O que vão ser no futuro?

Página 6 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Tinoco em Sab 11 Ago 2012, 15:00

Era bom era. Eu nao sou a melhor pessoa para falar disto, talvez a Ana Claudia fosse mais a indicada, mas entrar no mundo das dobragens não é fácil, muitas das vezes o trabalho é mal pago, e em algumas empresas que fazem a dobragem, podem até nunca mais te chamar para um trabalho. Para se ser dobrador é preciso investir muito nisso para ficares com um bom nome e conseguires mais trabalhos. É uma área complicada como qualquer outra.

Se bem que o meu sonho é mesmo ser tradutora mas dar uso à minha voz também.



momento off:
NAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAOOOOOOOOOOoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo



Mudei para a Neptuno T^T

Tinoco
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!

Feminino
Mensagens : 2272
Idade : 23
Localização : Sintra

http://socialspirit.com.br/doritadotaemin

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Shadow em Dom 12 Ago 2012, 10:06

Por acaso também gostava muito de ser dobradora, e ainda hoje penso nisso, mas só quero como um "part-time"
Até de vez em quando pesquiso sobre isso.

Shadow
R: Pelo Poder Estelar de Vénus!
R: Pelo Poder Estelar de Vénus!

Feminino
Mensagens : 735
Idade : 22
Localização : Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Tinoco em Ter 14 Ago 2012, 10:56

pois mas eu possivelmente faria carreira disso Shadow,pq eu gosto bastante da minha voz,e gosto bastante de todas as nuances a que consigo chegar com ela (eu consigo imitar vozes tambem o que e versatil :3) eu adoro a arte da dobragem e gostava de fazer parte dela um dia.

Tinoco
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!

Feminino
Mensagens : 2272
Idade : 23
Localização : Sintra

http://socialspirit.com.br/doritadotaemin

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Shadow em Ter 14 Ago 2012, 11:56

Sim podes fazer carreira disso, mas não sei se todos os dias vai haver trabalho para isso.
Imitar vozes não sei se consigo mas uma vez tive de gravar a minha voz para um trabalho na escola que era fazer um anuncio para publicidade e gostei de me ouvir e os meus colegas também disseram que tinha boa voz para esse tipo de coisas.

Shadow
R: Pelo Poder Estelar de Vénus!
R: Pelo Poder Estelar de Vénus!

Feminino
Mensagens : 735
Idade : 22
Localização : Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Tinoco em Ter 14 Ago 2012, 12:30

sim eu tenho essa noçao. Dentro das dobragens e quase impossivel fazer disso uma carreira definitiva. Eu imitar consigo. Ja me disseram imensas vezes q quando quero consigo fazer a voz da Mariana ou do Yaten sem quaisquer dificuldades. Ou entao a da Bunny quando ela e uma Sailor e comeca la com as cangalhadas do amor e da justica. Eu cantar ja nao dou tanto(eu gostava de ter os agudos que a Amy Lee dos Evanenscence tem,pq sao lindos-pelo menos para mim-mas ainda nao cheguei la Matreiro)

Tinoco
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!

Feminino
Mensagens : 2272
Idade : 23
Localização : Sintra

http://socialspirit.com.br/doritadotaemin

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Dumpling* em Ter 14 Ago 2012, 12:49

bequinhas escreveu:É uma pergunta bastante difícil porque com o passar dos anos os nossos sonhos mudam,
(...)
Ainda estou muito indecisa, por isso quando chegar a altura de decidir o que vou ser tenho que pensar muito bem porque da forma que o país está! Bem não pode ser qualquer coisa!

A primeira coisa que disseste é a maior verdade.

Tenho ideia que já falei disto algures mas ok.
Todos passamos fases, se aos 5 anos queria ser bailarina mas por ser tão doente e enfim nunca ter sequer ter feito uma aula, só ficava fascinada pelo que via na tv, aos 12 já queria ser professora, aos 14 dizia que ia para informática e por essa altura tive de me decidir, claro que não ia para uma coisa com tanta matemática se eu era tão noob e continuo nessa área. Fui para humanidades com intenção de seguir direito, passei para o 11.º e nesse mesmo ano pensei se não seria melhor ir para um curso em que pudesse estagiar, que estava a ser estreado por nós que era de Técnico de Apoio Psicossocial. A minha mãe apoiou-me imenso e levou-me ao IOP (Instituto de Orientação Profissional) e tudo dizia que era melhor ir para o curso para estagiar com crianças e ter oportunidade de saber se era mesmo isso. Caso não, estudava para os exames necessários e ia para Direito.
Assim foi, com colegas muito diferentes de mim - posso dizer que só mantenho contacto com duas e é porque uma delas é a minha actual melhor amiga (nos anos de curso já nos dávamos mas não tanto) e está agora na minha Escola e outra também por lá anda, a que entrou no mesmo ano que eu não conta porque é só o típico "olá" e pouco mais, todas elas em Educação Social - e raros os que queriam seguir para a faculdade.

Gostei dos estágios e do prazer de educar mas... cheguei ao ponto em que me deparei com uma dificuldade e frustração imensa este ano que foi a de "é mesmo isto?" quando vou agora para o 3.º ano.
Nunca tive melhores colegas, ainda que sejam só mulheres, somos muito unidas e ok que cada uma tenha o seu grupo, tive desavenças com algumas pessoas que não passam, mas tenho um grupo de amigas a quem nunca pensei ligar-me tanto (a minha irmã dizia sempre que na faculdade não se arranjam amigos, cada um vive num lugar diferente e é muito complicado).
Surgiu que estagiei com crianças de 3/4 anos no 2.º semestre do 2.º ano e nos estágios do curso (que me levaram à Escola Superior) confrontei-me com uma realidade diferente, primeiro duas semanas de estágio julgo serem pouco - e estava habituada no curso a 2 meses no 11.º e outros 2 no 12.º - e senti uma diferença enorme das crianças com quem tanto me tinha ligado nos estágios anteriores, que passam por mim e ainda me conhecem. Foi um abalo, foi uma confrontação, foi uma reflexão a que tive respostas de "o que me levaram aqui?" dadas por mim mesma. É o que gosto, é educar, ser professor é a mais importante profissão do mundo e é isso que causa tanto impacto em mim.
A minha professora do curso, com quem me dou, diz-me "ainda a vejo em direito!", as minhas colegas dizem "eu vejo-te em psicologia" e eu mesma vejo-me em tradução e algo ligado a estudos orientais. Perdi-me um bocado em algo que está quase no fim, por ter perdido os meus porquês.
Mas posso dizer-me feliz porque reflecti imenso e dei respostas a mim mesma do que me trouxeram a Educação Básica; as matemáticas são complicadas e ser uma escola pública leva a uma maior exigência... ignoro certas competições que há entre colegas minhas e já me vi apunhalada pelas costas a fazer trabalhos com uma colega minha para no final ter a nota igual às outras do grupo.
Spoiler:
E mesmo uma que não sabia nada da minha parte do trabalho de biologia tentar meter-se quando o professor me fez uma questão, ela interrompeu-me e foi ele que se apercebeu da minha indisposição e disse "-- eu não estava a falar consigo, a sua colega está a responder bem"; desculpei e voltou a um outro trabalho (porque perdeu as amigas e enfim) e não fez quase nada, no fim da apresentação voltou a tocar na minha parte do trabalho na parte das questões... são coisas que mexem connosco porque não sou de trazer etiqueta de anda lixar-me a cabeça atrás e pus um ponto final, apesar de lhe falar bem, ela continua a meter-se sempre que falo e continua a rebaixar-se quando tenta que eu me sinta inferior como eu dizer a uma professora que se enganou num mail que era para as do 1.º ano e ela dizer logo "não enganou nada" e eu "diz aqui literatura contemporânea professora, deve-se ter enganado" e eu tinha razão, as miúdas do 1.º ano nem tinham recebido o mail por esse lapso ou não me deixar rever a minha história antes dela, quando eu é que vivo longe e faço trajecto diário e o meu último autocarro era às 18h e ela vive ao lado da escola; acabei por me levantar e sair e no dia seguinte individualmente falar com a professora. São coisas irrelevantes para quem não as sente, para quem sente, é quase uma luta porque sinto-me atacada sem motivos e complica ainda mais o que já anda tão enublado interiormente por tantos outros motivos.
Ademais, tive uma história infantil que fui elogiada e pretendo continuar... e no fim digo "god, tanta coisa que quero fazer; tão pouco tempo".

Apercebi-me, no final de tudo, que são lutas e dúvidas que no final vão saber a vitória, e que, quanto ao resto, posso tirar formações (cursos de línguas, acabar o de inglês irei certamente, tentarei também de outras duas porque sozinha é complicado) ou quem sabe mesmo outro curso porque nunca é tarde; tenho colegas com quase 40 anos e que nem por isso desistiram; a minha irmã está em ciências farmacêuticas e tem uma colega que tirou direito; um professor que tive de Ed. Física tinha tirado já um curso em Filosofia e outro em Psicologia... (mas isto é mesmo para quem goste de estudar, apesar de, em qualquer emprego, o estudo e a pesquisa ter de ser algo para a vida toda)


Emprego em Portugal? Uou sim está mal... mas não vão por "não sigo o meu sonho por não ser possível" e depois sentirem-se frustrados numa coisa que ok tem empregabilidade mas andam ali de cabeça baixa. Sou contra isso, empregos não vejo quase nenhum que tenha empregabilidade e sim, tenho noção que Educação de Infância é das piores áreas mas também deixarem de sonhar só porque epá coise... Se já é difícil só com o 9.º ou o 12.º ano, só facilita um bocado a vida. Não digo no sentido de crítica porque há quem tenha apenas o 12.º ano e viva bem só com isso porque tem um emprego fixo, nesses casos óptimo mas são raros. 9.º pior ainda, já vi pessoas de 50 e tal serem despedidas pela câmara só porque uma candidatura de uma pessoa que tinha tirado um curso de Auxiliar de Infância valia mais que o delas; da mesma maneira via uma auxiliar que eu adorava estar ali no duro e no final do dia ainda ir para Torres Novas estudar.
Estreei um projecto na minha escola que me fez ser vista com outros olhos, como já mencionei, fui para a Bélgica e digo que lá apercebi-me do quão diferente é a educação em Portugal em contraste com outros da Europa que ali estavam representados. Na Alemanha, por exemplo, dão muitos créditos a quem faça parte de projectos. No entanto, à excepção de Espanha, eram todos muito frios; não notava simpatia nem tanto amor pelas crianças; coisas a pensar para quem quer ir para fora, a ler e estudar comportamentos de outros docentes. Além das propinas... foi a comparação mais WOW que tivemos...

Na escola também temos colegas em erasmus; só no final do ano notei que duas belgas de Erasmus (muito tímidas) gostavam de k-pop quando uma amiga minha me disse, ao elas estarem a ligar a pen para começarem a apresentar o estágio delas "olha lá o que aquela tem na pen são aqueles caracteres marados que tu costumas ter no telemóvel" portanto... são pessoas que, se forem para a faculdade e encontrarem, tentem comunicar e acreditem que criam amizades, quiçá tenham algo em comum, não foi o caso com elas porque não surgiu oportunidade, mas no meu projecto e já no ano anterior com uma aluna também belga criámos; e vá... (agora a parte interesseira) quem sabe não precisem de um dia ficar num lugar por uma semanita e vos dêem estadia ou ajuda em comunicar (:

Com isto tudo... só digo que tenham que idade tenham podem sempre surgir dúvidas mas nunca devemos esquecer 'os porquês' e 'as outras possibilidades', têm é sempre de reflectir imenso e se surgirem arrependimentos, desde que seja cedo, podem sempre voltar atrás, se for tarde continuem e depois "logo se vê".

_________________
gomawo Tinoco-chan ♡  a dor passa, mas a beleza permanece

Dumpling*
Administradora
Administradora

Feminino
Mensagens : 2152
Idade : 25
Localização : Entroncamento

http://siwonnielf.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Lena_Dias em Ter 28 Ago 2012, 06:17

este é um assunto, em que haja 4 anos eu tenho a certeza do que quero ser. Quero ser Psicóloga. A minha grande vontade é trabalhar com jovens nessa área, mas ainda estou em duvida entre a Escolar e a Clinica...
Estive-me a informar, e tanto Humanidades quando Ciências dá para o curso que eu quero, mas vou escolher humanidades, porque o meu forte é línguas. Matematica, desenrasco-me apenas.
O lado bom de morar na capital, e muito perto do concelho de Lisboa, é basicamente não ter limitações sobre o curso que queremos escolher. Há basicamente faculdades para tudo, na cidade universitária.

A única coisa que me anda a preocupar, é que eu já quero isto há tanto tempo, que tenho medo de quando chegar lá, perceber que não é o que eu pensava, e ficar na dúvida se é mesmo aquilo que quero. Depois, o que é que faço? estarei perdida.
É o meu futuro, afinal de contas...

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Tinoco em Ter 28 Ago 2012, 06:43

Alguem com a minha ambição. Eu também gostava de seguir psicologia mas acho que não tenho médias para entar na pública.
De facto acho que é algo que se gostas e se ambicionas deves seguir,mas agora tens os três anos do secundário para decidir com clareza isso Lena. São três anos bastante importantes para a tua formação enquanto estudante e cidadã,e lá vais decidir se é o que queres. Um conselho que te dou,é no décimo segundo,escolheres como disciplinas de opção psicologia e inglês se a escola em que estiveres te permitir isso,porque em psicologia B ficas com uma noção daquilo que vais dar na faculdade e aí verás o que fazes. Como vais estar em humanidades,depois se não achares que a psicologia é para ti,tens muitas outras áreas que podes explorar com este curso. Fala a experiência de quem seguiu Humanidades Wink

Tinoco
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!

Feminino
Mensagens : 2272
Idade : 23
Localização : Sintra

http://socialspirit.com.br/doritadotaemin

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Lena_Dias em Ter 28 Ago 2012, 07:29

Tinoco escreveu:Alguem com a minha ambição. Eu também gostava de seguir psicologia mas acho que não tenho médias para entar na pública.
De facto acho que é algo que se gostas e se ambicionas deves seguir,mas agora tens os três anos do secundário para decidir com clareza isso Lena. São três anos bastante importantes para a tua formação enquanto estudante e cidadã,e lá vais decidir se é o que queres. Um conselho que te dou,é no décimo segundo,escolheres como disciplinas de opção psicologia e inglês se a escola em que estiveres te permitir isso,porque em psicologia B ficas com uma noção daquilo que vais dar na faculdade e aí verás o que fazes. Como vais estar em humanidades,depois se não achares que a psicologia é para ti,tens muitas outras áreas que podes explorar com este curso. Fala a experiência de quem seguiu Humanidades Wink

eu andei a ver há uns tempos, acho que foi na faculdade de psicologia da cidade universitária, e as medias necessárias não eram muito altas, rondavam os 13/14 .
Não sei, eu estou a pensar ir na secundária para a escola D.Filipa de Lencastre, no Arco do Cego (é perto do campo pequeno), mas como é uma escola numa área tão acessada de Lisboa, é provavel que tenha. Mas logo se vê.
Sim, este ano, em março, ainda vamos há aquela coisa de cursos que eu não me lembro o nome, no parque das noções, >.< e acho que aí terei certas duvidas mais bem esclarecidas... Ainda tenho estes anos pela frente pra pesar os prós e os contras...

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Tinoco em Ter 28 Ago 2012, 07:36

Deve ser a Futurália Matreiro eu nunca lá fui(detesto multidoes jasus x.x).
Epah entao as médias na cidade universitaria nao estao assim tao altas cm pensava o.o como ali é para onde tdos vao pensei que estivessem em 15 ou 16.
De qualquer forma,se estás nessa escola,é uma questão de te informares ou com a secretaria ou mesmo com a psicóloga escolar -podes até perguntar-lhe coisas sobre o curso e ela até te pode ajudar com isso mostrando-te algumas coisas sobre o curso - e isso é sempre uma ajuda. Mas tens de ter em mente de que se é psicologia que queres seguir,deves fazer por isso. Se nos entretantos te surgir outra coisa que gostes,mudas o rumo à coisa. Temos sempre tempo para tudo(ou quase tudo). E quando é o nosso desejo cumprir algo,ganhamos forças até onde pensávamos que elas não existiam ;3

Tinoco
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!

Feminino
Mensagens : 2272
Idade : 23
Localização : Sintra

http://socialspirit.com.br/doritadotaemin

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Lena_Dias em Ter 28 Ago 2012, 07:45

Tinoco escreveu:Deve ser a Futurália Matreiro eu nunca lá fui(detesto multidoes jasus x.x).
Epah entao as médias na cidade universitaria nao estao assim tao altas cm pensava o.o como ali é para onde tdos vao pensei que estivessem em 15 ou 16.
De qualquer forma,se estás nessa escola,é uma questão de te informares ou com a secretaria ou mesmo com a psicóloga escolar -podes até perguntar-lhe coisas sobre o curso e ela até te pode ajudar com isso mostrando-te algumas coisas sobre o curso - e isso é sempre uma ajuda. Mas tens de ter em mente de que se é psicologia que queres seguir,deves fazer por isso. Se nos entretantos te surgir outra coisa que gostes,mudas o rumo à coisa. Temos sempre tempo para tudo(ou quase tudo). E quando é o nosso desejo cumprir algo,ganhamos forças até onde pensávamos que elas não existiam ;3

não estou nessa escola, quero ir pra lá Matreiro
Sim, isso mesmo, a Futurália !
eu penso o mesmo, e afinal é o nosso futuro que está em causa, não podemos baixar os braços, porque ninguém vai conquistá-lo por nós!

Lena_Dias
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!
S: Pelo Poder do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 1023
Idade : 18
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Tinoco em Ter 28 Ago 2012, 07:57

Isso Matreiro (eu leio as coisas à metade desculpa Matreiro)
mas quando fores para lá é uma questão mesmo de te informares. É mais fácil quando tens uma ideia da coisa que queres seguir.

Tinoco
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!
Ganhei o Concurso de Signs & Avatars!

Feminino
Mensagens : 2272
Idade : 23
Localização : Sintra

http://socialspirit.com.br/doritadotaemin

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por SofiaFlower em Seg 03 Set 2012, 14:18

Andei a ver os meus comentários anteriores aqui neste tópico e geezus tenham em conta que eu entrei aqui com 14 quase 15 anos, riiiiight?

Ora bem já andava há muito tempo para 'recomentar' este tópico baseado no testemunho da minha querida Dumpling <3 mas por algum motivo foi passando e agora lembrei-me de novo. Também concordo com o que a Bequinhas disse, a nossa vida dá muitas voltas e os nossos sonhos também se alteram.

Recordo-me que quando era pequena eu queria ser tanta coisa:

- Veterinária: adorava animais, logo achei que era o ideal;
- Enfermeira: sempre que alguém se magoava, lá ia eu com Betadine e pensos rápidos para ajudar a pessoa;
- Professora: apesar de muito de nós sermos rebeldes e tal, não acredito, que na primária ou no básico, não houvesse algum professor/a que vos inspirasse e que vocês quisessem ser como eles quando fossem "grandes";
- Jornalista: desde a primária que fazia coisas para o jornal da escola, na primária era desenhos, um ou outro artigo mais trabalhado lá para o 4º ano, mas foi já no básico que comecei a escrever textos "à menina crescida" e também alguns artigos para o jornal. No secundário também participei no jornal da escola desde o 11º ao 12º.

E pronto, essas eram aquelas profissões que eu queria desde pequena até aos 13 anos talvez.
Depois comecei a ver as coisas de outra perspectiva: o que é que tem saída?
Números!
E foi aí que tudo descambou.
No 9º eu estava determinada a seguir Informática e matriculei-me numa escola profissional. Lá fiz os psicotécnicos e aquilo deu mais para Contabilidade/Secretariado, mas naquela escola só havia Contabilidade, então assim foi.
Cheguei a comentar aqui que não me deixavam sair do curso e que queria ir na mesma para a faculdade mas para outra área, só que na verdade tive mesmo de desistir. Comecei a entrar em desespero. Não era uma questão de tirar boas ou más notas, a questão era:
É isto que eu quero para o meu futuro?
E a resposta era não, não, não.
Isto tem alguma coisa a ver comigo?
Novamente: não, não, não.
O que me prende a este curso?
O facto de disserem que tinha saída, mal saia da escola tinha emprego, isto e aquilo. Era tudo muito apelativo sim. Mas não era o que eu queria fazer para toda a vida.

Por isso reforço o que a Dumpling <3 disse, e que pronto, vocês devem seguir sempre os vossos sonhos. Dinheiro é muito bom sem dúvida e sem ele não conseguimos viver, mas estar a fazer uma coisa que não gostamos é frustrante e se não somos felizes nem fazemos quem está ao nosso lado feliz, não vale a pena.

Hoje em dia tenho a certeza de que aquilo que vou seguir no futuro terá a ver com Letras e Humanidades, algo nesta área sem dúvida.
Mas acima de tudo, não desistam dos vossos sonhos.

_________________

SofiaFlower
Moderadora
Moderadora

Feminino
Mensagens : 7345
Idade : 24
Localização : Ribatejo (Portugal)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Kristea em Seg 03 Set 2012, 15:30

Kristea escreveu:Eu vou ser fisioterapeuta! XD
Eu escrevi isto? A sério? Oh meu deus, agora quero um buraco! o_________o

Já estou como a Sofia... Quando escrevi isto, não tinha mesmo noção das coisas. Há vários factores que limitam os nossos sonhos, há barreiras que até vêm por bem porque nos ensinam alguma coisa, vamos crescendo e os nossos gostos mudam. Não é que esteja numa área completamente diferente de fisioterapia, por acaso, está dentro da área da reabilitação, mas é simplesmente outro mundo. Posso realmente falar da minha situação, tal como já fizeram a Sofia e a Dumpling.

A vida nem sempre sorri. Às vezes, parece que está chateada connosco e não nos sorri durante imenso tempo. Well, aconteceu-me isso. Quando tinha uns 14 anos, não tinha ideia do que queria. Gostava de ciências e tal, da natureza. Sempre quis estar longe das áreas da saúde porque achava que era demasiada responsabilidade e que não iria aguentar. Sabia que me queria manter longe da matemática e ainda cheguei a ponderar humanidades, mas não havia nada que me interessasse em concreto. Acabei por ir para a área de Ciências e Saúde (que é Ciências e Tecnologias com a opção de Biologia e Geologia) porque achei que me iria dar mais perspectivas de futuro. Entretanto, a minha vida tornou-se um inferno. Deu tantas voltas (se calhar, foi unicamente uma recta... A descer a pique) que cheguei ao ponto de quase entrar em depressão. No meio disso tudo, um primo meu nasceu com paralisia cerebral. Podia estar aqui a barafustar acerca da incompetência do médico (foi por culpa dele, sim), mas não me valia de nada. O que aconteceu, aconteceu. E temos que aceitar e dar a volta por cima. Ainda assim, como estava tão abalada com assuntos mais próximos, só soube no final do 12º que queria Ciências da Nutrição. Demasiado tarde. Tinha média, não tinha exames... Foi no meio daquela confusão toda em que me vi obrigada a tomar uma decisão. Sou da zona do Porto, queria ficar por cá. Quem é daqui, sabe o quão horríveis (diga-se altas) são as médias aqui, para não falar da quantidade de exames e a percentagem que valem. Mas não ia ficar por aqui para ir para algo que não queria, algo que não ia gostar. Depois de falar com a minha mãe, ponderei estudar fora. Tinha melhores hipóteses. Entretanto, a minha família aproximou-se ainda mais depois de mais problemas surgirem. E foi então que o contacto com o meu primo me mostrou um caminho que eu não estava a ver, mas sempre esteve lá. Queria ajudar as pessoas. Não queria mais saber se ia aguentar ou não, ia habituar-me, ia lutar, ia fazer o que for preciso para ver o sorriso na cara das pessoas. A minha ignorância levou-me a pensar praticamente só em fisioterapia. Ainda meti outras coisas lá no meio (as duas últimas, se fosse hoje, acho que não teria gostado), inclusive o curso onde estou actualmente. É estranhamente pouco conhecido, apesar de ter surgido ao mesmo tempo que a fisioterapia e existe em Portugal há tantos anos quanto essa área. Trata-se de Terapia Ocupacional. Não sabia bem o que era, estava um bocado à nora. Só sabia que ajudava as pessoas e estavam dentro do mesmo "saco" da fisioterapia. Porque não tentar? Um ano à experiência e depois via se era realmente para mim ou não. Bem... No meio de tanta confusão, de tantos problemas, do meu próprio contacto com a inutilidade humana para certas situações que me fez crescer, comecei a ver um sorriso da vida. Quando estava no estágio (a minha uni tem estágios desde o 1º ano, o que é realmente bom. Ajuda a ter uma ideia muito concreta do que é), vi um sorriso completamente aberto. Foi aquele momento do "é mesmo isto que eu quero!". Apaixonei-me pela área pela primeira vez e continuo a fazê-lo sempre que estou em contacto com ela. Como se a sorte viesse aos pacotes depois de nos ter falhado durante imenso tempo, o curso tem imensa saída, quer em Portugal (nem sequer há desemprego!), quer no estrangeiro. Acabei por encontrar o que queria aos trambolhões e tive a sorte da empregabilidade. Vou agora para o último ano, não me arrependo e estou cada vez mais próxima de ser lançada aos lobos Matreiro

Isto tudo para vos dizer: não desistam. Não tentem ver apenas umas opções. Abram os vossos horizontes, pensem em locais (não se fixem ao lugar onde vivem!), em situações que vos acontecem, em coisas que realmente gostem de fazer. Não parem os estudos até encontrarem aquilo que realmente gostam. É pior se pararem. E há sempre uma luz no meio da escuridão. Podemos é não estar a vê-la. Mas, quando vemos, é como se alguém nos estivesse a abrir os olhos para a vida. A empregabilidade é importante, mas não é tudo. Se não há em Portugal, há no estrangeiro. E lá garanto-vos que se ganha muito mais e se tem mais condições ^^

Já agora, publicidade sobre o que é o meu curso (porque tenho que a fazer até toda a gente saber o que é. Não vou deixar que continue no desconhecido quando é tão útil, tão procurada, tão gratificante. Temos que tomar a iniciativa da divulgação; isto não se divulga sozinho! Razz):
Spoiler:
A Terapia Ocupacional utiliza a ocupação (e entenda-se por ocupação tudo aquilo que se faz no dia-a-dia, desde alimentação, a estudar, utilizar o computador, qualquer coisa. Envolve também as actividades de lazer, de trabalho, brincar e assim. É precisamente tudo o que se faz) como meio e objectivo. Ou seja, tentam reabilitar a pessoa para aquilo que ela precisa e quer fazer no seu dia-a-dia através de actividades relacionadas com a própria ocupação, para que não fique dependente de terceiros ou limitada. A ocupação é algo transversal a todas as idades e patologias, por isso toda a gente pode beneficiar da actuação da Terapia Ocupacional, desde uma criança com um atraso de desenvolvimento ou hiperactividade, a um adulto com esquizofrenia e até a um idoso com Parkinson ou Alzheimer. Tem a vertente física e a de saúde mental também, que podem ser ambas combinadas, se for necessário. A Terapia Ocupacional olha a pessoa como um todo e não só o que está à nossa frente. A pessoa não é só um corpo e não precisa só de biomecânica. É um espírito cultural, social, psicológico, religioso, etc., e compete ao terapeuta estar atento a todos os aspectos que possam influenciar a vida da pessoa, de modo a que ela seja independente e, acima de tudo feliz. Um dos lemas que muitas vezes nos é dito é: "A Terapia Ocupacional não dá mais anos à vida. Dá mais vida aos anos". E é mesmo verdade. As pessoas aprendem a aceitar as limitações que têm porque conseguem fazer a sua vida. ^^

Kristea
Ganhei o Concurso de Wallpapers!
Ganhei o Concurso de Wallpapers!

Feminino
Mensagens : 1288
Idade : 25
Localização : Somewhere over the rainbow...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por RaquelLopes em Ter 04 Set 2012, 10:28

Eu neste momento estou a espera de receber uma nota para saber se acabo o meu curso. Depois disso adorava adquirir mais conhecimentos na area de design e conseguir criar publicidades que conseguissem "colar" todos os espectadores ao ecra da televisão.
E espero continuar poder ter tempo para ver os meus animes e a continuar a fazer desenhos dos mesmos Smile

RaquelLopes
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 14
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por ZezinhoSMTV em Ter 04 Set 2012, 10:32

Raquel, estudas ou já estudas-te Marketing? Por acaso tava a pensar seguir publicidade após acabar o curso de Marketing, tentar seguir para a televisão, esse é um dos meus dois sonhos Matreiro

_________________
Muitoo Obrigadooo Amigo Secreto

3/4 nesta comunidade!

ZezinhoSMTV
S: Pelo Poder Sagrado de Neptuno!
S: Pelo Poder Sagrado de Neptuno!

Masculino
Mensagens : 1480
Idade : 20
Localização : Setúbal

http://www.youtube.com/user/FullScubb?feature=mhee

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por RaquelLopes em Ter 04 Set 2012, 10:38

Falta uma cadeira para acabar a licenciatura em Marketing:) a verdade é que agora ando meia perdida para ver o que devo continuar a seguir, mas de certeza que sera dentro da area de design.

RaquelLopes
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 14
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por ZezinhoSMTV em Ter 04 Set 2012, 10:45

Uau, desejo-te todo o sucesso possível, penso que Marketing até é um bom curso, com boas saídas, inclusive a televisão, eu também quero chegar longe, e se possível também estudar a área do design Very Happy

_________________
Muitoo Obrigadooo Amigo Secreto

3/4 nesta comunidade!

ZezinhoSMTV
S: Pelo Poder Sagrado de Neptuno!
S: Pelo Poder Sagrado de Neptuno!

Masculino
Mensagens : 1480
Idade : 20
Localização : Setúbal

http://www.youtube.com/user/FullScubb?feature=mhee

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por RaquelLopes em Ter 04 Set 2012, 12:12

Obrigada, a ti tambem te desejo muita sorte porque esta area é uma area maravilhosa.
Muita boa sorte mesmo para o teu futuro:)

RaquelLopes
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Feminino
Mensagens : 14
Idade : 25

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Nannx2 em Sab 15 Set 2012, 17:18

Eu gostava de trabalhar com "linguas", aka traduções and stuff like that, domino a lingua de Camões (com erros gramaticais, mais ainda assim Matreiro) o castelhano, entendo galego (apesar de não saber fala-lo), inglês, e gostava de estudar mais linguas de preferencia as asiaticas que são a minha paixão, Chinês (apesar do que todos dizem dos xin xon, a mim aparece-me um idioma bonito) no entanto é trabalhoso (demasiados ideogramas, e se não estou em erro têm 5 tons diferentes), Coreano (estou a estuda-lo, e não é dificil, o mais dificil é a pronuncia e o facto de haver muitas maneiras de dizer a mesma coisa, dependendo dos niveis de polides), Tailandês (tambem me parece bonito, mas tambem tem 3 tons e um alfabeto proprio...), Vietnamita (só porque tenho uma tia-avó vietnamita Matreiro), e Japonês (menos ideogramas que o chinês, pronuncia mais facil que Coreano, no entanto tambem tem os niveis de polidez....).

No entanto duvido que consiga realizar um sonho assim, e se o conseguir será algo muito trabalhoso. Vere-mos, nunca se sabe o que o futuro reserva.

Nannx2
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!
Classic: Pelo Poder Sagrado do Prisma Lunar!

Masculino
Mensagens : 21
Idade : 22

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Akari Sakura em Qua 15 Maio 2013, 15:32

Eu não sei o que quero ser, mas preferia que fosse ou na área da Arte ou na da musica

Para dizer a verdade, eu tenho 6 cadernos de desenho preenchidos com desenhos porque adoro desenhar, e por vezes até me apetece desenhar personagens de animes, mas por mais que tente, a maior parte das vezes não consigo desenhar as personagens de alguns animes muito elaborados

Akari Sakura
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 73
Idade : 15
Localização : JewelLand

http://jewelpets.queroforum.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Shadow em Qua 15 Maio 2013, 16:48

Akari Sakura escreveu:Eu não sei o que quero ser, mas preferia que fosse ou na área da Arte ou na da musica

Para dizer a verdade, eu tenho 6 cadernos de desenho preenchidos com desenhos porque adoro desenhar, e por vezes até me apetece desenhar personagens de animes, mas por mais que tente, a maior parte das vezes não consigo desenhar as personagens de alguns animes muito elaborados

Faz muito desenho à vista!
Por exemplo tens a imagem no pc e tentas fazer igual numa folha, isso vai ajudar-te a ganhar prática e acabas por memorizar certos aspectos importantes. Fica a dica Wink

Shadow
R: Pelo Poder Estelar de Vénus!
R: Pelo Poder Estelar de Vénus!

Feminino
Mensagens : 735
Idade : 22
Localização : Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Akari Sakura em Qui 16 Maio 2013, 11:05

Shadow escreveu:
Akari Sakura escreveu:Eu não sei o que quero ser, mas preferia que fosse ou na área da Arte ou na da musica

Para dizer a verdade, eu tenho 6 cadernos de desenho preenchidos com desenhos porque adoro desenhar, e por vezes até me apetece desenhar personagens de animes, mas por mais que tente, a maior parte das vezes não consigo desenhar as personagens de alguns animes muito elaborados

Faz muito desenho à vista!
Por exemplo tens a imagem no pc e tentas fazer igual numa folha, isso vai ajudar-te a ganhar prática e acabas por memorizar certos aspectos importantes. Fica a dica Wink

Ok, obrigada pela dica, vou exprimentar

Akari Sakura
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 73
Idade : 15
Localização : JewelLand

http://jewelpets.queroforum.net/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Diana Tenoh em Ter 06 Ago 2013, 11:01

Bem eu estou agora a meio de um curso de Técnico Auxiliar de Saúde. Segui isto porque não dava para seguir o o curso de desporto que é o que eu iria seguir mas este curso se eu quiser no final posso seguir no ramo do desporto mas ainda estou indecisa ainda tenho mais 1 ano para decidir! Wink

Diana Tenoh
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!
Classic: Pelo Poder de Mercúrio!

Feminino
Mensagens : 53
Idade : 20
Localização : Portugal, Porto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Gaby-sama em Ter 06 Ago 2013, 12:21

Eu sinceramente não sei Embaracoso Depois do 9º ano vou para curso de design gráfico/animação, já me perguntaram muitas vezes porquê, e a razão é simplesmente porque eu gosto, e quero "crescer" nessa área. E depois, depois logo se vê só tenho 13 aninho XD

Gaby-sama
Classic: Pelo Poder de Júpiter!
Classic: Pelo Poder de Júpiter!

Feminino
Mensagens : 216
Idade : 17
Localização : Sou do norte, mas não gosto de tripas D:

http://sm-portugal.coolbb.net/t6793-a-luz-da-lua

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O que vão ser no futuro?

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 13:03


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum