tentando lembrar-se. — Mas nunca fiz um piquenique tão chique quanto este.

— Eu e a Joana sempre adoramos piqueniques, desde pequenas! Uma vez, quando tínhamos doze anos, descobrimos um recanto no bosque, onde os arbustos formavam uma espécie de gruta. Depois disso só fazíamos piquenique ali. Mesmo no verão era fresco, por causa das árvores. Queres tomar um pouco de vinho? Sei que tens de voltar para trabalhar, mas um copo não vai fazer mal.

— Vais ao tribunal, hoje, ver-me?

— Sim. Quero ver -te em acção!

O sorriso que Bunn lhe ofereceu quase lhe roubou o fôlego. Os olhos dela brilhavam, e ele começou a perder o apetite. A sua vontade era sentar-se ao lado dela e...

Forçando-se a mudar o rumo dos pensamentos, ele assentiu e aceitou o copo que ela lhe oferecia. Engoliu um gole e observou-a, em silêncio, enquanto ela comia. O que estava acontecendo? Primeiro, ela fizera o possível para evitá-lo. Ou enlouquecê-lo, ele não tinha certeza. Depois, fizera toda aquela encenação para levá-lo para um romântico piquenique a dois. Será que aquilo significava alguma coisa? Haveria alguma intenção por detrás daquilo tudo?

— Já encontrou emprego? — Perguntou.[/size]
Ela balançou a cabeça.

— Terminei meu currículo ontem. Agora preciso mandar para as empresas. Mas enquanto isso quero aproveitar as minhas férias o máximo que eu puder. — Ela olhou ao redor. — Nunca fiz este tipo de coisa em Nova York. Estou pensando em mudar o meu estilo de vida e viver num um lugar mais tranquilo.

— Pensei que você gostasse de Nova York.

— Eu gosto, mas as coisas mudaram. Preciso pensar bem se é isso mesmo que eu quero. — Ela suspirou. — Dediquei -me de corpo e alma ao meu trabalho. Fiz muito mais do que era paga para fazer. Porque eu quis, é verdade, ninguém me pediu. E, num belo dia, perdi o emprego.
Ela levantou a palma das mãos para cima, num gesto de desamparo.

Ele concordava com Bunn. Também ficaria perdido se visse-se sem trabalho da noite para o dia.

Eles conversaram sobre assuntos superficiais o resto do tempo, enquanto saboreavam o almoço. Ao terminar, ele ajudou-a a empacotar tudo e fechar a cesta.

— Gostou? — Ela quis saber.

— Muito — respondeu ele, com sinceridade, dando-se conta de como era bom sair da rotina. E também de como era bom estar perto dela. Apressou-se a consultar o relógio. – Hora de ir embora — anunciou.

Bunny levantou-se e dobrou o cobertor, enquanto ele vestia o casaco.

— Obrigado, Bunn... — ele agradeceu. — Estava tudo delicioso. Obrigado pela surpresa e...

Ele calou-se antes de acrescentar "e pela companhia". Alguma coisa o impediu de dizer as palavras que lhe vieram à mente.

— Ainda bem que você não ficou zangado. — Ela ergueu o olhar sorridente para Gonçalo, e ele precisou de conter-se para não tomá-la nos braços e beijá-la.


Última edição por babyv004 em Sab 02 Maio 2009, 13:13, editado 1 vez(es)

babyv004
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 315
Idade : 23
Localização : proença a nova, Castelo Branco

http://ojamajo-doremiportugal.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por babyv004 em Sab 02 Maio 2009, 13:12



Ela era bem mais bonita do que ele se lembrava, Gonçalo reflectiu enquanto voltavam para o carro. E mais sexy. Tinha pernas lindas, cabelos maravilhosos, pés perfeitos. Gonçalo já conhecera outras mulheres bonitas, mas nenhuma delas parecia chegar aos pés dela.

— Quer que eu conduza? — Ofereceu-se. — Preciso passar no escritório antes de ir para o fórum.

Bunny entregou-lhe as chaves do carro, agradecida. Tudo correra bem. O piquenique fora agradável, e ela mal conseguira conter a euforia quando ele dissera que ela era cheia de surpresas. Gostaria que a avó Selene fosse viva para poder chegar a casa e contar-lhe tudo.

Que outras coisas ela poderia fazer para surpreendê-lo? - Pensou, quando entraram no tribunal algum tempo depois. Gonçalo indicou uma fila de cadeiras onde ela poderia sentar-se e foi para a mesa de defesa.

O desempenho dele era impressionante. Com calma e precisão, ele apresentava argumentos lógicos, interrogando as testemunhas de maneira inteligente e analítica.

Bunny não sentiu o tempo passar, fascinada com aquela faceta dele, que, embora já conhecesse, era muito jovem, na época, para apreciar.



Quando a sessão terminou, Bunny teve outra ideia, enquanto Gonçalo conversava com o juiz. Poderia surpreendê-lo mais uma vez, não esperando por ele. Rapidamente esgueirou-se entre as filas de cadeiras e saiu do recinto, sem que ele notasse. Provavelmente, quando não a visse ali, ele imaginaria que ela estivesse esperando por ele no saguão de entrada do fórum. Alguns anos antes, seria exactamente isso o que ela faria. Mas agora era uma mulher adulta, sabia que não podia esperar nada de Gonçalo, e, mesmo apaixonada, não seria tola a ponto de deixá-lo perceber.

O relacionamento deles era meramente de vizinhos.

Bunny estacionou o carro diante do edifício de apartamentos onde Joana morava. Encontrando a prima cansada e desanimada, sugeriu que pedissem uma pizza. Enquanto comiam, ela contou-lhe a sua peripécia, e as duas riram a valer.

— Não acredito que tiveste coragem de fazer isso, Bunn! — Exclamou ela, com astral sensivelmente mais elevado. — E ele deixou!

— Nem eu acreditava, Joana. Acho que ele se divertiu com a coisa toda. No começo achei que ele não deixaria e que ficaria zangado. Mas não...

Bunny não contou à prima que ele a beijara. Não precisava entrar em tantos detalhes.

— Quer dizer que tiraste essa ideia do diário de avó Selene! — Joana exclamou, quando Bunny concluiu a narrativa.

— Não, só a sugestão de fazer alguma coisa imprevisível. A ideia do sequestro saiu da minha cabeça.

— E ele está apaixonado por ti?
Bunny fez uma careta.

— Imagine! Nem eu quero! — Falou, fingindo pouco caso.

— Então, por que está fazendo isso?

Ela deu de ombros.

— Para me divertir um pouco. Fazia tempo que eu não me divertia. Nos últimos anos não tenho feito outra coisa senão trabalhar. E não tive nenhuma recompensa. Fui demitida, sem mais nem menos. Por que, então, não colocar um pouco mais de aventura na vida? Preciso de pensar no meu futuro. Estou testando os conselhos da avó Selene com Gonçalo. Quando eu conhecer a pessoa ideal, saberei se funcionam ou não.

— E se funcionarem com Gonçalo e ele se apaixonar por ti?

— Não se apaixona nada, Joana! Ele não quer ter um relacionamento sério. Muito menos comigo, a quem ele rejeitou uma vida inteira.

— Mas não parece estar a rejeitar agora...

A lembrança dos beijos de Gonçalo assaltaram a mente de Bunn. Mas aquilo não significava nada... Fora apenas um impulso momentâneo.

— Não tenhas ilusões, prima. Os homens não mudam — filosofou, lembrando-se das últimas frases que lera no diário.

— E agora, o que pretendes fazer?

— Com ele? Nada. Queres jantar comigo no sábado, Joana? Podemos fazer a tua comida favorita.

— Óptima ideia. O Mário pode ir também?

— Claro — Bunny respondeu sem muito entusiasmo.

— Então convida mais alguém, para não se sentir sobrando.


Bunny suspirou, desconsolada. A franqueza da prima às vezes chegava às fronteiras da inconveniência.

— Vou convidar o Seiya.

— Não... Convida o Gonçalo. Ele e o Mário conhecem-se bem.


Bunny torceu o nariz. Não se sentia à vontade para convida-lo para aquele tipo de programa. Será que estava a levar muito a sério a postura de fazer-se de difícil? De repente, não queria que o Gonçalo pensasse, nem por um instante, que ela o estava perseguindo. Não existia futuro para ela com o homem sexy que era seu vizinho.

Bunny começava a chegar à conclusão de que teria de repetir aquela ladainha cem vezes por dia até acreditar que realmente era verdade.

Quando entrou no jardim de casa, mais tarde, ela viu que o Gonçalo já chegara. O carro dele estava estacionado na entrada, e as luzes da casa estavam acesas. Pretendendo não fazer ruído, ela fechou a porta do carro e entrou em casa. Mais cedo, a ideia de não esperar por ele parecera-lhe a coisa certa a fazer, mas agora já não tinha tanta certeza. Uma pontinha de arrependimento perturbava-lhe a paz de espírito. Afinal, Gonçalo aceitara a brincadeira com desportividade, mostrara-se bem-humorado durante todo o tempo e convidara-a para vê-lo actuar no tribunal. E ela simplesmente desaparecera, sem uma palavra de despedida, sem deixar nem sequer um recado.




babyv004
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 315
Idade : 23
Localização : proença a nova, Castelo Branco

http://ojamajo-doremiportugal.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por LunaR em Sab 02 Maio 2009, 13:54

Pois, foi maldoso da parte da Bunny. Ela não devia ter deixado o Gonçalo assim.

Que te posso dizer mais?? Hein?? Continuo a amar a tua fic. Isto já começa a ser repetitivo. Razz

Espero por mais! Very Happy

LunaR
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 312
Idade : 23
Localização : Gondomar - Porto

http://mirage-rafa-17.hi5.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Dom 03 Maio 2009, 05:59

eheheh ! liiiiiiiiiiiiiiiiiindo como sempre estes cap. graaandes!



mas nao haver ainda mais cap. pa mim...dá depressa ta?

:g1:

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Convidad em Seg 04 Maio 2009, 14:15

etá demais!!! escreves muito bem!!!

fico à espera do proximo capitulo

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por chulipa em Sex 08 Maio 2009, 15:21

estou a adorar a fanfic!esta fantastica!!!!!!!!!!

chulipa
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 10
Idade : 23
Localização : Coimbra

http://sm-portugal.coolbb.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Serena em Sex 22 Maio 2009, 08:14

Eu Venero a tua fanfic.. está bem estruturada e a história tá a ficar linda. Espero que actualizes rápido Like a Star @ heaven

Serena
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 44
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por babyv004 em Ter 26 Maio 2009, 09:24

finalmente consegui acabar o cap. Brigada Lena.
cap. VI (2º parte)



Se tivesse esperado por ele, talvez ele tivesse sugerido que fizessem alguma coisa, que jantassem num restaurante em Tokio, por exemplo. Ou talvez não. Talvez tivesse trabalho a fazer e tivesse que voltar ao escritório.

Tentando convencer-se de que agira acertadamente para que Gonçalo não pensasse que ela estava interessada, Bunny preparou-se para dormir. Vestiu a camisa de tamanho extra grande e deitou-se, pensando na possibilidade de comprar alguma coisa nova e sensual, no dia seguinte. Depois reflectiu que seria inútil. Para quê, se continuaria a dormir sozinha?

Pegou o diário e abriu-o na página onde parara.

“Os homens não mudam. Quando se tornam adultos, têm o seu jeito de ser, e nenhuma mulher, como toda a meiguice do mundo, conseguirá mudar isto. Foi tia Susana quem me disse, hoje à tarde, depois que tomamos chá. Eu adoro a tia Susana, pois sabe tantas coisas! Mais do que a mamã. E gosta de transmitir os seus conhecimentos. Ela disse-me:


“Procura analisar o homem e compreendê-lo. Ele não vai mudar. A mulher que tem a ilusão de que pode mudar um homem está destinada ao fracasso.” Portanto, tenho que ter certeza de que conseguirei viver com ele do jeito que ele é. Safira é sério demais, às vezes. Acho que ele precisa de alguma coisa na sua vida que o alegre e o faça rir mais. Mas eu gosto dele, assim mesmo. É gentil, atencioso, faz elogios. Disse que achou o vestido que usei para ir à reunião na igreja chique e elegante! Não quero mudá-lo, só quero fazê-lo gostar de mim. Será que ele é o homem certo para mim? Para casar e viver o resto da vida? E será que eu serei uma boa esposa para ele?”

Bunny fechou o diário. Gonçalo com certeza não mudaria mais àquela altura da vida. Estava com 23 anos, estabelecido na carreira e na vida. Fazia o que bem entendia, à sua maneira. Se queria companhia, convidava uma mulher para sair, se queria ficar sozinho, ficava em casa.

Ela não podia pensar num futuro com ele. Admitia para si mesma que alimentara alguma esperança de conquistar-lhe o coração, ao seguir os conselhos de Selena. Secretamente, ainda era apaixonada por ele e gostaria que as coisas fossem diferentes, que existisse afecto da parte dele, que pudessem...

Com um longo suspiro, ela apagou o candeeiro. As chances de aqueles sonhos se realizarem eram mais improváveis do que ela ir um dia até a lua. Chegara a hora de parar de brincar e pensar em coisas sérias. E a maneira de fazer isso era enviar o currículo e começar a sair com outros rapazes.

Era melhor convidar o Seya para jantar no sábado, em vez de Gonçalo. O Mario era sociável, e o Seiya também. Para além disso, ela não tinha certeza se queria perder mais tempo com um homem que não queria nada com ela.


Em algum lugar do mundo deveria existir alguém por quem ela pudesse se apaixonar, que não fosse Gonçalo. A sua alma gémea. Precisava apenas encontrá-la.



------------------

Gonçalo viu quando a luz se apagou na janela do quarto de Bunn. Estava sentado no jardim dos fundos, com uma lata de cerveja esquecida na mão. Fazia uma hora que ela chegara, e nem olhara na direcção de sua casa. Ele quase a chamara. Mas hesitara tempo demais. Ela já entrara e fechara a porta.

Gonçalo perguntava-se aonde ela teria ido quando saíra do fórum. Ele nem mesmo a vira sair. Num certo momento, avistara-a pelo canto do olho, quando tornara a olhar, ela desaparecera.

Teria se cansado de assistir à sessão? Ele reconhecia que o assunto poderia não ser tão fascinante para as pessoas inexperientes como para ele, mas gostaria de ter lhe perguntado a opinião. Se Bunn achara que ele evoluíra desde a vez anterior em que o vira no tribunal.

Imaginara receber toda a atenção dela, como na noite em que haviam jantado no clube e ela lhe fizera perguntas sobre seu trabalho. Na ocasião, ela o ouvira como se estivessem falando sobre o assunto mais fascinante do mundo.

Agora, ele não sabia o que pensar. Teria sido fingimento da parte dela? Falso interesse? Por quê?

Certo de que Bunny o cumprimentaria e elogiaria, no final do dia, ele ficou surpreso ao descobrir que ela fora embora, sem nem ao menos despedir-se. Começava a chegar à conclusão de que não a conhecia.

Num impulso, levantou-se e atravessou o gramado até o quintal vizinho. Bateu na porta dos fundos e esperou, impaciente. Bunny não podia já estar dormindo, acabara de apagar a luz. Bateu mais uma vez, com mais força. Se ela não viesse abrir, ele esmurraria a porta.

A luz da varanda dos fundos foi acesa e Bunny entreabriu a porta para espiar para fora.

— Gonçalo, o que é que aconteceu?! — Ela abriu mais a porta. Ele examinou-a por um instante. A menos que trocasse de roupa com a velocidade de um relâmpago, não usava a lingerie sensual que ele imaginara, para dormir. No entanto, a camisa comprida dava-lhe um ar surpreendentemente exótico, mais do que se estivesse usando sedas, cetins e rendas. Os seios firmes e empinados estavam claramente delineados sob a camisa de malha, que lhe chegava ao meio das coxas nuas. O olhar dele passeou pelas longas pernas de Bunn e voltou aos olhos que o fitavam perplexos.

— O que aconteceu, Gonçalo? — ela repetiu a pergunta. Ele segurou-a pela mão e puxou-a para fora, conduzindo-a para o jardim. Não tinha ideia do que ia fazer nem para onde iria, só sabia que queria a companhia daquela mulher. Queria saber o que ela achara de seu desempenho no tribunal, dizer-lhe o que achava que aconteceria se o caso fosse para o júri popular, passar algumas horas com ela.



Bunny tentou soltar-se, porém ele segurou-a com firmeza, puxando-a consigo.

— Espera, Gonçalo! Aonde vamos? Não estou vestida!

— Relaxa, Bunn. Vamos para a minha casa. Não me sequestras-te hoje? Agora estou fazendo o mesmo contigo.

— Está tarde para fazer um piquenique.

— Mas não para a sobremesa. A minha empregada fez crepes, hoje. Podemos aquecer no microondas e comer com chantilly e chocolate.

— São mais de onze horas, baka!

— Estás de férias, princesa. — Gonçalo virou-se e enlaçou-a pela cintura, envolvendo-a num abraço apertado. Beijou-lhe a cabeça, deliciando-se com o perfume suave dos cabelos macios.

— Vem.

babyv004
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 315
Idade : 23
Localização : proença a nova, Castelo Branco

http://ojamajo-doremiportugal.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por babyv004 em Ter 26 Maio 2009, 09:28

Segurando-a novamente pela mão, conduziu-a até a cozinha.

— Vamos aquecer os crepes e comer lá fora. A noite está agradável.

Bunny ficou parada na porta da cozinha, enquanto ele preparava dois pratos de crepes com chocolate. Cruzou os braços, sentindo as mãos húmidas, os joelhos bambos. Mesmo que quisesse voltar para casa, sabia que não conseguiria dar um passo. Uma atmosfera romântica os envolvia, o jardim dos fundos da casa de Gonçalo estava mergulhado numa penumbra agradável, iluminado apenas pelas luzes fracas das casas vizinhas e pela lua cheia, baixa no horizonte.

— Pronto... CREPES com chocolate (n/a: a autora ficou cheia de fome agora lol) "à moda" — anunciou Gonçalo, dirigindo-se para a porta levando os pratos nas mãos.

Ela pegou o seu e seguiu-o até o local onde estavam duas espreguiçadeiras, sobre a relva aparada. Sentou-se e dobrou os joelhos, cobrindo-os com a camiseta. Levou uma garfada de crepe à boca e o sabor doce do chocolate e do chantilly pareceu preenchê-la por dentro. Poucas vezes alguma coisa lhe caíra tão bem, apesar da inconveniência da hora e do local.

— Hum... que é delicioso! — exclamou, engolindo outra garfada.

— A Sra. Mulphrety faz os melhores crepes do mundo — ele elogiou.


Durante alguns minutos, comeram em silêncio, saboreando o que Bunny descreveria (e a autora tb) como "delícia dos deuses".

— Em que estás a pensar? — Gonçalo perguntou, quando acabou de comer.

— Estava a lembrar da minha infância aqui, na casa de tia Luna. As brincadeiras que eu fazia com a Joana, os churrascos que o tio Artimis preparava nas noites de verão para não dar trabalho a tia Luna na cozinha.

— Eles ainda têm esse hábito — disse Gonçalo.

— O casamento deles é uma união feliz, equilibrada — começou Bunny. — Ambos se complementam com perfeição, não achas? Respeitam a opinião um do outro, não estorvam um ao outro. Os meus pais também são assim. Verdade que eles têm os mesmos interesses, os dois adoram arqueologia e antropologia, e isso fortalece a união.

— Gostas desse assunto, não é, Bunn?

— Que assunto?

— Casamentos estáveis. Estás sempre a mencionar casos.

Ela sorriu.

— Acho que quero convencer-te de que o casamento não é uma instituição ultrapassada como pensas. No outro dia estava pensando... os teus pais são o único casal que eu conheço que se separou. Os meus pais continuam juntos, os meus tios, os pais de meus amigos...

— Eles são excepções.

— Por que eles, e não os teus pais? Nunca pensaste nisso?

Ele não respondeu e Bunny perguntou-se se teria ido longe demais. Afinal, aquele era um assunto delicado para ele, e ela estava a tentar fazê-lo mudar de ponto de vista. Ao contrário do que a sua bisavó Selene aconselhara.

— Tiveste muitos namorados em Nova York? — ele perguntou, depois de uma pausa.

— Não, — ela colocou o prato vazio no chão, a seu lado, e recostou-se, esticando as pernas e cobrindo-as o quanto pôde, com a camisa. — Parabéns pela tua actuação no tribunal, hoje.

— Não mudes de assunto. Eu fiz-lhe uma pergunta, espero que me respondas.


— Eu respondi. Não tenho muito a falar sobre isso. — Ela ergueu o corpo. — Preciso ir, Gonçalo, está a ficar tarde. E está arrefecendo, também.

Ele levantou-se e estendeu-lhe uma mão para ajudá-la. Seria indelicado da parte dela recusar a gentileza, por isso deixou que ele lhe segurasse a mão. O simples toque, porém, a fez estremecer.

Bunny amaldiçoou-se, contrariada. Por que tinha de se sentir assim? Por que nenhum outro homem lhe causava aquele efeito? Quando se livraria daquele fantasma que era Gonçalo Chiba, que a assombrava desde a adolescência?

Gonçalo passou um braço sobre os seus ombros e aproximou-a de seu corpo. Era impossível resistir às sensações que a dominavam, e, no fundo, ela não queria resistir. Enquanto atravessavam o gramado, Bunny ergueu o rosto para ele e aceitou o beijo dele.

Longos minutos depois, ele afastou o rosto, admirando-a com olhos semicerrados e sorridentes e murmurou:

— Loucuras da meia-noite...

babyv004
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 315
Idade : 23
Localização : proença a nova, Castelo Branco

http://ojamajo-doremiportugal.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Ter 26 Maio 2009, 09:33

desd q me mandaste o cap. ainda n entendi como é que tu podeste parar aí????

nao há direito! qero saber o q vai acontecer asseguir! e compra-me um raio de uma lingerie pa bunny !

espero n ter que ser eu a comprá-la Matreiro

cap. mt bom...ms lá está...qero saber o q vai acontecer asseguir!


hj corrigi mt coisa Matreiro atençao há gramatica, filha Matreiro

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por lulumoon em Qua 27 Maio 2009, 15:07

OMG! Está cada vez melhor!
Cito a Lena: COMO È QUE PUDESTE PARAR AÍ?! adorei o capitulo como sempre! Nota-se que o gonçalo agora está a ficar meio doido pela Bunn! Matreiro
espero bem que ele mude de ideias em ralaçao ao casamento! Oh! e k hajam mtx mais beijitus e outras coisas! ;D

Espero ansiosamente por mais! ^^

lulumoon
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1198
Idade : 23
Localização : Barcelos :)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Qua 27 Maio 2009, 15:11

lulumoon escreveu:OMG! Está cada vez melhor!
Cito a Lena: COMO È QUE PUDESTE PARAR AÍ?! adorei o capitulo como sempre! Nota-se que o gonçalo agora está a ficar meio doido pela Bunn! Matreiro
espero bem que ele mude de ideias em ralaçao ao casamento! Oh! e k hajam mtx mais beijitus e outras coisas! ;D

Espero ansiosamente por mais! ^^

lulu (espero que nao te importes que te chame assim) acho que no proximo cap. o clima vai aquecer...

afinal...sao loucura de meia noite xDD


e oh filha (estou a ficar demasiado maternal cntg Matreiro) tu compra-me uma lingerie pa bunny...eu até ja sei qual ela vai comprar, voute mandar o link por MP ^^

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Gaby-Br=^.^= em Qua 27 Maio 2009, 19:41

Fantastico!!!!
Quando sai o próximo?
-----------------------------
Dê uma olhaa na minha Fic "O Futuro de Small Lady"
http://sm-portugal.coolbb.net/fanfics-f13/fanfic-o-futuro-de-small-lady-t4899.htm

Gaby-Br=^.^=
Classic: Pelo Poder de Marte!
Classic: Pelo Poder de Marte!

Feminino
Mensagens : 165
Idade : 21
Localização : Em Casa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Serena em Qui 28 Maio 2009, 05:00

Adorei... espero que postes rapidamente um novo capítulo Razz

Serena
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 44
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por lulumoon em Qui 28 Maio 2009, 08:16

Oh fantastico! Loucuras da meia noite! Matreiro

se alguem kider ajuda a escolher a lingerie, avisem, pk eu percebo do assunto! lool

lulumoon
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1198
Idade : 23
Localização : Barcelos :)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Gaby-Br=^.^= em Qui 28 Maio 2009, 16:33

eu emploro por favor um novo capítulo com mais dicas!!!!
Sério preciso ler o final esta fic logo eu estou começano a viajar na hora da escola e as professoras não gostaram!!!
tu escreve muito bemmmmmmmmmmmmm^^

----------------------------------------------------------------------------
Dê uma olhaa na minha Fic "O Futuro de Small Lady"
http://sm-portugal.coolbb.net/fanfics-f13/fanfic-o-futuro-de-small-lady-t4899.htm

Gaby-Br=^.^=
Classic: Pelo Poder de Marte!
Classic: Pelo Poder de Marte!

Feminino
Mensagens : 165
Idade : 21
Localização : Em Casa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Gaby-Br=^.^= em Sab 30 Maio 2009, 13:01

NOTA DA AUTORA: É uma adaptação!!! A autora do livro é Barbara McMahon. Espero que gostem!

Fiquei curiosa...que livro???

Gaby-Br=^.^=
Classic: Pelo Poder de Marte!
Classic: Pelo Poder de Marte!

Feminino
Mensagens : 165
Idade : 21
Localização : Em Casa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por LunaR em Sab 30 Maio 2009, 13:52

Oh pah... Raios...
Já toda a gente disse isto, mas eu vou repetir:

COMO É QUE PUDESTE TERMINAR AQUI??????

Santa Mãe de Deus... o clima estava tão bom...
Eu não posso vir ler a tua fic, senão morro... Se a curiosidade não fosse tão grande...

Lena, por favor, diz'lhe para ela NÃO ACABAR ALI! Surprised.o:

LunaR
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 312
Idade : 23
Localização : Gondomar - Porto

http://mirage-rafa-17.hi5.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Gaby-Br=^.^= em Sab 30 Maio 2009, 14:05

Dou te força...NÃO SE ACABA NUMA PARTE DESTAS!!!
estou me corroendo de curiosidades!

Gaby-Br=^.^=
Classic: Pelo Poder de Marte!
Classic: Pelo Poder de Marte!

Feminino
Mensagens : 165
Idade : 21
Localização : Em Casa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Convidad em Sab 30 Maio 2009, 22:15

está fantástico. eu adoro a maneira como tu escreves. tu desenvolves muito a história e isso fica muito giro!!!

como pudeste parar ai???? o.o

fico à espera do proximo capitulo!!!

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Dom 31 Maio 2009, 04:21

lulumoon escreveu:Oh fantastico! Loucuras da meia noite! Matreiro

se alguem kider ajuda a escolher a lingerie, avisem, pk eu percebo do assunto! lool

queres-me ajudar ?? ::

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Dom 31 Maio 2009, 04:26

LunaR escreveu:Oh pah... Raios...
Já toda a gente disse isto, mas eu vou repetir:

COMO É QUE PUDESTE TERMINAR AQUI??????

Santa Mãe de Deus... o clima estava tão bom...
Eu não posso vir ler a tua fic, senão morro... Se a curiosidade não fosse tão grande...

Lena, por favor, diz'lhe para ela NÃO ACABAR ALI! Surprised.o:


eu já disse! eu tou a morrer de curiosidade tbm pq essa filha aí (realmente isto tá-se a tornar preocupante...tou demasiado maternal com a babyv004) so me mandou isto...eu vi a minha vida a passar-me pelos olhos quando nao consegui baixar mais a pagina do word :g11:

essa filha aí é bue mááá ... nao há direito..como ela pode parar ali, nao compreendo?? alguem me pode explicaR?? um ser humano com coraçao e consideraçao pelas pessoas nao para aí!!

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por deba em Dom 31 Maio 2009, 05:36

esta fantastica!!!!!!!
adorei e nem acredito que paraste logo ali mas fico a espera do proximo capitulo.
boa sorte! Very Happy

deba
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 133
Idade : 20
Localização : Coimbra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Dom 31 Maio 2009, 05:52

reparei numa coisa interessante Matreiro em cada cap. que tu postas a história é sempre a mesm:

COMO É QUE PUDESTE PARAR AÍ??

xDD

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Dom 31 Maio 2009, 05:55

Gaby-Br=Simpatico= escreveu:NOTA DA AUTORA: É uma adaptação!!! A autora do livro é Barbara McMahon. Espero que gostem!

Fiquei curiosa...que livro???


nao quero estar a ser rude mas se tu nao fores cega vês perfeitamente que o livro se chama receita do amor!

nao fazia sentido ela adaptar um livro e dar-lhe um titulo diferente -_-'



EDIT: aliás...já tinha reparado nesse doce promenor...mas nao lhe dei muita importancia...Twisted Evil


EDIT2: acabei de ler a historia é liiiiiiiiinda Esperancoso bue cute quando eles se juntam Esperancoso ele vai atrás dela tao fofuxo Esperancoso vou adicionar o esnips.com aos favoritos Esperancoso

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Gaby-Br=^.^= em Dom 31 Maio 2009, 16:26

pale AIIIIIIIIIIIIIIIIII oeu meus dedinhos...
Obrigado a informação silent

Gaby-Br=^.^=
Classic: Pelo Poder de Marte!
Classic: Pelo Poder de Marte!

Feminino
Mensagens : 165
Idade : 21
Localização : Em Casa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Monica em Dom 31 Maio 2009, 16:38

quero mais...lool
esta mt boa a tua finc

Monica
R: Pelo Poder Estelar de Marte!
R: Pelo Poder Estelar de Marte!

Feminino
Mensagens : 587
Idade : 25
Localização : Chaves/ ou /mais propriamente com a cabeça no mundo da lua

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por LunaR em Dom 07 Jun 2009, 02:09

Lena_Dias escreveu:reparei numa coisa interessante Matreiro em cada cap. que tu postas a história é sempre a mesm:

COMO É QUE PUDESTE PARAR AÍ??

xDD

Mesmo. Mas, sinceramente, é ela que provoca isto. Eu gosto de devorar histórias, mas assim... Não dá! Razz Ainda por cima ela pára em partes tão... comestíveis... xDD

Eu acho que o título da fic até devias ser Receita de Amor (Bunny/Gonçalo) - Patrocinado por COMO PUDESTE PARAR AÍ? (Calma, Rafaela maria, já estás a exagerar...) xDD

LunaR
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 312
Idade : 23
Localização : Gondomar - Porto

http://mirage-rafa-17.hi5.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Dom 07 Jun 2009, 14:45

LunaR escreveu:
Lena_Dias escreveu:reparei numa coisa interessante Matreiro em cada cap. que tu postas a história é sempre a mesm:

COMO É QUE PUDESTE PARAR AÍ??

xDD

Mesmo. Mas, sinceramente, é ela que provoca isto. Eu gosto de devorar histórias, mas assim... Não dá! Razz Ainda por cima ela pára em partes tão... comestíveis... xDD

Eu acho que o título da fic até devias ser Receita de Amor (Bunny/Gonçalo) - Patrocinado por COMO PUDESTE PARAR AÍ? (Calma, Rafaela maria, já estás a exagerar...) xDD


nao msm XD

ficava melhor:

Receita de Amor (Bunny/Gonçalo) - com a participação em cada cap. de: COMO PUDESTE PARAR AÍ??



é mais assim xDD

Sofia maria, tu apressa-te a vir a net e passars-me o cap. e eu corrigir e tu postares!!




tipo quanto ao livro: ela nao pos o livro como é, ela alterou partes, por tanto a historia acaba por ser uma beca diferente

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Serena em Seg 08 Jun 2009, 04:48

Oh, por favor, actualiza.. Adoro esta fic.. ^^

Serena
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 44
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Gaby-Br=^.^= em Seg 08 Jun 2009, 15:04

MAIS>>>>>>>>>>...

Gaby-Br=^.^=
Classic: Pelo Poder de Marte!
Classic: Pelo Poder de Marte!

Feminino
Mensagens : 165
Idade : 21
Localização : Em Casa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por kelinha em Seg 15 Jun 2009, 14:50

esta fic está a ficar espectacular, continua assim.... estou á espera de mais...

kelinha
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 349
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por zirateb em Seg 15 Jun 2009, 14:55

Onde anda a menina? eu exijo mais capítulos!!! faço aqui uma manif Matreiro

zirateb
SS: Pelo Poder do Cristal de Marte!
SS: Pelo Poder do Cristal de Marte!

Feminino
Mensagens : 3657
Idade : 31
Localização : porto alto (ribatejo)

http://yunime.ativoforum.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por picky em Seg 15 Jun 2009, 15:41

Desculpa pelo meu grande atraso nos comentarios.....mas eu nao tenho tido muito tempo......

Mas vou passar ao meu comentario.........

Como é que tu podes acabar ali.....diz me como....

Eu estou aqui capaz de te esganar......

Queres me dar um ataque cardiaco ou que.....

A tua fic está a cada capitulo mais espectacular......nao tenho palavras.....

Adorei cada palavrinha......

Por favor posta o mais rapido possivel um novo capitulo......(eu estou a suplicar te de joelhos).......

Fico à espera ansiosamente, ansiosamente, ansiosamente, ansiosamente, ansiosamente (ansiosamente 1000 vezes) pelo proximo capitulo.....

Bjs



picky
Classic: Pelo Poder de Vénus!
Classic: Pelo Poder de Vénus!

Feminino
Mensagens : 263
Idade : 24
Localização : vila nova de famalicao

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por babyv004 em Ter 16 Jun 2009, 08:27

sorry, people. Mas tenho boas noticias as ferias estam a começar e este fim de semana prometo mais um capitulo. assim k eu o entregar a Lena.
Lena na sexta no messenger, ok?

babyv004
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 315
Idade : 23
Localização : proença a nova, Castelo Branco

http://ojamajo-doremiportugal.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por kelinha em Ter 16 Jun 2009, 09:00

Estou ansiosa pelo novo capitulo...

kelinha
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 349
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Serena em Sex 19 Jun 2009, 17:47

A minha fanfic favorita deste forum, nunca mais é actualizada Sad

Serena
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 44
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Sab 20 Jun 2009, 06:36

babyv004 escreveu:sorry, people. Mas tenho boas noticias as ferias estam a começar e este fim de semana prometo mais um capitulo. assim k eu o entregar a Lena.
Lena na sexta no messenger, ok?


amor ve se vens hoje ok? é que a tarde teve ca u meu qerido (otario) irmao e a noite a nha net o meu telefone e a nha televisao foram.se pq eu tenho os 3 serviços da netcabo e so vieram ca arranjar hj :/

mas apressa-te a vir a net hj se nao eles matam-me Matreiro


além de que eu tive escola das 3h até as 4h40

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por babyv004 em Sab 20 Jun 2009, 09:57

A cap. VII (1º parte)


“O caminho para chegar ao coração de um homem é através do estômago. — Diário de Selena, Verão de 1923”

Loucuras da meia-noite...
Bunny concordou. As palavras eram adequadas para expressar tudo o que estava a acontecer.

Abraçados, eles caminharam até a varanda dos fundos da casa ao lado, e Gonçalo esperou para vê-la entrar.

— Boa noite, Bunn.

— Boa noite. — Ela hesitou, na porta, e olhou sobre o ombro. — Vou fazer Bacalhau a Brás, no sábado à noite — falou por impulso. — A Joana e o Mário virão comer comigo. Não gostarias de vir?

— A que horas?

— Por volta das seis.

Gonçalo ergueu um polegar, e Bunny fechou a porta. Ainda estava trémula, por causa do beijo. Mesmo depois de se aconchegar entre os lençóis, não conseguia afastar a sensação de calor em seu corpo, o seu coração parecia descontrolado.


Apagou o candeeiro e fechou os olhos, porém o estado de agitação em que se encontrava não a deixava dormir. A lembrança do beijo não lhe saía do pensamento, fazendo-a reviver o contacto dos lábios, a sensação da língua dele dentro da sua boca, as mãos fortes ajustando o seu corpo ao dele.

Ela sentou-se na cama, acendeu o candeeiro e pegou o diário. Se não conseguia dormir a pensar no Gonçalo, faria alguma coisa para tirá-lo da cabeça.

“ A Mamã tem um ditado para tudo. Hoje, quando eu estava ajudando-a a fazer o jantar, ela olhou para mim e piscou. O caminho para chegar até o coração de um homem é através do estômago, ela disse. O Papa adora molho de tomate, então fizemos um pouco para colocar no arroz. Um homem bem alimentado fica satisfeito e bem-humorado. Eu gostaria de cozinhar para o Safira, mas não sei quando. Talvez quando houver o arraial de Quatro de Julho, mas ainda falta tanto tempo! Até lá, como vou provar-lhe que sou uma boa cozinheira? Eu gosto de ouvir os conselhos das pessoas mais velhas, mas não queria que todos ficassem sabendo de meu interesse pelo Safira. E se ele não me corresponder? Mas acho que mamã desconfia. Ela disse que eu é que vou fazer o almoço, um domingo desses, e vamos convidar o pastor e a esposa. E talvez Safira, ela disse. Fiquei surpresa, porque ela não costuma convidar outras pessoas quando o pastor e a esposa vêm almoçar. Eu sei que o Safira gosta de frango frito, e a minha prima Sara diz que eu faço o frango frito mais apetitoso que ela já comeu. Espero que ele goste.”

Bunny releu a passagem. Mais um ponto para Selena, pensou. Ela tinha esperanças que ele gostasse do seu Bacalhau a Brás.

Fogo, lá estava ela, outra vez, a pensar numa maneira de conquista-lo! Fechou o diário e deitou-se, tentando pensar em outras coisas. Mas o seu último pensamento, antes de adormecer, foi o beijo que trocara com Gonçalo, no jardim da casa dele.



Na sexta-feira à tarde, Bunny foi comprar os ingredientes para fazer o Bacalhau. Passara a manhã a limpar a casa, embora sua intenção fosse servir a refeição no jardim. Na segunda-feira começaria seriamente a procurar emprego e procuraria algum apartamento em Tóquio. Se encontrasse alguma coisa, teria de ir a Nova York para precaver a mudança. Talvez Joana pudesse tirar alguns dias e ir com ela. Assim, ela mostraria um pouco da cidade à prima, poderiam assistir a uma peça de teatro na Broadway, e depois voltariam para o Japão.

O dia seguinte amanheceu húmido e abafado. Bunny começou a preparar o Bacalhau assim que terminou de tomar o pequeno-almoço. Descascou e cortou as batatas, desfiou o bacalhau e depois foi à pastelaria da Sra. Garton para comprar pão.

Por último, preparou duas mousses para sobremesa. Sabia que Gonçalo adorava a mousse de maracujá que a sua tia fazia, pois lembrava-se de vê-lo entrar na cozinha apenas para pegar um potinho na geladeira. Por sorte, encontrara rapidamente a receita no caderno da tia, e era de preparo fácil e rápido. Decidiu repetir a receita com suco de limão e ficou satisfeita com o resultado. Enfeitou a mousse de maracujá com sementinhas e a de limão com rodelas finas da fruta, e guardou-as na geladeira.

babyv004
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 315
Idade : 23
Localização : proença a nova, Castelo Branco

http://ojamajo-doremiportugal.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por babyv004 em Sab 20 Jun 2009, 09:58

Enquanto trabalhava na cozinha, ela ouviu o ruído de um cortador de grama. Espiou pela janela e avistou Gonçalo a cortar a relva. Ele estava de costas para ela, de jeans, sem camisa. Bunny puxou rapidamente a cortina e voltou a concentrar-se na preparação do jantar. A visão dele, de peito nu, empurrando o cortador de relva, só lhe trazia pensamentos indesejáveis. Devia ter convidado Seiya, em vez dele. Ou melhor, não devia ter convidado uma quarta pessoa, apenas Joana e Mário. Mas agora era tarde demais para voltar atrás.

Pouco depois, ela estava indecisa em ir ou não ao clube de campo para dar um mergulho na piscina, quando o telefone tocou. Estava com vontade de nadar, mas numa tarde de sábado quente como aquela, a piscina estaria lotada.

— Alô?

— Bunn... — uma voz familiar choramingou.

— Joana! O que aconteceu?

— Estou péssima. Apanhei uma gripe horrível, estou com quase quarenta graus de febre. Não poderei ir, hoje à noite. Já avisei o Mário. Por favor, não fique zangada...

— Mas, Joana... Fiz uma montanha de comida! E convidei o Gonçalo!

— Nem me arrastando eu conseguiria, Bunn. Desculpa. Jantem os dois. Depois congela o que sobrar, comerei contigo noutro dia. Se é que algum dia vou melhorar.

— É claro que vais — Bunny falou, com o pensamento distante. Estava contando com a presença deles. Será que Gonçalo acreditaria que ela realmente os convidara, quando ela lhe contasse que Joana estava doente? Provavelmente, pensaria que fora tudo planejado.

— Só sei que estou péssima. E é pior ainda ficar engripada com este tempo maravilhoso. Eu preferia que estivesse frio e chovendo.

— Beba bastantes líquidos — Bunny recomendou.

— É o que irei fazer — Joana tossiu. — Divirtam-se hoje, sim, Bunn? Bem que eu gostaria de ir. Mas não estou a aguentar ficar de pé. Não seria justo contaminar todos.

Divertir-se? - pensou ela, ao desligar o telefone. A última coisa que ela faria seria receber Gonçalo, à noite, sozinha.

Deveria telefonar a cancelar o jantar?

Claro que sim. Uma coisa era recebê-lo com mais duas pessoas para jantar, outra bem diferente era jantarem os dois sozinhos. Marcou o número dele e depois de quatro toques, ouviu a voz dele, gravada.

— Gonçalo, é a Bunny. Olha, a Joana está doente e não poderá vir à noite. Por isso estou a ligar para cancelar o jantar. Mas já está tudo pronto, se quiseres, posso levar um pouco para comeres. — Bunn franziu a testa. Se ia levar comida para ele, por que não deixá-lo vir? — Podes vir, se quiseres, mas eles não estarão aqui. – Bunny sentia-se cada vez mais idiota. — Também podes vir buscar e levar para casa, se preferires. – O que era aquilo?! Ela estava a meter os pés pelas mãos! Quanto mais tentava consertar, mais se atrapalhava. — Liga-me, ok?

Bunny desligou antes que a situação piorasse ainda mais. Em seguida, foi até a janela e espiou na direcção da casa ao lado. O carro dele não estava lá. Bem, ele ouviria o recado quando voltasse.

Às cinco e meia, ele ainda não chegara. Bunny começou a ficar inquieta. Deveria preparar-se para esperá-lo às seis ou não?

Por fim, decidiu tomar um banho e vestir um dos vestidos que comprara, um branco, curto com um largo decote nas costas, e sandálias brancas. Esperaria um pouco mais, se ele não viesse comeria sozinha e esqueceria o assunto.

Sentou-se no canto do sofá de onde podia vê-lo quando chegasse. As seis e quinze, a casa continuava deserta e às escuras. Bunny levantou-se e foi para a cozinha. Provavelmente, ele ouviu as mensagens de algum outro telefone.

Suspirando, ela abriu o frigorífico e escolheu alguns ingredientes para fazer uma sanduíche. Por um lado, sentia-se aliviada. Era melhor evitar a proximidade com ele, já que ambos não podiam ter um futuro, juntos.

Bunny viu as duas garrafas de vinho que colocara no frigorífico. Não beberia sozinha.


Depois de tudo preparado, ela subiu para buscar o diário e voltou para sentar-se à mesa da cozinha. De repente, percebeu que estava com fome. Abriu o diário e começou a ler, enquanto saboreava a sanduíche e o suco de frutas.

A batida na porta da cozinha a sobressaltou. Apressou-se a abrir, avistando Gonçalo, usando jeans e camisa xadrez de mangas curtas.

— Desculpa, atrasei-me.

— Na verdade, eu nem estava a espera de ti — disse-lhe, sem conseguir deixar de se abalar pela aparência máscula dele. Como ele conseguia ficar mais bonito de cada vez que o via!

— Disse-te por volta de seis horas. São seis e vinte. Posso entrar?

Bunny recuou, dando-lhe passagem.

— A Joana e o Mário ainda não chegaram?

— Deixei uma mensagem no teu gravador, não ouviste? A Joana está muito engripada e não virá. Nem o Mário.

— Não verifiquei as mensagens. — Gonçalo olhou para a mesa. — Estás a comer sozinha?

— Estou a pensar no Bacalhau a Brás desde quinta-feira. Preparei uma quantidade para um batalhão. Mas nem arrumei a mesa, não pensei que virias. Mas senta-te. Queres um pouco de vinho? — Ela virou-se para abrir o frigorífico, mais para ocultar o inexplicável rubor que lhe subia no rosto. — Eu estava a planejar comermos no jardim, mas...

— Tudo bem, está óptimo aqui mesmo. Não te preocupes — disse Gonçalo, afastando uma cadeira e sentando-se. — Estou com fome. Hoje ainda não almocei, tive um compromisso.

Bunny não fez nenhum comentário. Então, fora por isso que ele se atrasara. Com certeza passara a tarde com uma mulher. Por que viera, então?

— Poderias ter dito que tinha um compromisso e que ficaria difícil vir... — ela quase deixou a garrafa de vinho cair ao chão, ao virar-se. — Não! Não mexas nisso!

Gonçalo estava a folhear o diário! Bunny colocou a garrafa sobre a mesa e arrancou o diário das mãos dele.

— Por quê? — perguntou-lhe, com uma ruga na testa. — O que é isso?

— É um diário. Era da minha bisavó. A Joana e a tia Luna acharam-no no sótão.

— Isso era de quando ela era criança?

— Não. Ela começou a escrever quando fez dezoito anos. — Bunny colocou o volume em cima do frigorífico. — Fala de... assuntos de família e... coisas assim.

babyv004
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 315
Idade : 23
Localização : proença a nova, Castelo Branco

http://ojamajo-doremiportugal.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por kelinha em Sab 20 Jun 2009, 12:03

o que será que vai acontecer agora que a bunny e o gonçalo estão os dois sozinhos???
Acho que a coisa vai aquecer...

Posta o próximo capitulo rapidamente...
Fico á espera Very Happy

kelinha
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 349
Idade : 24

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por DiiLuna em Sab 20 Jun 2009, 15:14

Aiiiiii. Fiquei encantada.

Esta história é daquelas que junta os ingredientes fundamentais de um romance. O humor e o romantismo.
Mantiveste-me cativa durante toda a história.

Mas posso fazer uma pergunta? Esta história originalmente era uma Hermione/Harry não era?
Em alguns capitulos esqueceste de colocar a personagem correcta. Deves ter isso em atenção.

De resto, mim aprovar. (:

DiiLuna
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 245
Idade : 28
Localização : Cidade Invicta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Sab 20 Jun 2009, 15:37

DiiLuna escreveu:Aiiiiii. Fiquei encantada.

Esta história é daquelas que junta os ingredientes fundamentais de um romance. O humor e o romantismo.
Mantiveste-me cativa durante toda a história.

Mas posso fazer uma pergunta? Esta história originalmente era uma Hermione/Harry não era?
Em alguns capitulos esqueceste de colocar a personagem correcta. Deves ter isso em atenção.

De resto, mim aprovar. (:


estes dias tenho andado msm abusada --'

vou responder por ela

Esta historia inicialmente era da hermione e do harry mas depois ela mudou e postou ca nu forum so como ainda n existia ca eu no forum pa lhe corrigir os cap's Matreiro depois eu armei-me em abusada e fiqei tao encantada com a historia que ofereci-lhe ajuda e hj em dia comecei-lh a corrigir os caps tnt q agra ela ja n tem nos caps hermione ou harry pro causa de Jee

Agora quem vir isto pensa que eu sou Armada! Matreiro



---

LunaR, esta é para ti Matreiro

COMO É QUE PUDESTE PARAR AÍ SOFIA ?!


(nós marcamos Matreiro slogan da fic dela x))

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por LunaR em Dom 21 Jun 2009, 04:21

Ah pois é!!!
De novo a história repete'se...

COMO É QUE PUDESTE PARAR AÍ??

Esta rapariga sabe'me pôr ansiosa. Não é qualquer uma que consegue. E ela nem faz por mal, coitada... Matreiro

Mais uma vez um capitulo fantástico. Ainda bem que a ajudas Lena!! Um trabalho com duas cabeças fica melhor do que com apenas uma! Wink

Bom Trabalho!! Very Happy

LunaR
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 312
Idade : 23
Localização : Gondomar - Porto

http://mirage-rafa-17.hi5.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por deba em Dom 21 Jun 2009, 04:25

esta muito gira!o quesera que vai acontecer asseguir?sera que eles se vao beijar outra vez?
tens de postar mais um capitulo depresa para saber

deba
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 133
Idade : 20
Localização : Coimbra

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Dom 21 Jun 2009, 04:29

LunaR escreveu:Ah pois é!!!
De novo a história repete'se...

COMO É QUE PUDESTE PARAR AÍ??

Esta rapariga sabe'me pôr ansiosa. Não é qualquer uma que consegue. E ela nem faz por mal, coitada... Matreiro

Mais uma vez um capitulo fantástico. Ainda bem que a ajudas Lena!! Um trabalho com duas cabeças fica melhor do que com apenas uma! Wink

Bom Trabalho!! Very Happy

oh LunaR se eu nao a ajudasse ainda ias no cap.5 Rolling Eyes

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por babyv004 em Seg 22 Jun 2009, 08:13

Ta-mos de ferias pessoal!!!! :venusestatua: Praia, descanso (talvez nao para mim visto k tenho de actualizar a fic). Como presente a segunda parte do cap. 7. Bjx
Parte 2



Gonçalo abriu o vinho, enquanto Bunny colocava a cesta de pães na mesa. Pôs um pouco do bacalhau no prato e ligou o microondas.

— Divertis-te esta tarde? — ela perguntou, quando começaram a comer.

— Não foi um compromisso para diversão.

— Ah, não?

— Não. Foi compromisso de trabalho.

— Hum. Vi-te a cortar a relva, esta manhã.

— Sim.

— Não tinhas um jardineiro, antes?

— Sim, mas ele ficou doente e eu comecei a cuidar do jardim. Descobri que gosto. Era um sacrifício quando o meu pai me pedia para cortar a relva, quando estava na adolescência. Agora, talvez porque a casa seja minha, acho fantástico.

— Também gosto de jardinagem. Quero encontrar um apartamento com varanda para ter plantas e flores. E no futuro pretendo morar numa casa com um jardim bem grande.

— Estás a procura de apartamento?

— Hum, hum — Bunny assentiu. — Estou a pensar procurar emprego no centro de Tokio e morar lá.

— E por que não morar aqui? Eu trabalho em Tokio e moro aqui. É perto.

Bunny deu de ombros.

— Prefiro ir pro centro.

— Isto é sossegado demais para ti?

— Não é bem isso. Acho que é um lugar maravilhoso para viver e criar filhos. Mas enquanto eu não me casar e tiver uma família, prefiro ficar mais perto do movimento.

“E longe da tentação na forma de um vizinho alto, moreno, bonito e com uns olhos como o azul escuro da noite.”

— Para que possa prender alguém?

— Prender? Eu não colocaria dessa forma. Conhecer, talvez. Nem todos os homens pensam como tu, baka. Quero conhecer um homem, casar, formar uma família, compartilhar a minha vida com alguém especial.

— O casamento é uma ilusão, Bunny. Conta apenas contigo mesma. As chances de sofreres são menores.
— Cínico.

— Realista — ele corrigiu. — És uma ingénua, sempre vês o lado bom das coisas.

— E isso é mau? Achas melhor ver a vida com cinismo, como fazes?

— Não é cinismo, já disse, é realismo. E acredita em mim, vais sofrer menos, assim.

Bunny achou melhor não responder. Aquela discussão não os levaria a nada. O silêncio estendeu-se por alguns minutos, até que ela se lembrou da sobremesa.

— Fiz mousse de maracujá — anunciou. — E de limão, também.

— Hum! — murmurou Gonçalo, em tom de aprovação.

Saborearam a sobremesa em silêncio, e Bunny começou a reflectir que a noite não estava sendo tão terrível como ela imaginara, sem a presença de Joana e Mário.

— Estava tudo delicioso, Bunny — Gonçalo elogiou. — Cozinhas muito bem.

— Obrigada.

Ele observou-a enquanto a ajudava a tirar a mesa. A habilidade dela o surpreendia. Até então ainda tendia a avista-la como a adolescente inconsequente que o perseguia como se ele fosse um super-herói. Claro que ele sabia que Bunny crescera, fora morar sozinha em Nova York, tinha uma carreira. Mas a cada momento ela o surpreendia, revelando uma nova faceta, enfraquecendo as suas ideias previstas sobre ela.

babyv004
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 315
Idade : 23
Localização : proença a nova, Castelo Branco

http://ojamajo-doremiportugal.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por babyv004 em Seg 22 Jun 2009, 08:14

Gonçalo estava intrigado, perplexo. Não imaginara encontrar-se com aquela mulher adulta e sofisticada, ainda procurava vestígios da garota maluquinha apaixonada por ele.

Por que ele agora sentia falta daquela adoração que antes o irritava? Durante anos ignorara a existência dela. Agora que ela se tornara adulta e superara a paixão de adolescente que sentira por ele, ele se interessava por ela.

— Como vai o Endy? — Bunny perguntou, lembrando-se que Gonçalo não mencionara o irmão nenhuma vez.

— Está a morar em Los Angeles — explicou Gonçalo. — Ele trabalha numa companhia aérea, lá.

— Casou-se?

— Não.

— Que pena.

— Não necessariamente — retorquiu Gonçalo, tentando controlar a impaciência. Por que ela trazia constantemente o assunto “casamento” sempre a baila? Seria justamente porque tinham opiniões contrárias a esse respeito?


— Existem muitos casais que são felizes, Gonçalo. Porque Endymion não seria feliz, se tivesse uma esposa, ou tu?



— E existem muitos que são infelizes. E que têm filhos que sofrem com o rompimento, e isso não é justo.

— Eu sei que tu e o Endymion sofreram quando...

— Não estamos a falar da minha família.

— Estamos, sim, Gonçalo. A separação dos teus pais influenciou a visão que tens da vida. E a rapariga com quem namoras-te quando estavas na faculdade, também.

Ele enrugou a testa e inclinou-se para frente, o olhar fixo nela.

— O que é que sabes sobre isso? — Exigiu, num tom de voz ameaçador.

Bunny, porém, não se deixou intimidar.

— Eu sei que gostas-te de uma rapariga, uma tal de Rita que destruiu o vosso relacionamento e fez-te sofrer.

— Esse assunto não é da tua conta.

— Claro que não, mas sem dúvida teve um grande impacto na tua vida. O que precisas entender é que nem todas as mulheres são iguais à tua mãe ou à Rita. Não podes esperar viver a vida inteira sozinho. Não há ocasiões em que gostarias de ter alguém especial, uma pessoa que te faça companhia, com quem possas compartilhar os momentos importantes de tua vida? Alguém que te ame?

— Não preciso que ninguém me ame — ele replicou de um modo rude. — O que as pessoas chamam de amor é um mito, uma ilusão para camuflar a luxúria. As pessoas podem se sentir atraídas por outra, gostar até, mas não existe o amor eterno. Vê a minha mãe, por exemplo. Mesmo que ela não se importasse mais com o meu pai, mas e com os dois filhos?

— Eu não sei, Gonçalo. Não podemos julgar as pessoas sem conhecer a história. Eras pequeno quando os teus pais se separaram. Talvez a tua mãe tenha tentado te ver e o teu irmão e o teu pai não tenham permitido. Ou não. Seja como for, aconteceu há muito tempo. E porquê privar-se de conhecer uma pessoa que goste de ti e que te faça feliz, porque a tua mãe não agiu como achas que ela deveria ter agido? Não te apegues ao passado, Gonçalo, olha para frente!

— Cada um aprende com as próprias experiências.

— O amor une as pessoas. Eu amo os meus pais e eles amam-me. E os dois adoram-se. O meu pai morreria pela minha mãe e eu quero um amor assim na minha vida. Tu, por exemplo, vais-te arrepender quando estiveres velhinho e doente e não tiveres uma pessoa ao teu lado. Queres levar um pouco de mousse para casa?

Gonçalo quase riu da súbita mudança de assunto. Mas conteve-se. Queria ficar zangado com as coisas que ela dizia, mas era obrigado a reconhecer que havia um fundo de verdade nas palavras dela.

— Eu gostaria.

Bunny cobriu o recipiente com papel – alumínio - e colocou-o sobre a mesa.

— Foi uma pena a Joana e o Mário não terem vindo — disse ela.

— Quem sabe da próxima vez...

Ele pegou o recipiente com o que sobrara da mousse, atormentado pelas emoções contraditórias. De repente, Bunny parecia ter se tornado o centro dos seus pensamentos. A menina de há uns anos atrás, transformara-se numa mulher linda, atraente. Uma mulher que despertava a sua curiosidade, que ele queria conhecer melhor.

Quem mudara, afinal? Ela... ou ele?

Gonçalo observou-a enquanto ela arrumava a louça dentro do lavatório. Queria senti-la perto de si, abraçá-la, beijá-la, tocá-la. Mas também queria mais. Queria Bunny... inteira. Em todos os sentidos. O que se estaria a passar consigo? – pensou ele.

babyv004
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!
R: Pelo Poder Sagrado do Cristal Lunar!

Feminino
Mensagens : 315
Idade : 23
Localização : proença a nova, Castelo Branco

http://ojamajo-doremiportugal.pt.vu/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Lena_Dias em Seg 22 Jun 2009, 08:26

LunaR dedico-te esta Matreiro:

COMO É QUE PUDESTE PARAR AÍ???




oh sofia...hum..vais seguir o meu conselho ou vou ter de te esganar hein??

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Receita de amor (Bunny/Gonçalo)

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 02:40


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum